Bebida

Microcervejarias abrem suas instalações para mostrar aos consumidores como são feitas as geladas

Visitantes percorrem tanques e máquinas para entender o processo que cria as cervejas

Por: João Renato Faria - Atualizado em

Victor Schwaner/Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Hugo Lopes, Ítalo Lopes e Bárbarah Brenda (da esq. para a dir., no detalhe), na loja da Wäls, e o tour de um grupo pela área dos tanques: curiosidade desvendada

Água, malte de cevada e lúpulo. Todos conhecem os ingredientes, mas poucos consumidores sabem como eles se transformam em cerveja. Para mostrar aos fãs de uma gelada como a bebida é feita, quatro microcervejarias dos arredores de Belo Horizonte estão abrindo as portas de sua fábrica para visitas guiadas. Uma delas é a Wäls, instalada no bairro São Francisco, que a cada sábado recebe uma média de cinquenta pessoas. A visita custa 5 reais e dura cerca de quarenta minutos. Quem apresenta as máquinas e os tanques usados para moer, cozinhar, fermentar e embalar os quinze tipos de loira, ruiva e morena produzidos por lá é o mestre-cervejeiro José Felipe Carneiro. Os visitantes podem ver, cheirar e provar todos os componentes. "Só não recomendo o lúpulo, que é muito amargo", adverte Carneiro. O giro termina na loja, onde garrafas da marca estão à venda por bons preços.

Outra que investiu na mesma proposta é a Küd, no Jardim Canadá, em Nova Lima. A 40 reais por pessoa, a visita inclui um café da manhã antes do início do tour pelos tanques, batizados com nome de bandas de rock. "Ver como funciona uma fábrica era um sonho para mim", afirma o estudante de engenharia Ítalo Lopes, que fez o passeio da Wäls com a namorada e o irmão. "Agora, quero produzir minha própria cerveja."

Falke Bier:

Visitas agendadas às quartas, 35 reais por pessoa, com direito a degustação (☎ 9979-7962).

Küd:

Visitas agendadas todos os dias, 40 reais por pessoa, com café da manhã, ou 80 reais por pessoa, com café e almoço (☎ 3581-3694).

Taberna do Vale:

Visitas agendadas aos sábados, 15 reais por pessoa, com direito a dois chopes (☎ 3581-3047).

Wäls:

Visitas aos sábados, 5 reais por pessoa (☎ 3443-2811).

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE