Cidade

Feira de cerâmica reúne quarenta escultores mineiros

Os artistas irão expor no Mercado Central, entre os dias 25 e 28

Por: João Renato Faria - Atualizado em

Sonia Imanishi
(Foto: Redação VejaBH)

Ponto de convergência da gastronomia mineira, o Mercado Central também é o espaço para que o artesanato do estado inteiro se encontre. Prova disso é que, entre sexta (25) e domingo (28), o espaço receberá a Feira de Cerâmica de Minas Gerais. O evento reunirá quarenta ceramistas mineiros, que apresentarão peças como esculturas, vasos, jarras, e peças de decoração.

Realizado há quinze anos, a feira tem sido responsável pela valorização da produção de cerâmica e o trabalho dos escultores. "Como a matéria-prima, a argila, é barata, existia um preconceito com a cerâmica que agora acabou", afirma a ceramista Erli Fantini, criadora da mostra.

Grande parte das cerâmicas que estarão por lá passam por um processo complexo de queima. As peças são aquecidas em um forno a lenha a cerca de 1 400ºC e, depois, precisam ficar resfriando por uma semana. Os preços das peças variam bastante. "Temos itens a partir de 10 reais e alguns que chegam a custar 1000 reais", diz Emília Pimentel, organizadora do evento. Quem comprar levará para casa um objeto único, já que uma das exigências feitas pela organização aos ceramistas é não levar para a exposição peças produzidas em série. "Fazemos questão que sejam apenas obras sem réplicas", diz Emília.

Cerca de 10 000 pessoas são esperadas durante os três dias de feira. "É uma chance de conversar com os escultores e tirar dúvidas sobre o processo de criação das obras", diz Emília.

Feira de Cerâmica de Minas Gerais

Mercado Central. Avenida Augusto de Lima, 744, Centro, 3274 9434. Sexta (25), 14h/19h, sábado (26), 9h/18h,a domingo (27), 9h/13h. Grátis.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE