Férias

Monte Verde, no sul do estado, é o melhor destino de inverno de Minas Gerais

Pequeno distrito conta com bons hotéis, restaurantes e passeios em meio à natureza

Por: Carolina Daher - Atualizado em

Victor Schwaner/Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Pontos de vista: as casas entre as araucárias e a charmosa avenida principal (no detalhe)

O termômetro marca 3 graus. A lareira está acesa, o vinho, servido. Lá fora, o silêncio dos bosques de araucárias. Em outro ponto, namorados escutam jazz enquanto apreciam uma fondue. Localizada a mais de 1 600 metros de altitude, Monte Verde é um paraíso para quem quer aproveitar os dias mais frios do ano. O pequeno distrito de 5 000 habitantes recebeu no ano passado mais de 50 000 turistas à procura do seu clima de cidadezinha europeia. Descoberta pelo casal da Letônia Emília e Verner Grinberd, em 1936, a paisagem atraiu alemães e suíços. Na bagagem, os imigrantes trouxeram traços da arquitetura e a culinária dos livros de receitas. Além dos 190 hotéis e pousadas, abriram inúmeros restaurantes, bares e cafés charmosos. Bem próxima da agitada Campos do Jordão, já no estado de São Paulo, Monte Verde preserva o jeito de lugar pequeno e ainda conta com a boa hospitalidade mineira. A seguir,

45 dicas para curtir a estância.

+ Confira a programação completa do Festival de Inverno de Monte Verde

Para uma viagem perfeita

* Cuidado na estrada

Na Rodovia Fernão Dias, entre em Camanducaia. Até Monte Verde são 30 quilômetros de serra com fluxo de caminhões. Vale redobrar a atenção, principalmente à noite.

* Leve dinheiro vivo

Só existem três caixas eletrônicos no distrito - Bradesco, Itaú e Banco do Brasil -, e nem sempre eles estão funcionando. Alguns lugares aceitam cheque.

* Opte por tênis

Além de terem trilhas convidativas para caminhadas ao ar livre, as ruas são íngremes e muitas não têm asfalto. Por isso, escolha sapatos, tênis e botas confortáveis.

* Visite o pico

O Pico do Selado é o mais alto do sul de Minas e fica a 2 083 metros de altitude. A caminhada demora cerca de quatro horas e de lá é possível ver o Vale do Paraíba.

* Não dispense luvas

A temperatura no inverno oscila entre -10 e 25 graus. É bom deixar um casaco por perto, pois ao entardecer os termômetros despencam rapidamente.

* Veja os pássaros

Donatila e Arnis Lucas abrem as portas de casa (Rua Bem-te-vi, 84, Centro) para quem quiser ver os mais de 300 canários e beija-flores que vivem por ali.

* Festival de inverno

Começou no dia 29 de junho e vai atéo dia 28 deste mês, com apresentações de dança, teatro e shows. Todos os eventos são gratuitos.

Atenção:

Todos os preços e horários de funcionamentodos endereços citados são válidos para o mês de julho

ONDE FICAR | RESTAURANTES | BARES | COMIDINHAS | PASSEIOS | COMPRAS ONDE FICAR

Victor Schwaner/Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Charme com exclusividade

São apenas dezessete quartos espalhadosem uma área de 24 000 metros quadrados. Os chalés, que recebem o nome de morada, ficam distantes uns dos outros, o que garante a total privacidade dos hóspedes. Para chegarem a seus aposentos, os visitantes precisam cruzar os bosques de araucárias, e para isso recebem uma lanterna. Localizada em uma das regiões mais altas da cidade, a 1 750 metros de altitude, a vista panorâmica para as montanhas colabora ainda mais para o clima de romance. A morada paraíso (foto menor) tem 130 metros quadrados e conta com três lareiras, incluindo uma na varanda, onde também fica um ofurô privativo. A roupa de cama é Trussardi - o edredom é feito com plumas de ganso. Como fica mais distante do Centro, o hotel tem uma charmosa área comum, onde é possível almoçar e jantar. No cardápio, a fondue de queijo sai a R$ 98,00, para duas pessoas. Há ainda um spa, que oferece cerca de trinta tratamentos terapêuticos. As diárias para o casal custam de R$ 770,00 a R$ 1 500,00. Não são aceitos menores de 14 anos.

Kuriuwa Hotel. Rua do Bosque, 309, Jardim das Montanhas, ☎ 3438-1959. www.kuriuwahotel.com.br.

Sob medida para relaxar

Seu maior diferencial é o Spa Samadhi. Com uma ampla estrutura, o complexo holístico é cercado pela natureza e oferece diversos tratamentos terapêuticos. O ritual Buah Mandi é formado por uma esfoliação à base de frutas, banho de ofurô com degustação de fondue de chocolate e massagem relaxante (R$ 462,00 o casal). Tem quatro chalés com mezanino que comportam até cinco pessoas. Os outros são exclusivos para casais. Na área comum há salão de jogos, piscina coberta e aquecida, além de sauna e quadra de tênis. Todos os quartos têm lareira. O apartamento Samadhi fica no ponto mais alto da pousada e possui vista panorâmica, além de banheira de hidromassagem dupla com deque e lareira central. Os móveis são da Indonésia, a roupa de cama é Trussardi e os produtos L'Occitane. O café da manhã conta com mais de sessenta itens - entre eles, waffle e pão de queijo. As diárias para o casal custam de R$ 660,00 a R$ 1 260,00.

Pousada Spa Mirante da Colyna. Rua do Selado, 187, Centro, ☎ 3438-2613. www.mirantedacolyna.com.br.

Cabeça de boi

Perfeito para ir com a meninada. Tem monitores à disposição desde o amanhecer até as 23h. Conta com pista de patinação, boliche, piscina coberta e aquecida, paintball e arvorismo. Com cinco refeições inclusas, o pacote com no mínimo cinco diárias sai a R$ 2 480,00 (casal) ou a R$ 4 415,00 (chalé para família com até duas crianças).

Rua da Mantiqueira, 1237, Centro, ☎ 3438-1311. www.hcboi.com.br.

Carícia do vento

São onze acomodações. Com exceção de três apartamentos simples, os aposentos possuem lareira e lençol térmico. O pacote de sexta a domingo para o casal custa de R$ 895,00 a R$ 1 490,00. Já as diárias durante a semana variam de R$ 335,00 a R$ 440,00, para dois.

Rua Parelha, 128, Centro, ☎ 3438-2828/2438. www.pousadacariciadovento.com.br.

Estalagem Wiesbaden

A 400 metros da rua principal, o hotel tem nove chalés - entre eles, dois com ofurô e quatro com hidromassagem. O café da manhã é servido até as 16h e o hóspede pode escolher tomá-lo na cama, nos jardins ou na piscina. As diárias para o casal variam de R$ 361,00 a R$ 777,00, de segunda a quinta, e de R$ 598,00 a R$ 1 066,00, nos fins de semana. Não são aceitos menores de 18 anos.

Rua Bem-Te-Vi, 459, Centro, ☎ 3438-1121/1635. www.wiesbaden.com.br.

Provence Cottage & Bistrô

Foi eleita pelo GUIA QUATRO RODAS 2013 a melhor pousada do Brasil. Inspirados em antigas hospedarias francesas, os seis chalés contam com lareira e banheira de hidromassagem. As diárias para o casal custam de R$ 818,00 a R$ 1 096,00. Não são aceitos menores de 18 anos.

Rua Cedrus Libani, 380, Parque das Araucárias, ☎ 3438-1467 e 8891-3381. www.provencecottage.com.br.

Suíça mineira

Fica em um charmoso chalé de tijolinhos à vista. São oito apartamentos, todos com lareira. Possui piscina coberta, que funciona das 10h às 22h30. O café da manhã é colonial e conta com cerca de cinquenta itens no cardápio. Em julho, as diárias para o casal variam de R$ 500,00 a R$ 740,00 (mínimo de três diárias).

Avenida Monte Verde, 1950, Centro, ☎ 3438-2842 e 8886-2842. www.suicamineira.com.br.

Villa d'amore

Conta com dezesseis acomodações, das quais nove são cabanas rústicas de madeira distribuídas em um bosque por onde corre um pequeno riacho. Perto da piscina, uma jacuzzi mantém sempre a temperatura próximo de 40 graus. O café da manhã é à la carte. As diárias para o casal variam de R$ 350,00 a R$ 420,00, de segunda a quinta, e de R$ 560,00 a R$ 820,00, nos fins de semana. Não são aceitos menores de 12 anos.

Rua das Constelações, 609, Jardim das Montanhas, ☎ 3438-1398. www.villadamore.com.br.

RESTAURANTES

Victor Schwaner/Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Truta e pinhão frescos

Bem no centrinho, o Villa Donna é um restaurante com forte sotaque italiano. Os risotos e as massas são preparados na hora pela chef Sônia Kohen. Se for o caso, de acordo com o gosto do freguês. Ela já fez, por exemplo, um caldo verde sem couve, pois o cliente não gostava da verdura. Sônia uniu duas grandes estrelas da região para criar o risoto de pinhão com truta grelhada, alcaparras e cogumelo-de-paris (R$ 46,00), que acabou virando um hit (foto ao lado). O fettuccine de massa fresca com ragu de cordeiro, feito em baixa temperatura, leva três dias para ficar pronto e custa R$ 59,00. Como sobremesa, a dica é o sorvete de queijo com goiabada cascão derretida (R$ 14,00).

Villa Donna. Rua Rolinha, 33, Galeria Vila Europa, Centro, ☎ 3438-1881. 12h/16h e 19h/22h. Cd: M, R e V. Cc: todos. www.villadonna.com.br.

Adega do chicão

Oferece a vista mais bonita da cidade. A berinjela ao forno a lenha aparece em três versões: mussarela, parmesão e catupiry (R$ 38,50), bolonhesa (R$ 46,70) e bacalhau (R$ 56,80). A adega tem cerca de 500 garrafas, que custam de R$ 45,60 a R$ 115,00.

Rua do Aeroporto, 740, Mirante, ☎ 3438-2606. 12h/último cliente. Cd: M e V. Cc: D, M e V. www.adegadochicao.com.

Cantina Portale di Napoli

À primeira vista, é uma cantina comandada pela típica mamma italiana. No entanto, o sotaque na cozinha é outro: nordestino. Quem manda nas panelas é o pernambucano Severino Alves da Silva. Ele trabalha com toda a família. Um dos pratos mais pedidos do cardápio é o polpettone alla parmigiana, uma almôndega gigante recheada de mussarela, coberta com molho de tomate e parmesão ralado (R$ 37,00). Peça como sobremesa a pastiera di grano, feita com ricota, grãos de trigo e frutas cristalizadas (R$ 10,00).

Avenida Monte Verde, 215, na entrada da cidade, ☎ 3438-1956. 12h/16h e 19/0h (qua. a sex.; sáb. sem intervalo; dom. só almoço até 17h). Cd: M e V. Cc: todos. www.portaledinapoli.com.br.

Casa velha

A 18 quilômetros do Centro, uma antiga casa da zona rural se transformou em um charmoso restaurante que serve comidinhas caseiras. Trutas e frangos são criados ali mesmo. Faz sucesso o frango ao molho pardo, com polenta, salada, couve, arroz e feijão (R$ 35,00). Não aceita cartões.

Estrada do Bom Jardim, quilômetro 20, Bom Jardim, ☎ 9927-1822. 12h/18h (grupos precisam fazer reserva).

Paulo das Trutas

Tem trutário próprio. São cerca de trinta receitas que levam o peixe no cardápio. As mais pedidas são a truta no papelote, recheada com cebola, pimentão, azeitona, amêndoas e cogumelo-de-paris (R$ 32,90), e a grelhada com molho de espinafre (R$ 37,00), ambas servidas com batata sautée e arroz. Dá também para comprar a truta fresca e levá-la para casa (R$ 25,00 o quilo). A unidade da Rua Floresta não aceita cartões.

Avenida das Montanhas, 120, Centro, ☎ 3438-1573. 12h/19h. Cd: M e V;

Rua da Floresta, 810, Centro, ☎ 3438-1214. 12h/19h. www.paulodastrutasmonteverde.com.br.

Pucci

Um dos restaurantes mais tradicionais da cidade, aqui se pode comer uma boa fondue, o que é quase inevitável nas noites mais frias. O rodízio, batizado de sabor e arte, começa com o de queijo, que vem acompanhado de pão italiano, batata e maçã verde. O de filé-mignon é servido com doze tipos de molho. Para fechar, o de chocolate vem com seis variedades de fruta (R$ 59,90 por pessoa).

Avenida Monte Verde, 1117, Centro, ☎ 3438-1193. 12h/22h (sex. e sáb. fecha 23h). Cd: M e V. Cc: D, M e V. www.pucci.tur.br.

Ao melhor estilo francês

Os proprietários, Ari Kespers e Whitman Colerato, recebem os clientes como velhos amigos. A lareira, sempre acesa, aquece e ilumina o pequeno bistrô, que comporta no máximo quinze pessoas. Quem comanda a cozinha é o próprio Kespers, que elabora receitas francesas com um toque regional. O menu degustação é servido em louças inglesas e talheres de prata (R$ 161,00). São quatro entradas, entre elas o blinis de curau com ovas de capelin e pé de moleque (foto). Como prato principal, há três opções: camarão com musseline de mandioquinha, molho de bobó e biju de banana; costelinha com mil-folhas de batata e emulsão de laranja e baunilha; e confit de pato com purê de couve-flor e mel de jabuticaba. É imprescindível fazer reserva.

Provence Cottage & Bistrô. Rua Cedrus Libani, 380, Parque das Araucárias, ☎ 3438-1467 e 8891-3381. 21h (sex. e sáb.). Cd: M e V. www.provencecottage.com.br.

BARES

Victor Schwaner/Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Direto da fábrica

Fundada em 1993 pelo alemão Jörg Franz Schwabe, a Fritz é uma das primeiras cervejarias artesanais de Minas. Formado mestre cervejeiro pela Technische Universität Berlin, Schwabe começou a elaborar a bebida para consumo próprio. Logo os amigos o incentivaram a expandir a produção. Bem ao lado do bar funciona a fábrica, que é aberta ao público. Em julho, as visitas guiadas ocorrem das 12h às 19h. São cinco tipos de chope: Klar (claro, R$ 5,40), Dunkel (escuro, R$ 5,90), Natur (claro não filtrado, R$ 5,90), Weiss (de trigo, R$ 10,50) e o mais pedido, o Köelsch (foto), que fica 45 dias em maturação e tem teor alcoólico de 6% (R$ 10,50). Para acompanhar, o cardápio traz delícias alemãs como o bolinho de eisbein (R$ 27,50, com doze unidades) e a schlachtplatte (eisbein, kassler, cinco salsichões, chucrute e batata cozida, R$ 119,00, para quatro pessoas). Também tem sanduíches. Experimente o freiburg, preparado com filé-mignon, provolone, vinagrete, azeitona preta e alface (R$ 23,00). As mesas são distribuídas entre a varanda, o salão principal e um mezanino.

Fritz. Rua Rolinha, 40, Centro, ☎ 3438-1910 e 3438-2414. 11h/último cliente. Cd: M e V. Cc: D, M e V. www.choppdofritz.com.br.

Beija-flor

Para quem gosta de música ao vivo, às sextas os shows começam às 17h e, aos sábados, às 12h. Para beliscar, peça minipastéis de queijo meia cura com molho de maçã (R$ 22,90, com doze unidades). A carta de cervejas conta com mais de trinta marcas, entre alemãs, checas, belgas, holandesas, austríacas e inglesas, além das nacionais, é claro.

Avenida Monte Verde, 850, Centro, 9h30/0h (sex. e sáb. até 3h). Cd: M e V. Cc: D, M e V.

Boteco do lago

É um bom lugar para tomar uma cerveja durante o dia e pedir uma fondue à noite. O rodízio com cinco tipos de carne (filé-mignon, alcatra, lombo, frango e linguiça), queijo e chocolate sai a R$ 49,90 por pessoa. Na carta de vinhos há mais de trinta rótulos, como o argentino Alamos Malbec (R$ 78,00).

Avenida Monte Verde, 922, Centro, ☎ 3438-1785. 12h/0h30. Cd: M e V. Cc: D, M e V.

Café bistrô

Ideal para uma happy hour, com mesinhas ao ar livre espalhadas por um deque de madeira. Aos sábados, tem show de jazz a partir das 21h. No cardápio, destaque para o risoto de funghi misto, com cogumelo-de-paris e shimeji (R$ 32,00).

Avenida Monte Verde, 1000, Shopping Inverness, Centro, ☎ 3438-1397. 11h/22h (sex. a dom. 10h/2h). Cd: M e V. Cc: D, M e V.

Pub Di freddo

Quando os restaurantes e bares começam a fechar, o Pub di Freddo fica lotado. É lá que tanto os moradores quanto os turistas se encontram para tomar um último drinque. O sex on the beach (R$ 15,00) e o cosmopolitan (R$ 16,00) são os mais pedidos. Aos sábados, tem música ao vivo, com repertório variado. Os shows começam à 0h.

Avenida Monte Verde, 1160, Oak Plaza, Centro, ☎ 3438-1216. 16h/último cliente (sex. a dom.). Cd: M e V. Cc: D, M e V.

COMIDINHAS

Victor Schwaner/Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Doce tradição

Casados há 52 anos, Donatila e Arnis Renats Lucas recebem os clientes na varanda de casa. Além de passearem pelo jardim, os visitantes se deliciam com as geleias preparadas por eles. São seis sabores: damasco, framboesa, amora, kiwi, laranja e morango (R$ 15,00). Não aceita cartões.

Tia Nata. Rua Bem-Te-Vi, 84, Centro, ☎ 3438-1641. 10h/17h.

Torta caseira

A delicatessen fica em um chalé de madeira rústico. O atendimento é exemplar. Para começar, experimente a quiche de berinjela (R$ 4,00). Não deixe de provar o folhado de banana com doce de leite (R$ 5,00) e a torta de nozes (R$ 8,00 a fatia).

Sabor da Montanha. Avenida Monte Verde, 1139, Centro, ☎ 3438-1469. 10h/22h. Cd: M e V. Cc: D, M e V.

Biscoitinhos

Em letão, piparkukas significa biscoito apimentado. As irmãs Cristiane e Queila Osis atendem em um chalé com apenas uma janelinha. Seus biscoitos decorados custam R$ 5,00. Não aceita cartões.

Piparkukas. Avenida Monte Verde, 1035, Centro, ☎ 3438-1477. 10h/17h. www.piparkukas.com.br.

Casa da Lúcia

O apfelstrudel preparado por Lúcia Almeida Boettcher é o mais famoso da região. Também, pudera! A torta folhada de maçã leva até seis horas para ficar pronta, entre o preparo e o descanso. Lúcia vende a fatia a R$ 10,00 ou a peça inteira a R$ 55,00 (para sete pessoas). Ainda é possível experimentar o doce com sorvetes naturais de nata, chocolate, café com especiarias, doce de abóbora ou leite (R$ 17,00).

Rua Mantiqueira, 198, Centro, ☎ 3438-2366. 9h/18h (sex. a dom. até 21h). Cd: M e V.

Chokomel

A principal sobremesa é chamada de loucura. Dá para entender. Em uma taça de banana-split, entram morangos, chocolate trufado (50% ao leite e 50% meio amargo) e chantili fresco (R$ 25,00). Para enfrentar o frio, o chocolate quente é preparado com chocolate trufado, e no fundo da xícara pequenos pedacinhos vão derretendo enquanto você saboreia a bebida (R$ 6,00).

Avenida Monte Verde, 810, Centro, ☎ 3438-2729. 10h/0h. Cd: M, R e V. Cc: todos.

Maçã crocante

As frutas desidratadas são a especialidade da casa. Entre outras, há maçã com canela, caqui, mamão, melancia e banana (R$ 9,50, 200 gramas). O espaço serve iogurte caseiro com granola e mel ou com calda de framboesa (R$ 5,00). Lá você encontra também travesseiros feitos de macela, que servem para relaxar (R$ 45,00 o grande e R$ 25,00 o pequeno).

Avenida Monte Verde, 1095, Centro, ☎ 3438-2410. 10h/18h Cd: M e V.

Renate Röpke

Todo sábado, Renate traz do seu sítio legumes e verduras orgânicos e arma uma simpática feirinha na altura do número 1095 da Avenida Monte Verde. Ela prepara também geleias de físalis e mexerica. Junto com a mãe, Irmgard, assa pães no forno a lenha. O integral, com centeio, castanhas e linhaça, custa R$ 15,00. Já o pão de mandioca sai por R$ 10,00. Não aceita cartões. Sábados, 9h/14h.

PASSEIOS

Victor Schwaner/Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Para os mais radicais

Em um território com cerca de 60 alqueires, trilhas servem como um cenário para quem gosta de tomar banho de lama em cima de um quadriciclo. Sempre acompanhados por um instrutor, os turistas passam por bosques de mata nativa. Com sorte, podem até encontrar um veado pelo caminho. O passeio dura cerca de uma hora e custa R$ 100,00, para uma pessoa, e R$ 120,00, para duas. Não aceita cartões.

Rodovia Agostinho Patrus, quilômetro 4, ☎ 9962-8028, 8428-8832, 9988-6925 e 8841-5076. 9h/17h.

A Galope

Dá para ir até a cascata ou assistir ao pôr do sol no mirante. Logo na entrada da cidade é possível alugar um cavalo em vários estábulos. Os passeios custam de R$ 20,00 a R$ 40,00 por pessoa.

☎ 9147-0359, 8432-3734 e 8856-6360.

Companhia passeios de jeep

Além de passarem pelos pontos turísticos, os guias levam os turistas para conhecer a Pedra Redonda, com altitude de 1 990 metros (R$ 65,00 por pessoa). Não aceita cartões.

Central de reservas: ☎ 8876-8893. www.companhia4x4.com.br.

Megatirolesa

Por meio de cabos de aço, o visitante tem uma vista de 360 graus de um vale. São duas tirolesas, totalizando 925 metros de extensão, a mais de 70 metros de altura. A aventura custa R$ 60,00. As crianças podem ir acompanhadas de um monitor, desde que pesem acima de 30 quilos. Não aceita cartões.

Fazenda Radical. Rodovia Agostinho Patrus, quilômetro 5, ☎ 3438-2640 e 8848-2005. 9h/16h (sáb. até 17h). www.fazendaradical.com.br.

Patinação no gelo

Com corrimãos de madeira, a pista foi construída para uso particular e há onze anos é aberta ao público. Aceita crianças a partir de 5 anos. A utilização de meia é obrigatória.

O preço por trinta minutos é de R$ 50,00 por pessoa. Avenida Monte Verde, 1463, Centro, ☎ 3438-1440. 10h/22h. Cd: M e V. Cc: D, M e V.

COMPRAS

Victor Schwaner/Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Arte no jardim

Em um espaço de 3 000 metros quadrados, a ceramista Paula Unger montou uma espécie de galeria a céu aberto, com peças espalhadas pelo jardim. Além de seus famosos totens formados por esferas e discos sobrepostos, há esculturas e pinturas

de artistas de todo o Brasil (de R$ 12,00 a R$ 5 000,00).

Unger's Pottery House. Rua da Represa, 1307, Centro, ☎ 3438-1470. 10h/18h. Cd: M e V. Cc: D, M e V. www.paulaunger.com.br.

Alpina

Parece uma casinha dos Alpes Suíços. São centenas de sabonetes de fabricação própria, que custam de R$ 0,80 a R$ 8,00. Entre as essências, pêssego, bambu, cravo, canela, almíscar, violeta, hortelã e alfazema.

Avenida Monte Verde, 946, Centro, ☎ 3438-1436. 10h/20h (sex. e sáb. até 22h). Cd: M e V. Cc: todos. www.alpinamonteverde.com.br.

Cachaçaria das Gerais

Josadac Teodoro da Silva prepara em seu alambique 43 sabores de cachaça, como banana, café e maçã com canela. Funcionando em um porão, é possível ver os grandes tonéis de umburana e carvalho. Os preços variam de R$ 10,00 a R$ 35,00.

Avenida Monte Verde, 743, loja 25, Shopping Celeiro, Centro, ☎ 3438-2528. 11h/22h. Cd: M e V. www.cachacariadasgerais.com.br.

Lavanda Azul

Myrian Speranza faz esculturas de madeira (a partir de R$ 15,00) usando apenas uma serra tico-tico. No mesmo espaço - uma charmosa casinha que já foi um orquidário -, Ruth Bodnar vende lindos trabalhos em patchwork (a partir de R$ 18,00). Não aceita cartões.

Avenida Monte Verde, 1034, Centro, ☎ 9245-2412. 10h/17h.

Sabor Chocolate

São mais de vinte sabores de trufa. As barrinhas levam damasco, castanhas, amendoim e chocolate amargo (R$ 89,00 o quilo). É possível visitar a fábrica para ver todo o processo de produção.

Avenida Monte Verde, 858, ☎ 3438-2784;

Avenida Monte Verde, 2174, ☎ 8881-2041. 10h/22h. Cd: M e V. Cc: D, M e V.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE