Moda

10 dicas para arrasar no look inverno

Por: Rafaela Matias - Atualizado em

Regina Salomão
(Foto: Redação VejaBH)

Da esquerda para a direita: vestido com manga de renda, calça flare e sportswear

Embora os termômetros ainda estejam oscilantes, as vitrines mostram a todos que o inverno está aí. Roupas de cores sóbrias (como vinho, azul marinho e verde oliva) e cumprimentos longos tomam as lojas. As lãs, golas e couros não são novidade e continuam enchendo os olhos de quem não quer passar frio. Para ajudar você a fazer as escolhas certas, VEJA BH conversou com alguns especialistas e reuniu dicas para arrasar nos looks, com sofisticação e conforto.

Cores

A preferência pelos tecidos escuros e acinzentados permanece, mas alguns toques coloridos darão vida aos looks neste inverno. "Houve uma evolução das coleções que estão entrando nas lojas agora. Cores vivas, como o cobalto e o verde bandeira, estão sendo misturadas com cores neutras, como cinza e azul marinho", afirma o estilista Renato Loureiro. "É preciso aproveitar a elegância das cores escuras, especialmente o preto. Ele voltou não só como o 'pretinho básico', mas como moda mesmo." Uma boa dica é associar roupas pretas com acessórios coloridos, e vice-versa.

Sportswear

As bomber jackets, inspiradas nas jaquetas dos jogadores de basquete e baseball, também estão com tudo. Ao lado dos shorts esportivos, reinterpretados em materiais como couro e seda, elas prometem aquecer as ruas no inverno, contrariando os que achavam que a moda não pegaria. Outra tendência são os tênis esportivos, que podem ser usados com saias e vestidos, resgatando a tendências dos anos 80 e 90. Para Luiz Claudio Silva, estilista da Apartamento 03, "os olhares do Brasil e do mundo voltaram-se para o esporte por causa da Copa e isso também influencia a moda".

Democratização do couro

Que o couro é pedida certa para o inverno todo mundo sabe, mas suas cores e formas estão cada vez mais surpreendentes. "Esse tecido está saindo dos shapes e desenhos tradicionais para formatos mais femininos, como vestidos longos e curtos. Além disso, o couro está ganhando novas cores, como amarelo e verde, mas sempre em diálogo com os tradicionais vermelho e preto", afirma o estilista Ronaldo Fraga. Outra novidade deste inverno é o couro estampado, que vem para firmar esse processo de democratização.

Preto e branco

"Seja em uma peça preta com detalhes brancos ou em color block (algo como bloco de cores), essa mistura continua com tudo, principalmente quando há equilíbrio entre as duas cores", diz a estilista Bhárbara Renault, da Jardin. As listras e o xadrez são as formas que mais utilizam o P&B, mas não há restrições para a combinação.

Vestidos de festa

Seja com mangas longas, tules ou tecidos estruturados, a moda agora é não passar frio nas festas. "Antigamente, o tomara que caia era quase fundamental para compor um look chique, mas agora os vestidos com mangas de renda, telas e tecidos vazados podem e devem ser explorados", diz Renato Loureiro. Na silhueta, a novidade é o vestido princesa, famoso pela saia mais armada. "As mulheres estão começando a aceitar esse estilo, mas não é todo mundo que fica bem. Por ser muito rodado, o formato valoriza mais o corpo de quem tem a silhueta fina", alerta Daniel Correa, da Mabel Magalhães. Uma dica para mulheres que vestem acima do manequim 48 é colocar um salto alto para alongar a silhueta e deixar o corpo mais esguio na peça.

Saias midi

As saias de cumprimento midi, que vão um pouco abaixo do joelho, pode compor diferentes estilos e confere elegância ao look. "Essa é a peça-chave deste inverno, podendo ser usada com top croppeds, blusas de tecidos leves ou moletons curtos", diz a estilista da Jardin, Bhárbara Renault. Mas Ronaldo Fraga faz uma ressalva. "O cumprimento midi em saias retas pode ser usado por qualquer pessoa, pois alonga a silhueta e emagrece, mas o midi rodado, como o evasê e o godê, diminui, achata e engorda".

Calça flare

As calças flare, que lembram as antigas "boca de sino", continuam em alta no inverno e ainda devem ficar por mais uma ou duas coleções. Versáteis, elas podem dar um toque de elegância aos looks mais despojados ou compor um visual sofisticado. "São, ao lado do comprimento midi, as grandes confirmações da estação", diz o estilista Ronaldo Fraga.

Floral

Com cores mais sóbrias, as estampas florais, que são comuns no verão, ganham força também no inverno . "O floral está um pouco mais neutro, com uma ou duas cores, tom sobre tom. Mas podem ser cores alegres, como o rosa", diz Bhárbara Renault. Renato Loureiro também acredita na tendência e afirma que as flores não saem mais de moda. "Dessa vez estão com dois pensamentos diferentes: ou são miudinhas com o fundo escuro ou são distorcidas, bem grandes, lembrando uma forma aquarelada", diz ele.

Mistura de texturas

A combinação de texturas e tecidos em uma mesma produção tem sido usada em recortes, detalhes ou mesmo em misturas no look. A combinação valoriza a produção e permite usar a criatividade, mas com cuidado. "Podem ser usadas duas peças de texturas muito diferentes, como tricô e couro, mas é preciso ter bom senso para não ficar demais. Se mesclar duas texturas muito diferentes, por exemplo, evite o choque de cores ou estampas", afirma Ronaldo Fraga.

Ombreiras

Utilizadas principalmente em casacos, as ombreiras voltaram e podem ser adaptadas aos mais variados tecidos neste inverno. O ombro estruturado traz força e personalidade às produções femininas e reflete uma mudança no comportamento das mulheres atuais. "O look solto e o ombro marcado, que são tendência neste inverno, tem algo de andrógeno. A mulher não precisa mais se afirmar como mulher e a moda vem reforçando esse conceito", afirma Bhárbara Renault.

Dica extra: seja você

Além das novidades das passarelas, os estilistas concordam que a peça-chave de qualquer guarda-roupa é a individualidade. As tendências e os hits das estações indicam possíveis caminhos, mas a regra do momento é não seguir regras e adaptar o look ao seu tipo de corpo e às suas preferências

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE