Bares

O melhor para ir a dois de BH: Dias de Graça

Não basta ser bonitinho: um bom romance começa quando somos fisgados pelo estômago

- Atualizado em

Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Mesas com arranjos florais e velas: cenário perfeito

É assim mesmo. Quando você cansou de procurar e nem na pista está mais, vem uma flecha e o acerta em cheio. Foi assim com o Dias de Graças - amor à primeira vista. Ninguém imaginava que de uma rua pouco movimentada do Caiçara brotasse um lugar encantador. Muito menos que fosse se tornar ponto de encontro de casais. Vale a visita se a ideia for dar aquela oxigenada na relação. Se seu namoro ou casamento anda muito bem, obrigado, vá mesmo assim. Causar boa impressão nunca é demais. Lustres e portas com arabescos, papel de parede com temas barrocos, velas e arranjos florais nas mesinhas, taças com vinhos e espumantes percorrendo o restrito salão... Apesar do capricho, não se trata apenas de mais uma casa bonitinha em um canto escondido da cidade. O talento sobra na cozinha, comandada pelo chef Ronaldo Avelar. Ele transita com competência por entradas, petiscos, pratos principais e sobremesas. Antes de tudo, peça um bom vinho da carta, a exemplo do tinto argentino Catena Zapata Malbec 2010 (R$ 115,00). Aguce o apetite com o tomate recheado com alho-poró, cheddar e calabresa (R$ 15,00) ou com a deliciosa polentinha com ragu de carne, queijo de minas e crisp de couve (R$ 16,00). Quando o jantar for propício, invista no magret de pato com purê de baroa e molho de tomate e vinho (R$ 54,00) ou no filé de salmão assado ao molho de maracujá e legumes em cubos (R$ 35,00). Bastaram três meses de funcionamento para a casa com pegada de bistrô arrebatar até mesmo o exigente júri da edição especial de VEJA COMER & BEBER BH.

Rua Expedicionário Hereny da Costa, 211, Caiçara, ☎ 3568-0278 (62 lugares). 19h/1h (fecha dom. a ter.). Cc: todos. Cd: todos. Ar. Aberto em 2014.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE