Saúde

Calor e tempo seco em BH podem causar problemas respiratórios graves

Crises de rinite, sinusite e alergia podem velar os belo-horizontinos ao hospital

Por: João Renato Faria - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

O calor e o tempo seco estão castigando Belo Horizonte há vários dias. Quem sofre com essa combinação são as vias respiratórias, já que a baixa umidade do ar aliada às altas temperaturas geram um ressecamento das mucosas. "Nariz, traqueia e brônquios ficam desprotegidos com um clima assim", diz o professor Ricardo de Amorim Corrêa, pneumologista do departamento de clínica médica da Universidade Federal de Minas Gerais.

Segundo ele, quem já tem doenças como asma e bronquite costumam sofrer mais porque a respiração fica prejudicada. Mas outros problemas como infecções, sinusites, alergias e rinite também costumam aparecer. "Como temos um aumento de partículas em suspensão e o organismo já não tem o muco protetor, essas doenças podem aparecer."

Por isso, a sugestão é se manter hidratado, já que a água ajuda a manter o sistema respiratório funcionando corretamente. Devem ser evitados ambientes empoeirados, poluídos ou com resíduos, como áreas de construção e locais onde ocorreram queimadas.

E fique de olho no nariz. Caso apareçam secreções com colorações amareladas ou esverdeadas, vale uma visita ao médico. "Esses são sinais de infecções secundárias perigosas", alerta Corrêa.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE