Comidinhas

Além de museus, a Praça da Liberdade reúne um circuito de charmosas cafeterias

Desde setembro foram abertas três casas dentro dos prédios históricos: o Café com Letras, o Sou Café e o Café Memorial

Por: Mariana Celle - Atualizado em

Gustavo Andrade/Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Desde a inauguração do Circuito Cultural Praça da Liberdade, em 2010, a cidade viu surgir por ali não apenas novos museus. O entorno da área verde ganhou também charmosas cafeterias. De setembro para cá foram abertas três casas: o Café com Letras e o Sou Café, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), e o Café Memorial, no Memorial Minas Gerais Vale. Merece a visita ainda o MMM Café. Até o início do próximo ano, a cafeteria do Espaço do Conhecimento UFMG passará por reformulação e uma unidade do Café do Museu será instalada entre o Arquivo Público Mineiro e o Museu Mineiro. Boas notícias para os mais de 100 000 belo-horizontinos e turistas que visitam os centros culturais da praça mensalmente. "Acreditamos que a pausa para a refeição também faz parte da experiência de visita", afirma Cristiana Kumaira, gerente do circuito. "Nossa intenção é que as pessoas desfrutem cada vez mais horas por aqui." Em ambientes agradáveis, os cafés da praça servem boas receitas, seja para lanche, almoço e jantar ou apenas para acompanhar um expresso. Veja o que há de melhor em cada um deles.

CAFÉ COM LETRAS

A decoração da segunda unidade do Café com Letras, inaugurada no mês passado, é diferente da que se vê na matriz, na Savassi. Saíram os livros das prateleiras, uma marca registrada, e entraram os objetos antigos que pertencem ao acervo do Museu do Cotidiano. O cardápio, no entanto, é basicamente o mesmo que conquistou um público descolado. Para o almoço ou o jantar, vale a pena apostar na tilápia grelhada com ravióli de mussarela de búfala ao creme de alcaparra (R$ 38,00, na foto). O combinado de bife, arroz, feijão, batata frita e salada de tomate (R$ 19,30) é uma boa opção para as crianças.

Onde: CCBB

Horário: 9h/21h (fecha ter.)

CAFÉ MEMORIAL

A exposição de fotografias nas paredes sempre chama a atenção dos clientes. Até este domingo (3) está em cartaz Nos Trilhos com Paulo Arumaa, com imagens de trens em movimento e paisagens de trilhos entre montanhas. Do cardápio, repleto de itens caseiros, não deixe de experimentar a mineiríssima broa de fubá com queijo (R$ 2,50, na foto) e o expresso Villa Café (R$ 3,00), do Sul de Minas.

Onde: Memorial Minas Gerais Vale

Horário: 11h/18h (qui. até 22h; dom. e feriados 10h/16h; fecha seg.)

MMM CAFÉ

A mais antiga entre as cafeterias da praça tem grandes janelas de madeira e luminárias pendentes em estilo retrô. Saladas, crepes e sanduíches compõem o menu, ideal para refeições mais leves. Montado na baguete francesa, o lanche recheado de queijo, presunto e tomate temperado com azeite e orégano (foto) custa R$ 8,00. Para beber, há café Braúna coado (R$ 2,00).

Onde: Museu das Minas e do Metal

Horário: 12h/18h (qui. até 22h; fecha seg.)

SOU CAFÉ

A vitrine, recheada de guloseimas que dão água na boca, destaca-se na decoração clean do café, inaugurado em setembro. Da cozinha saem lanches bem servidos, como o big toast supreme (R$ 18,00), recheado com damasco, queijo brie e crocante de bacon acompanhado de batata chips. Chega à mesa com a mesma guarnição o gourmet mediterrâneo (R$ 22,00), feito com pão ciabatta, hambúrguer de frango, legumes, mussarela de búfala e molho de ervas. Para adoçar o paladar, tanto o tiramisu (foto) quanto a cheesecake de doce de leite (R$ 6,50 cada fatia) não decepcionam.

Onde: CCBB

horário: 9h/21h (fecha ter.)

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE