Turismo

Salão Mineiro de Turismo aposta na gastronomia para conquistar viajantes

Delícias do Estado terão lugar de destaque no encontro

Por: João Renato Faria - Atualizado em

Sérgio Mourão
(Foto: Redação VejaBH)

Ninguém discute que o pão de queijo, o feijão tropeiro e aquela cachacinha são a cara do nosso Estado. Não por acaso, a nossa cozinha terá papel de destaque na sexta edição do Salão Mineiro de Turismo, na sexta (14) e no sábado (15), no Minascentro. No encontro, que espera receber 12 000 pessoas, será reforçada a imagem de Minas Gerais como um destino gastronômico.

"Queremos atrair os turistas pela barriga", diz Silvana Nascimento, subsecretária estadual de turismo. A inspiração é o Peru, que reinventou a sua percepção no exterior calcada na sua culinária e hoje é um dos destinos mais visitados da América do Sul. "O fato de nossos pratos serem muito típicos são um atrativo a mais e ajudam o visitante a decidir que vai nos visitar", conta Silvana.

A iniciativa já vem dando frutos. Em Tiradentes, o festival gastronômico colocou a cidade como um destino reconhecido no país inteiro, além de elevar a economia local. "O PIB de lá cresceu mais 50% desde o início do evento", conta Silvana.

No Salão, não faltarão oportunidades de experimentar nossas delícias. Representando as regiões de Minas, stands oferecerão produtos típicos como bolinhos, queijos, cafés e cachaças. O evento também terá a segunda edição do Salão da Gastronomia Mineira, com mesas-redondas, discussões e palestras. "Queremos também difundir boas práticas e as experiências dos nossos chefs."

Outro objetivo do Salão é levar os próprios moradores a visitar mais o Estado. "Queremos que o mineiro considere Minas Gerais como um destino para as férias ou uma viagem", diz Silvana, lembrando a diversidade de atrações que vai além da gastronomia, como cachoeiras, esportes radicais, cidades históricas e museus. "Tem muita coisa bonita para se ver aqui."

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE