Cinema: 05 a 11/05

Programação de cinema

- Atualizado em

2268_roteiro_cinema.jpg
(Foto: Redação VejaBH)

PRÉ-ESTREIAS

✪✪ GIRIMUNHO, de Helvécio Marins Jr. e Clarissa Campolina (Brasil/Espanha/Alemanha, 2011). É inegável: a dupla de cineastas tem um senso estético apurado. Os enquadramentos são perfeitos, a bela fotografia traz algo das telas do pintor Almeida Júnior e o ritmo, embora lentíssimo, não incomoda. Mesmo com todos os predicados, faz falta um roteiro à altura das imagens requintadas. Filmado na região rural da cidadezinha de São Romão, em Minas Gerais, o drama mostra o cotidiano de Bastu (Maria da Conceição). Essa octogenária acabou de perder o marido, mora com os netos num casebre e, com a energia dos jovens, tira a viuvez de letra. Usando não atores para todos os papéis e perdendo-se no tempo ao prolongarem situações banais, os realizadores fazem um flerte com o documentário de forma poética. Contudo, a certa hora, há falta de profundidade no enredo (90min). 10 anos. Belas Artes 3.

ESTREIAS

✪✪✪ O AMOR CHEGA TARDE, de Jan Schütte (Love Comes Lately, Alemanha/Áustria/EUA, 2007). Realidade e ficção se confundem nesta simpática comédia dramática inspirada em contos de Isaac Bashevis Singer (1904-1991). A história gira em torno de Max Kohn (Otto Tausig), um imigrante austríaco de 80 anos que vive em Nova York e tem uma namorada um pouco mais jovem (papel de Rhea Perlman). Escritor com imaginação fértil, Kohn se deixa levar pela trama que está escrevendo: a de um senhor na Flórida às voltas com novas paixões, mortes inesperadas e crimes imperfeitos. Embora seja um registro por vezes melancólico da velhice, há vitalidade e bossa na trajetória do protagonista (86min). 12 anos. Estreou em 4/5/2012. Legendado: BH Shopping 6.

✪✪✪ ANJOS DA LEI, de Phil Lord e Chris Miller (21 Jump Street, EUA, 2012). Diretores da divertida animação Tá Chovendo Hambúrguer, Lord e Miller acertam a mão em seu primeiro filme com atores. O título foi extraído do seriado homônimo, que durou de 1987 a 1991 e marcou o início da carreira de Johnny Depp. Contudo, sai o drama policial e entra uma divertidíssima comédia cujos protagonistas, Channing Tatum e Jonah Hill, são também os produtores — o polivalente Hill, indicado ao Oscar de coadjuvante por O Homem que Mudou o Jogo, ainda foi roteirista. Embora sem nada em comum, os atores demonstram sintonia invejável. A trama tem início quando o bonitão Jenko (Tatum) e o nerd gorduchinho Schimidt (Hill) estão no último ano do colegial. Tempos depois, eles se reencontram numa academia de polícia e se tornam amigos inseparáveis. Depois de formados, ganham o primeiro emprego como... guardas de um parque (!). Eles querem caçar bandidos, mas, para isso, precisam prender um criminoso. Infiltram-se, então, como adolescentes numa escola para identificar um traficante que fornece drogas aos alunos. Sem apelar para a baixaria, algo comum em fitas do gênero, o filme traz piadas engenhosas, num misto de humor e ação na medida certa. Com Ice Cube e Dave Franco, irmão caçula do também ator James Franco (109min). 16 anos. Estreou em 4/5/2012. Dublado: Betim Shopping 1, Big Shopping 2, Minas Shopping 5, Pampulha Mall 5, Shopping Norte 5, Via Shopping 1. Legendado: BH Shop­ping 2, Boulevard 4, Del Rey 6, Diamond Mall 2, Itaú Power 2, Paragem 2, Pátio Savassi 6, Shopping Cidade 3.

✪ UM HOMEM DE SORTE, de Scott Hicks (The Lucky One, EUA, 2012). Os livros do autor americano Nicholas Sparks quase sempre ganham açucaradas adaptações para o cinema — talvez a única exceção seja Diário de uma Paixão (2004). Não foge à regra este drama romântico que pretende fazer de Zac Efron um ídolo de gente grande. Consagrado no seriado musical para adolescentes High School Musical, Efron, de 24 anos, encorpou, ficou musculoso e deixou uma barba cerrada para livrar-se da cara de bebê. Continua, porém, atuando no piloto automático, e prejudica ainda mais uma trama que pede tensão de seu personagem. A história mostra a trajetória do fuzileiro naval americano Logan (Efron). Depois de servir no Iraque e voltar de lá atormentado pelos conflitos, ele vai em busca de uma mulher cuja fotografia lhe salvou a vida. Na área rural de uma cidadezinha, Logan a encontra. Trata-se de Beth (Taylor Schilling), dona de um canil que vive com a avó (Blythe Danner) e morre de saudade do irmão, morto na guerra. Sem revelar o motivo de sua estada, o protagonista aceita trabalhar na fazenda. Consegue ganhar a amizade do filho da patroa e vira inimigo número 1 do ex-marido dela, papel de Jay R. Ferguson (101min). 12 anos. Estreou em 4/5/2012. Legendado: BH Shopping 9, Big Shopping 3, Boulevard 5, Del Rey 4, Pampulha Mall 4, Paragem 3, Pátio Savassi 2, Shopping Cidade 6, Shopping Norte 3, Via Shopping 2.

✪✪✪ PARAÍSOS ARTIFICIAIS, de Marcos Prado (Brasil, 2012). O truque de usar a narrativa de vaivém, em moda no cinema nacional (vide o recente Heleno), funciona bem neste drama. No centro da trama está o conturbado relacionamento de Érika e Nando (papéis de Nathalia Dill e Luca Bianchi). A fita tem início no Rio de Janeiro com o protagonista deixando a cadeia. Para saber o motivo que levou esse rapaz de classe média à condenação, o roteiro retrocede quatro anos. Em Amsterdã, Nando vive uma intensa paixão pela também brasileira Érika. O enredo agora foca nessa DJ e, de volta ao passado, mostra a íntima relação dela com Lara (Lívia de Bueno). No Nordeste para participar de um festival de música eletrônica, as liberais namoradinhas experimentam pesadas drogas alucinógenas. O primeiro longa-metragem de ficção de Marcos Prado (do formidável documentário Estamira) vem escudado na impecável fotografia de Lula Carvalho (Tropa de Elite) e na afiada direção de arte de Cláudio Amaral Peixoto (O Palhaço). Atrás de um argumento ousado, Prado apresenta uma realização ritmada — seja por causa do balanço da trilha sonora, seja pelos lances novelescos da história. Embora previsível e pouco profundo, o filme conjuga tragédias e romances para deixar a plateia satisfeita (96min). 16 anos. Estreou em 4/5/2012. BH Shopping 5, Boulevard 1, Del Rey 7, Diamond Mall 4, Itaú Power 1, Minas Shopping 6, Pampulha Mall 3, Paragem 4, Pátio Savassi 7, Shopping Cidade 1, Via Shopping 5.

EM CARTAZ

✪✪ AMERICAN PIE: O REENCONTRO, de Jon Hurwitz e Hayden Schlossberg (American Reunion, EUA, 2012). Treze anos depois do filme pioneiro, os personagens, agora trintões, voltam a se reunir. O motivo é uma festa da escola onde eles se formaram em 1999, no interior do estado de Michigan. Quem viu ao menos o primeiro longa-metragem vai rir mais e identificar melhor as piadas. Depois dele, vieram mais duas fitas (de 2001 e 2003) e três oportunistas telefilmes sem o elenco original. Trata-se aqui do amadurecimento de uns, da ainda infantilidade de outros, de traições conjugais e relações desgastadas. Para uma comédia juvenil, até que o saldo se mostra adulto e satisfatório, embora traga cenas grosseiras e tolas brincadeiras com sexo para fisgar um novo público adolescente. Protagonista da cinessérie, Jim (Jason Biggs) casou com Michelle (Alyson Hannigan). Agora pais, eles vivem um relacionamento morno. Escoltado por uma beldade, Oz (Chris Klein) virou comentarista esportivo de TV, enquanto Kevin (Thomas Ian Nicholas) e sua mulher encontraram um novo prazer... vendo seriados na TV (!). Já Finch (Eddie Kaye Thomas) rodou o mundo e o inconveniente Stifler (Seann William Scott) continua o mesmo babaca de sempre. O roteiro capta bem o espírito saudosista e traz situações muito divertidas. Disfarça, porém, a caretice em sequências aparentemente transgressoras (113min). 16 anos. Estreou em 20/4/2012. Dublado: Minas Shopping 2. Legendado: BH Shopping 6, Boulevard 3, Del Rey 5, Diamond Mall 3, Itaú Power 3, Pátio Savassi 1, Shopping Cidade 2.

✪✪ ESPELHO, ESPELHO MEU, de Tarsem Singh (Mirror Mirror, EUA, 2012). Diretor de A Cela (2000) e do recente Imortais, o indiano Tarsem Singh realiza aqui seu melhor trabalho. Mas isso não quer dizer muita coisa porque seus filmes anteriores eram medíocres. A ideia é fazer uma releitura da fábula de Branca de Neve, subvertendo a história original dos irmãos Grimm ao injetar feminismo, mudanças e modernizações. Como comédia, às vezes funciona, sobretudo quando Julia Roberts, posando de Rainha Má e numa acertada atuação, está em cena. O enredo cobre a trajetória da jovem Branca de Neve (Lily Collins), perseguida por sua madrasta após a morte do pai. O reinado vive seus piores dias e a rainha, além de deixar o povo passando fome, precisa encontrar um príncipe rico para equilibrar o orçamento. Mas o bonitão Alcott (Armie Hammer) se encanta mesmo é por Branca de Neve. Sem que o pretendente saiba, a rainha manda seu fiel súdito (Nathan Lane) matá-la. Ele, porém, a deixa sobreviver e, com a ajuda dos sete anões, a mocinha vai reverter o jogo. Adepto de um visual espalhafatoso, o realizador exagera na direção de arte e nos figurinos, e o que se pretendia luxo vira brega (106min). Livre. Estreou em 6/4/2012. Dublado: BH Shopping 10, Big Shopping 4, Itaú Power 4, Minas Shopping 4, Pampulha Mall 1, Paragem 1, Shopping Norte 4, . Legendado: Diamond Mall 6.

✪ FÚRIA DE TITÃS 2, de Jonathan Liebesman (Wrath of Titans, EUA, 2012). Ainda mais fraca do que o episódio original, de 2010, esta sequência da aventura épica tem um roteiro chinfrim para sustentar uma epopeia repleta de efeitos visuais por vezes grandiosos — o ponto alto é o desfecho, na luta entre Perseu e o monstro Cronos. Mas, para chegar até lá, o espectador pena para aguentar um roteiro lenga-lenga, comandado sem empolgação pelo diretor do irritante Invasão do Mundo — Batalha de Los Angeles (2011). Na trama, Perseu (papel do mesmo Sam Worthington, aqui bolachudo e fora de forma) derrotou o monstro Kraken e agora leva uma vida tranquila como pescador junto do pequeno filho. A calmaria, contudo, tem hora para acabar. Seu pai, Zeus (Liam Neeson), foi feito prisioneiro no abismo do Tártaro pelo próprio filho, Ares (Édgar Ramírez), e pelo irmão, Hades (Ralph Fiennes). Resta ao protagonista embarcar rumo ao desconhecido, enfrentar os titãs e libertar o pai, para o bem da humanidade (99min). 12 anos. Estreou em 30/3/2012. Dublado: Big Shopping 4, Shopping Norte 4. Dublado, em 3D: Del Rey 2, Shopping Cidade 5. Legendado: Paragem 5.

✪✪✪ HABEMUS PAPAM, de Nanni Moretti (Habemus Papam, Itália/França, 2011). Comédia dramática. No novo longa-metragem do diretor italiano de O Quarto do Filho (2001), a história tem um fundo dramático, mas ganha tratamento bem-humorado. Depois da morte do papa, o conclave do Vaticano se reúne para escolher um sucessor. Na hora de apresentá-lo aos fiéis na Praça São Pedro, o substituto (papel de Michel Piccoli) tem um surto e sofre uma crise de identidade: estaria ele preparado para ser o representante de Deus? Para ajudá-lo a resolver o problema, surge um psicanalista, interpretado pelo próprio diretor. Moretti, um dos roteiristas, pode ser excessivo como ator, mas sua trama flui bem com um tema pra lá de insólito. Ateu e esquerdista, o realizador até põe o clero em si­tua­ções embaraçosas, mas, refinado, jamais escorrega na má educação (102min). Livre. Estreou em 16/3/2012. Legendado: Belas Artes 3.

✪✪ JOGOS VORAZES, de Gary Ross (The Hunger Games, EUA, 2012). Jogos Vorazes é o primeiro episódio de uma trilogia de livros escritos pela americana Suzanne Collins — os seguintes são Em Chamas e A Esperança. Fenômeno editorial, a série já vendeu 13 milhões de exemplares nos Estados Unidos e, no Brasil, também é um sucesso entre leitores jovens. A adaptação para o cinema deve seguir por esse caminho e encontrar seu público-alvo, o mesmo que fez da cinessérie Crepúsculo um estrondoso barulho nas bilheterias. Na trama, a América do Norte virou o território de um regime totalitário chamado Panem. Depois de uma rebelião contra o sistema, seus doze distritos são obrigados a mandar, anualmente, um garoto e uma garota, entre 12 e 18 anos, para um torneio mortal. Levados para uma floresta, os 24 participantes vão lutar até a morte. Só um sobreviverá diante das câmeras do reality show transmitido pela TV para todo o país. Vindos do Distrito 12, o mais pobre deles, Katniss Everdeen (Jennifer Law­rence) e Peeta Mellark (Josh Hutcherson) são os protagonistas desta aventura de ficção científica. Com enredo inusitado e envolvente, a fita tem direção de arte, figurinos e penteados horrendos e suaviza a violência para não chocar a meninada. Com Woody Harrelson, Stanley Tucci e Wes Bentley, um bom trio de atores, aqui em interpretações afetadas (142min). 12 anos. Estreou em 23/3/2012. Legendado: Paragem 5.

✪✪✪ O LORAX — EM BUSCA DA TRÚFULA PERDIDA, de Cris Renaud (Dr. Seuss' The Lorax, EUA, 2012). Desde a década de 30, as histórias infantis do escritor Dr. Seuss (1904-1991) têm sido adaptadas para o cinema. Na última década, o autor foi redescoberto em filmes como O Grinch (2000) e na animação Horton e o Mundo dos Quem! (2008). Também tem brilho, graça e fundo emocional este coloridíssimo desenho animado do mesmo diretor de Meu Malvado Favorito. Pedida para crianças e adultos, a trama ecológica enfoca uma cidade futurista onde o plástico e o metal tomaram conta do verde. As árvores, por exemplo, foram substituídas por engenhocas eletrônicas. Inconformado, um garoto de 12 anos segue as instruções de sua avó e foge do vilarejo emparedado para encontrar uma figura misteriosa. Trancado por opção num sobrado abandonado no campo, o velho Umavez-ildo conta ao menino sua triste história. Quando jovem, ele tinha ideias arrojadas e, sem pensar duas vezes, derrubou as lindas árvores de trúfulas para fazer um produto de várias utilidades com suas plumagens. Quem não gostou nadinha disso foi o Lorax, o guardião da floresta, que protegia a flora e a fauna de fofos bichinhos. Bem-humorada e muito divertida, a fita tem curta duração e imaginação sem fim (86min). Livre. Estreou em 30/3/2012. Dublado, em 3D: Paragem 1.

✪✪ UM MÉTODO PERIGOSO, de David Cronenberg (A Dangerous Method, Inglaterra/Canadá/Alemanha/Suíça, 2011). Drama. Diretor de Senhores do Crime e Marcas da Violência, entre outros bons trabalhos, o canadense Cronenberg parte agora para uma trama menos explosiva na forma, mas igualmente intrigante. Não é, contudo, um filme fácil de ver e digerir. Por vezes teóricos demais, os diálogos cansam. Trata-se aqui da aproximação e do rompimento dos dois mais famosos psicanalistas da história: o suíço Carl Jung (1875-1961) e o austríaco Sigmund Freud (1856-1939). Em 1904, Jung (papel de Michael Fassbender, de Shame) decide tratar Sabina Spielrein (Keira Knigthley), internada num hospital psiquiátrico de Genebra, utilizando o método da psicanálise criado por Freud (Viggo Mortensen). Histérica e tida como louca, essa judia russa se recupera, ingressa na universidade e também se volta para a psiquiatria — a mesma personagem foi tema da fraca fita italiana Jornada da Alma (2002). Dois anos depois do primeiro encontro entre o médico e a paciente, Jung vai até Viena discutir o caso dela e conhecer Freud. Em meio a elipses, o roteiro, escrito por Christopher Hampton (Desejo e Reparação) e inspirado numa peça teatral de sua autoria, vai ainda enfocar o romance velado de Jung e Sabina e as desavenças entre os doutores (100min). 14 anos. Estreou em 30/3/2012. Legendado: Diamond Mall 6.

✪✪ MOTOQUEIRO FANTASMA — ESPÍRITO DE VINGANÇA, de Mark Neveldine e Brian Taylor (Ghost Rider: Spirit of Vengeance, EUA/Emirados Árabes, 2012). Aventura. Há mais ação e menos humor se comparado ao episódio original. Nicolas Cage retorna à pele de Johnny Blaze, agora refugiado no Leste Europeu. Para se livrar da maldição que o torna o incendiário Motoqueiro Fantasma, aceita buscar um menino (Fergus Riordan), filho de uma cigana (Violante Placido), para uma seita secreta de monges. Embora o filme seja mais do mesmo, há competentes e aceleradas cenas de perseguição e um bom uso das esplêndidas locações na Capadócia, na Turquia. Com Ciarán Hinds (95min). 12 anos. Estreou em 17/2/2012. Dublado: Itaú Power 4.

✪✪✪ AS NEVES DO KILIMANJARO, de Robert Guédiguian (Les Neiges du Kilimandjaro, França, 2011). Francês de Marselha, o diretor de A Cidade Está Tranquila (2000) e Marie-Jo e Seus Dois Amores (2002) reúne sua turma de atores prediletos e roda em sua cidade natal mais uma crônica atual, com temas contundentes e discussões oportunas. O drama está centrado no par formado por Marie-Claire (Ariane Ascaride) e Michel (Jean-Pierre Darroussin). Em grave situação financeira, o estaleiro onde ele trabalha dispensa vinte funcionários. Michel, responsável por escolher os demitidos em sorteio, também vai para o olho da rua. A tristeza é recompensada dias depois: os parentes oferecem ao casal uma viagem com tudo pago para a Tanzânia, em um lugarejo aos pés do Monte Kilimanjaro. Não tarda, porém, para que ladrões invadam a casa deles e roubem o dinheiro e as passagens. Por acaso, Michel descobre quem foi um dos assaltantes. Trata-se do jovem Christophe (Grégoire Leprince-Ringuet), seu ex-companheiro de trabalho que, para sustentar dois irmãos menores, partiu para o crime (90min). 12 anos. Estreou em 20/4/2012. Legendado: Belas Artes 2.

✪✪✪ PEQUENOS ESPIÕES 4, de Robert Rodriguez (Spy Kids — All the Time in the World, EUA, 2011). Xodó do diretor Robert Rodriguez, a cinessérie Pequenos Espiões chega com fôlego ao quarto episódio. Como se passaram oito anos desde a última história, o elenco desta aventura foi trocado. Agora é Jessica Alba quem interpreta uma espiã. Mãe de um recém-nascido, ela precisa voltar à ativa para encontrar um sujeito responsável por roubar, pouco a pouco, os minutos do tempo. Ao descobrirem a identidade secreta da madrasta, os irmãos Cecil e Rebecca (papéis de Mason Cook e Rowan Blanchard) vão se tornar os novos espiões mirins. O realizador segue a fórmula de antes: saboroso clima de matinê, efeitos e cenários de jeitão datado, além de cenas de ação e situações divertidas para cair no gosto da criançada — tudo sem aborrecer os adultos (89min). Livre. Estreou em 16/3/2012. Dublado: Paragem 5.

✪✪✪ A PERSEGUIÇÃO, de Joe Carnahan (The Grey, EUA, 2011). O diretor se projetou em Hollywood com a elogiada fita policial Narc (2002), lançada diretamente em DVD no Brasil. O ego nas alturas o fez meter os pés pelas mãos em A Última Cartada (2006) e Esquadrão Classe A (2010), trabalhos movidos a barulheira e violência ilimitáveis. A boa notícia: este suspense dramático, além de comedido na ambição e nada pretensioso, é seu melhor filme. Não há muitas explicações para a origem dos poucos personagens. Sabe-se que eles trabalham numa refinaria de petróleo no Alasca e vivem num ambiente hostil. De volta para casa, os colegas embarcam num avião, que acaba caindo em uma montanha. A maioria deles morre. Além de enfrentarem o frio e a neve, os sobreviventes serão rodeados por lobos. Sem esperança de resgate, seis homens decidem procurar ajuda. Com elenco reduzido, tensão e aflição constantes e extraor­dinárias locações no Canadá, o longa-metragem é mais um eficiente capítulo do tema homem versus natureza selvagem. Liam Neeson faz o protagonista em meio a nomes menos conhecidos (117min). 14 anos. Estreou em 20/4/2012. Legendado: BH Shopping 10.

✪✪✪ O PORTO, de Aki Kaurismäki (Le Havre, Finlândia/França/Alemanha, 2011). Drama. A estranha fita de tintas cômicas segue a linha do trabalho do diretor finlandês de O Homem sem Passado (2002). Quase sempre privilegiando focos de luz no rosto dos personagens, a esplêndida fotografia de Timo Salminen emoldura uma espécie de fábula dramática, embora seu desfecho seja alto-astral. Falada em francês, a história, ambientada no Havre, região portuária no norte da França, mostra os apuros pelos quais passa o sexagenário Marcel Marx (André Wilms). Ele ganha uns trocados como engraxate, sobrevive das doações de seus vizinhos comerciantes e tem uma mulher doente (papel de Kati Outinen). Para piorar, tenta ajudar um menino do Gabão (Blondin Miguel), que entrou ilegalmente no país, a fugir de um inspetor da polícia, papel de Jean-Pierre Darroussin (93min). 12 anos. Estreou em 2/3/2012. Legendado: Belas Artes 3.

✪✪✪ RAUL — O INÍCIO, O FIM E O MEIO, de Walter Carvalho (Brasil, 2011). Documentário. Premiado diretor de fotografia, Walter Carvalho (Central do Brasil) foi atrás da trajetória do baiano Raul Seixas (1945-1989). Cronologicamente, o realizador vai do nascimento à morte de Raul. Volta à Bahia para mostrar o fascínio do cantor por Elvis Presley na adolescência e o surgimento de Raulzito e os Panteras, seu primeiro disco, gravado em 1968, no Rio de Janeiro. O sucesso, contudo, veio a partir dos LPs Krig-Ha Bandolo! (1973), com Metamorfose Ambulante e Ouro de Tolo, e Gita (1974), trazendo, além da faixa-título, Medo da Chuva e Sociedade Alternativa. Persistente, Carvalho chegou a duas ex-esposas, três ex-companheiras, três filhas e um neto de Raul. Entre outros, o escritor Paulo Coe­lho, os jornalistas Pedro Bial e Nelson Motta e os cantores Marcelo Nova e Caetano Veloso dão depoimentos. Há ainda achados, como Cláudio Roberto, coautor de Rock das Aranhas e Cowboy Fora da Lei, e Edy Star, integrante do disco Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10, de 1971. Muitas imagens-relíquia também estão presentes, entre elas cenas do obscuro filme em super 8 Contatos Imediatos do Quarto Graal, em louvor ao satanismo. Levado em narrativa hipnótica, o documentário tem algumas apelações, como fazer a humilde secretária de Raul voltar ao apartamento onde ele foi encontrado morto. Talvez sejam tentativas de comover a plateia. Mas só de ouvir as canções do Maluco Beleza os espectadores já se emocionam (120min). 14 anos. Estreou em 23/3/2011. Betim Shopping 2.

✪✪✪ SETE DIAS COM MARILYN, de Simon Curtis (My Week with Marilyn, EUA/Inglaterra, 2011). Inspirado em caso real, o drama apresenta a história do jovem inglês Colin Clark (Eddie Redmayne). Em 1956, aos 23 anos, o educado rapaz vindo de uma abastada família procura sua independência e vai bater à porta do prestigiado ator e diretor Laurence Olivier (Kenneth Branagh). De tanto insistir, acaba arranjando uma vaga de terceiro assistente de direção do novo filme da produtora, O Príncipe Encantado. Seria um emprego comum se a estrela da fita não fosse a deslumbrante e já muito famosa Marilyn Monroe, em sua primeira produção fora dos Estados Unidos. A relação entre Clark e Marilyn tende a ficar cada vez mais estreita quando a atriz, casada com o escritor Arthur Miller (Dougray Scott), demonstra interesse no novo amigo. Embora em nada lembre Marilyn, a mignon Michelle Williams, candidata ao Oscar, fez uma boa composição de personagem, mais escorada no comportamento instável do que no físico da diva. Correto e sem muitas pretensões, o filme também acerta ao mostrar as várias faces da protagonista — da humildade aos chiliques, da carência à fragilidade emocional, do talento nato para a comédia à exuberância como símbolo sexual (99min). 12 anos. Estreou em 27/4/2012. Legendado: Diamond Mall 3, Paragem 1.

✪✪✪✪ TITANIC EM 3D, de James Cameron (EUA, 1997/2012). O enredo é conhecido. Nos tempos atuais, um caçador de tesouros (Bill Paxton) está à procura de um colar de diamantes entre os escombros do Titanic. A joia pertencia a Rose DeWitt, uma centenária senhora interpretada por Gloria Stuart, que relembra onde tudo começou. A ação volta a 1912, quando o transatlântico partiu em sua viagem inaugural, da Inglaterra para Nova York, levando 2 200 passageiros. O foco do roteiro recai sobre a improvável paixão da bem-nascida Rose (Kate Winslet), noiva de um almofadinha milionário (Billy Zane), pelo desenhista pobretão Jack Dawson (Leonardo DiCaprio). Foi, provavelmente, sem muito conforto nem projeção adequada que os espectadores viram nos cinemas, em 1998, a fita dirigida por James Cameron, vencedora de onze prêmios no Oscar. A versão em 3D não é um caça-níquel e pode arrancar aplausos após a sessão. Ainda impecável sob o ponto de vista técnico, o drama romântico apresenta uma trama de amor irresistível e, mesmo quinze anos depois, os efeitos visuais arrebatam. Com tecnologia avançada e bem mais preparados, os cinemas agora oferecem uma atração à altura da excelência do longa-metragem (194min). 12 anos. Estreou em 13/4/2012. Dublado: Del Rey 2, Shopping Cidade 5.

✪✪ OS VINGADORES, de Joss Whedon (The Avengers, EUA, 2012). Um dos filmes mais aguardados pelos fãs de HQ mostra-se irregular. Se há quase duas horas substituindo a ação pela enrolação, o terço final, com Nova York (onde mais?) sendo destruída, acaba compensando. A ideia de reunir, pela primeira vez no cinema, seis personagens da Marvel rende uma guerrinha de egos e boas piadas internas. Nesse quesito, os embates verbais entre o tecnológico Tony Stark (Robert Downey Jr.), sem a armadura do Homem de Ferro, e o datado Capitão América (Chris Evans) viram o centro das atenções. Ainda são divertidas as demonstrações de força do monstro verde Hulk, que não poupa nem mesmo seus aliados. A trama meia-boca enfoca Tesseract, um cubo mágico cuja imensa fonte de energia pode arrasar a Terra. Vindo do planeta Asgard, Loki (Tom Hid­dleston), irmão de Thor (Chris Hemsworth), invade o porta-aviões espacial onde fica a agência secreta S.H.I.E.L.D. para roubar o objeto. Com seus poderes, hipnotiza o professor Selvig (Stellan Skarsgard) e o Gavião Arqueiro (Jeremy Renner). Mas o chefe Nick Fury (Samuel L. Jackson) tem a astúcia de entrar em contato com Stark, Capitão América e o Dr. Bruce Banner/Hulk (Mark Ruffalo) para ajudá-lo a enfrentar o inimigo. Thor também reaparece para dar uns sopapos no irmão e uma mãozinha aos super-heróis. Bela e lutadora elástica, Scarlett Johansson reencarna Natasha Romanoff, a Viúva Negra (142min). 12 anos. Estreou em 27/4/2012. Dublado: Betim Shopping 3, BH Shopping 8, Big Shopping 1, Minas Shopping 3, Pampulha Mall 1 e 2, Shopping Cidade 7, Shopping Norte 2, Via Shopping 3. Dublado, em 3D: BH Shopping 1, Big Shopping 5, Boulevard 6, Del Rey 1, Itaú Power 6, Minas Shopping 1, Pampulha Mall 6, Pátio Savassi 4, Shopping Cidade 4, Shopping Norte 1, Via Shopping 4. Legendado: BH Shopping 4 e 7, Boulevard 2, Del Rey 3, Diamond Mall 1, Itaú Power 5, Pátio Savassi 8. Legendado, em 3D: BH Shopping 3, Diamond Mall 5, Minas Shopping 1, Pampulha Mall 6, Pátio Savassi 3 e 5, Shopping Cidade 4, Via Shopping 4.

✪✪✪ XINGU, de Cao Hamburger (Brasil, 2012). Aventura dramática. Diretor do adorável O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias (2006), Cao Hamburger parte aqui para um projeto bem mais ambicioso: recuperar cerca de vinte anos da história dos irmãos sertanistas Villas-Boas. A grandiosa produção da O2, de Fernando Meirelles, passou quatro meses em locações e o resultado não deixa de ser, no mínimo, tecnicamente impecável. Da direção de arte à fotografia, tudo está em seu devido lugar. Mas talvez esteja aí seu pequeno deslize: falta emoção a trajetórias tão fortes e impactantes. A trama tem início em 1944 quando Cláudio (João Miguel, o melhor do elenco) e o caçula Leonardo (Caio Blat), filhos de um advogado e com espírito aventureiro, alistam-se como peões analfabetos na Expedição Roncador-Xingu, criada pelo governo federal. Logo depois, junta-se a eles o primogênito Orlando (Felipe Camargo). O enredo cobre desde os primeiros contatos com os índios até a criação do Parque Nacional do Xingu, no norte de Mato Grosso (103min). 12 anos. Estreou em 6/4/2012. Pampulha Mall 1.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE