Gastronomia

Comida di Buteco na reta final

O festival gastronômico, que tem o queijo minas como estrela deste ano, termina no próximo domingo (13)

Por: João Renato Faria - Atualizado em

Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Ainda dá tempo para experimentar os pratos à base de queijo minas que disputam o Comida di Buteco. Um dos símbolos de Minas Gerais, o ingrediente veio na mala dos portugueses colonizadores, já tem mais de 300 anos de história no estado e tornou-se quase obrigatório no nosso dia a dia. Para o festival gastronômico, que será encerrado no próximo domingo, 13, os chefs abusaram das três versões do produto: frescal, padrão e artesanal.

Um dos pratos que chamam atenção é a criação do Agosto Butiquim. Com o inusitado nome de julieta fez em trouxas romeu embrulhadinho, o tira-gosto recria a clássica combinação de queijo e goiabada. "O que me motivou foi inventar algo que ao mesmo tempo fugisse do tradicional e mantivesse a culinária de raiz", afirma Joana de Castro Machado, uma das proprietárias da casa e a responsável pela cozinha. Para o concurso, ela criou um molho de goiabada, que é servido sobre a costelinha de porco defumada acompanhada de trouxinhas de queijo canastra com alho-poró. "É uma combinação bem mineira, mas ao mesmo tempo uma releitura feita para ser acompanhada por cerveja gelada."

Já no Temático, o queijo é apresentado em parceria com a carne de sol, como recheio do prato tô vêno tudo, uma massa que lembra panqueca servida com molho vermelho. "Tive dificuldades para elaborar a receita, pois o queijo não dá um leque muito grande de opções de uso", conta Zelder Navarro, um dos donos do bar.

Além do júri selecionado, o público vota no petisco do ano e aponta os melhores nas categorias atendimento, higiene e temperatura da cerveja. Disputam o título de melhor tira-gosto da cidade 41 bares (confira abaixo a relação dos pratos e os endereços dos estabecimentos). Os vencedores serão conhecidos na festa Saideira, em 19 de maio. À venda nos botecos participantes, os ingressos para o evento, que terá shows de Nando Reis, Aline Calixto e Monobloco, custam 100 reais.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE