Natal

Harmonize suas festas de fim de ano

Natal e réveillon pedem vinhos adequados às ocasiões

Por: João Renato Faria - Atualizado em

Fernando Moraes
(Foto: Redação VejaBH)

Apesar de serem próximos um do outro no calendário, Natal e réveillon são festas bem diferentes. Enquanto na primeira se preza pela fartura dos pratos, na segunda, a pedida são refeições mais leves. Qualquer que seja a festa, entretanto, os vinhos são uma boa pedida para acompanhar as receitas típicas desta época do ano.

Segundo Júlia Grossi, sommelier do restaurante Província di Salerno, os que mais se encaixam no Natal são os vinhos feitos com as uvas pinot noir. "Eles são encorpados, mas têm um certo frescor", diz ela. Vão bem com carnes como lombo e pernil, que costumam dar as caras na ceia. Já pratos mais pesados, como leitão à pururuca, pedem vinhos como os cabernet e malbec. Para as famílias que não dispensam uma massa, a melhor indicação são os tintos italianos. "Prefira os da região do Piemonte, feitos com as uvas nebbiolo e barbera", orienta Júlia. O calor também deve ser levado em conta. Como o nosso clima nesta época é muito quente, vale apostar até em um vinho branco, que pode ser servido gelado e vai bem com a farofa e o peru. "Os chardonnay são uma boa pedida", afirma Júlia.

No Ano-Novo, ninguém discute que o espumante é a estrela da festa. Para o brinde, o melhor é investir em uma boa bebida. E os nacionais fazem bonito. "Temos excelentes espumantes por aqui, como os produzidos pelas marcas Marco Luigi e Casa Valduga", diz. Como as refeições da festa costumam ser menos pesadas, com receitas com peixes como bacalhau e muitas frutas, é possível também experimentar um vinho verde português. "Eles são refrescantes e combinam com a ocasião."

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE