Economia

7 dicas para economizar o combustível do carro

Especialista explica maneiras fáceis de poupar na hora de dirigir

Por: Rafaela Matias - Atualizado em

Alexandre Battibugli
(Foto: Redação VejaBH)

Com a alta dos combustíveis, encher o tanque do carro ficou bem mais caro. Como não é possível substituir o álcool ou a gasolina, o jeito é descobrir outras maneiras de não deixar o marcador descer tão rápido. Segundo o especialista em motores Fernando Rodrigues, professor do curso de Engenharia Mecânica do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG), o motorista precisa tomar alguns cuidados para conseguir economizar. "O consumo de combustível é afetado diretamente pela forma de condução do veículo", afirma. Veja abaixo sete dicas fáceis e que ajudam a poupar na hora de dirigir, como manter os pneus sempre calibrados e evitar as descidas no ponto-morto.

Evitar acelerações bruscas

Quando o veículo é acelerado bruscamente, a central de controle eletrônico do motor aumenta a proporção de combustível injetado e, consequentemente, eleva o consumo. "O ideal é aumentar a velocidade gradativamente", explica.

Manter os pneus calibrados

É um dos cuidados mais importantes. "Os pneus calibrados diminuem a resistência ao rolamento da roda, tornando mais fácil a locomoção do carro e exigindo menos energia", afirma Rodrigues.

Deixar o veículo o mais leve possível

O acúmulo de objetos e bagagens no veículo também aumenta o consumo de combustível. "O peso requer uma energia maior para o deslocamento do automóvel", afirma. Portanto, quanto mais leve o carro estiver, mais tempo o tanque ficará cheio.

Não dirigir em alta velocidade

Essa dica é indicada, principalmente, para os que costumam botar o pé na estrada. "Com o aumento da velocidade sobe também a resistência provocada pelo ar, tornando mais difícil a locomoção do veículo", explica.

Manter os vidros fechados

Com os vidros abertos, a entrada de ar no interior do veículo interfere na aerodinâmica e provoca uma espécie de instabilidade, exigindo mais energia. "Isso vale principalmente para velocidades superiores a 80 quilômetros por hora", afirma Rodrigues.

Não abusar do ar condicionado

O ar condicionado, claro, é acionado pelo motor do carro. Ou seja, consome energia do veículo e aumenta o consumo de combustível. Por isso, desligar quando a temperatura não estiver muito alta significa um bom refresco para o bolso.

Evitar descidas no ponto-morto

Em uma descida, o motorista deve manter o carro engrenado e o pé fora do acelerador. "Assim, o carro buscará energia nas rodas e não no combustível, economizando-o", explica o especialista.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE