Lazer

Quinze parques mais frequentados da cidade são boa pedida para a curtição da criançada

VEJA BH visitou e avaliou as áreas verdes que podem ser opção de férias ao ar livre

Por: Luisa Brasil - Atualizado em

Gustavo Andrade/Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Tirem as crianças da sala. Com uma área equivalente a 1 200 campos de futebol, os parques de Belo Horizonte são um bom lugar para os pequenos gastarem sua energia perto da natureza e longe do computador, da televisão e dos videogames nas férias. E passear por algum desses oásis de tranquilidade também é uma dica valiosa para os adultos. A capital mineira tem 72 parques, sendo 58 deles abertos ao público. No Centro, o Parque Municipal é o campeão de visitas. Considerado o pulmão da região, recebe cerca de 600 000 pessoas por mês, que vão atrás do ar puro e da calmaria, raramente encontrados por aqueles lados. VEJA BH visitou os quinze parques mais frequentados da cidade e conferiu o que eles oferecem ao público. Há opções para quem gosta de trilhas, brincadeiras e esportes ou para quem quer apenas relaxar. Confira a seguir o que eles têm de melhor:

Parque Roberto Burle Marx

Foi reformado em 2010 e ainda mantém o aspecto de novinho, com jardins e equipamentos bem conservados. A maior atração é o vasto gramado, com pequenas fontes, que pode ser usado para piqueniques nos fins de semana. Em geral, é frequentado por observadores de pássaros. Uma das espécies encontradas ali é o tiê-sangue, ave de plumagem rubro-negra considerada uma das mais belas do mundo. Na parte alta do parque, à qual se tem acesso por uma longa escadaria, há quadras e brinquedos infantis.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: não | Estacionamento: não

Avenida Ximango, 809, Flávio Marques Lisboa. Funcionamento: diariamente, das 7 às 18 horas.

Parque Municipal

Na área de 180 000 metros quadrados é possível fazer caminhadas ou apenas sentar-se em um dos enormes bancos de madeira para relaxar. O parque é recomendado para crianças por possuir às várias opções de diversão. Além dos brinquedos tradicionais, como o carrossel e o trenzinho, pode-se andar de burrico ou alugar um barquinho para passear na lagoa. Os mais nostálgicos aproveitam para tirar uma foto com o lambe-lambe.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: sim | Estacionamento: não

Avenida Afonso Pena, 1377, Centro. Funcionamento: de terça a domingo, das 6 às 18 horas.

Renato Azeredo

O pequeno centro de lazer na Região Nordeste de BH conta com uma quadra poliesportiva e brinquedos, além de uma curta e íngreme pista para caminhada. Apesar do pouco espaço disponível, o empresário Emerson Silva Ferreira encontrou uma área gramada para praticar slackline. "Há lugares mais amplos, mas aqui também dá para fazer", afirma ele, que sempre leva a filha para brincar enquanto se exercita.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: não | Estacionamento: não

Avenida José Cleto, s/nº, Palmares. Funcionamento: de terça a domingo, das 8 às 18 horas.

Gustavo Andrade/Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Parque das Mangabeiras

Localizado ao pé da Serra do Curral, é a maior área verde de Belo Horizonte, com 2,8 milhões de metros quadrados. Há três roteiros de visitação à escolha. O da Mata e o das Águas passam por trilhas, riachos e lagos. Já o do Sol abrange as áreas recreativas do parque, incluindo quadras de tênis, peteca e futebol — que podem ser alugadas por hora — e a pista de skate, que lota nos fins de semana.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: sim | Estacionamento: sim

Avenida José do Patrocínio Pontes, 580, Mangabeiras. Funcionamento: de terça a domingo, das 8 às 18 horas.

Marcos Mazzoni

O parque possui diversos espaços de contemplação, além de brinquedos e academia a céu aberto. Sua vegetação densa, com muita sombra, é ideal para quem quer descansar ou ler um livro. Ali não há locais apropriados para a prática de esportes, mas a pista de cooper da Avenida José Cândido da Silveira, no bairro Cidade Nova, fica bem ao lado.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: não | Estacionamento: não

Rua Deputado Bernardino de Sena Figueiredo, 1022, Cidade Nova. Funcionamento: de terça a domingo, das 8 às 18 horas.

Nossa Senhora da Piedade

É uma referência de política ambiental na cidade. Sua área abrigava o Córrego Nossa Senhora da Piedade, que funcionava como depósito de lixo. Em 2008, o terreno foi transformado em parque e parte do córrego represada em um belo espelho-d'água. Ali é possível encontrar peixes e aves. Durante a tarde, a pista de skate fica lotada de jovens. Uma pequena trilha de caminhada, brinquedos e uma academia a céu aberto são outras opções de lazer.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: não | Estacionamento: sim

Rua Rubens de Souza Pimentel, 750, Aarão Reis. Funcionamento: de terça a domingo, das 8 às 18 horas.

Jacques Cousteau

O parque é ideal para quem quer um contato mais estreito com a natureza, pois grande parte de sua área é coberta por vegetação. Conta com um pequeno espaço para a recreação de crianças, mas o maior atrativo são duas trilhas. O percurso de terra é usado para caminhada ou até corrida. Também funciona como um horto, em que são produzidas plantas ornamentais, usadas nos demais jardins da cidade.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: não | Estacionamento: não

Rua Augusto José dos Santos, 366, Betânia. Funcionamento: de terça a domingo, das 8 às 18 horas.

Aggeo Pio Sobrinho

É um refresco em meio ao crescimento do bairro Buritis, na Região Oeste. O engenheiro Marcos Bellorio costuma levar ali seu filho, Lucas, de 2 anos, para brincar. "Tentamos tirá-lo de casa para gastar energia e sair da frente da TV." A área de recreação ocupa apenas 5% do parque. O restante é uma reserva com entrada proibida ao público. Tem pista para caminhada, parquinho com brinquedos de madeira, academia a céu aberto e uma quadra de futebol soçaite.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: não | Estacionamento: não

Avenida Professor Mário Werneck, 2691, Buritis. Funcionamento: de terça a domingo, das 8 às 18 horas.

Fazenda Lagoa do Nado

O terreno, que era uma fazenda pertencente ao ex-prefeito de Belo Horizonte Américo René Gianetti, foi transformado em parque em 1994, depois de muita pressão popular. No antigo casarão funciona o Centro Cultural Lagoa do Nado, que abriga uma agradável biblioteca. Há um parque esportivo com diversas quadras, parquinho para as crianças e um teatro de arena. Também é possível fazer trilhas e apreciar as 130 espécies de árvore, como o ipê e o jatobá. Uma pista de skate está sendo construída, com previsão de entrega no primeiro semestre de 2014.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: não | Estacionamento: não

Rua Desembargador Lincoln Prates, 240, Itapoã. Funcionamento: de terça a domingo, das 8 às 17 horas.

Gustavo Andrade/Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Parque JK

Pela manhã, o parque recebe muitas famílias que levam os bebês para tomar banho de sol. Tem parquinho para as crianças e uma área pavimentada, onde é possível andar de bicicleta. À noite, o movimento é dos praticantes de corrida e caminhada, que utilizam a pista de cooper de 700 metros. Uma barraquinha vende água de coco. Nos fins de semana, donos de cachorros se reúnem no gramado, onde vários animais ficam soltos. O local também conta com academia a céu aberto e um campo de futebol.

Bebedouro: sim | Banheiro: não | Alimentação: sim | Estacionamento: sim

Avenida dos Bandeirantes, s/nº, Sion. Funcionamento: 24 horas.

Orlando de Carvalho Silveira

Situado em uma área residencial do Bairro da Graça, na Região Nordeste, o espaço atrai muitos caminhantes pela manhã. A pista de 250 metros é ideal para andar, mas, por ser sinuosa e inclinada, não é indicada para corredores. Na entrada, há uma academia a céu aberto, brinquedos infantis de madeira e uma área de concreto em que a criançada pode pedalar. Um dos pontos negativos é o barulho dos ônibus e dos carros vindos da Avenida Cristiano Machado, que margeia a parte inferior do parque.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: não | Estacionamento: não

Rua Juruá, 860, Bairro da Graça. Funcionamento: de terça a domingo, das 8 às 18 horas.

Vencesli Firmino da Silva

Frequentado por adolescentes de segunda a sexta-feira, o local atrai principalmente esportistas no fim de semana. Conta com duas quadras de areia para peteca e vôlei, duas quadras poliesportivas e um campo de futebol de terra — que costuma alagar em dias chuvosos. Também tem um pequeno half-pipe (pista de skate em formato de U). Para as crianças, há um parquinho com brinquedos de madeira. Animais domésticos e bicicletas não são permitidos.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: não | Estacionamento: não

Rua dos Agrônomos, 285, Alípio de Melo. Funcionamento: de terça a domingo, das 8 às 18 horas.

Serra do Curral

O símbolo da capital tem uma parte aberta ao público. Inaugurado

em 2012, o parque conta com duas trilhas. A primeira é uma subida pela estrada da serra, que leva cerca de trinta minutos. Seu ponto de chegada é um mirante com uma das mais belas vistas de BH. O segundo percurso, chamado Travessia da Serra, é mais pesado e só pode ser feito com agendamento pela internet (www.parqueserradocurral.com.br). A travessia, proibida a menores

de 14 anos, é guiada e tem 4,5 quilômetros. No trajeto, de três horas, os visitantes passam por dez mirantes. Recomenda-se que eles levem água e comida para suportar a caminhada.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: não | Estacionamento: não

Avenida José do Patrocínio Pontes, 1951, Mangabeiras. Funcionamento: de terça a domingo, das 8 às 17 horas.

Estrela Dalva

O parque fica em frente à Escola Municipal Prefeito Aminthas de Barros e por isso costuma ser frequentado por estudantes durante a semana. As irmãs Juliana Fagundes, de 5 anos, e Mariana, de 3, sempre passam por lá antes da aula. "Aqui elas brincam ao ar livre sem se preocupar com carros e com insegurança", afirma a mãe delas, a estudante Bárbara Fagundes. A topografia do lugar é íngreme, e há pouca sombra. Tem barras para alongamento e academia a céu aberto. Na área superior, há um teatro de arena, usado em eventos.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: não | Estacionamento: não

Avenida Costa do Marfim, 400, Estrela Dalva. Funcionamento: de terça a domingo, das 8 às 18 horas.

Barragem Santa Lúcia

Construída para conter as águas da chuva, a barragem acabou se tornando um espaço de lazer para os moradores dos bairros adjacentes à Avenida Prudente de Morais e ao Aglomerado Santa Lúcia. A lagoa passou por um desassoreamento neste ano. Em seu entorno, há uma pista de cooper plana e com perímetro de 800 metros, por onde circulam muitos idosos. O local conta ainda com uma quadra poliesportiva e dois campos de futebol de terra, mas eles carecem de manutenção. Ao contrário da maioria dos parques da capital, este permite cachorros e bicicletas infantis e adultas.

Bebedouro: sim | Banheiro: sim | Alimentação: sim | Estacionamento: sim

Avenida Arthur Bernardes, 85, Vila Paris. Funcionamento: 24 horas. ■

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE