cinema

Cinema: programação para os dias 11 a 17 de janeiro

- Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

Suraj Sharma: o ator indiano é dirigido pelo taiwanês Ang Lee na deslumbrante fita As Aventuras de Pi

PRÉ-ESTREIA

AMOR, de Michael Haneke (Amour, França/Alemanha/Áustria, 2012). Vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes, o drama do diretor de A Fita Branca enfoca o cotidiano de um casal de octogenários, interpretados por Jean-Louis Trintignant e Emmanuelle Riva (127 min). Belas Artes 3, Ponteio 4.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

ESTREIAS

✪✪ JACK REACHER - O ÚLTIMO TIRO, de Christopher McQuarrie (Jack Reacher, EUA, 2012). Em 1995, Christopher McQuarrie foi considerado um roteirista promissor ao faturar o Oscar por Os Suspeitos. De lá para cá, não fez nada de muito empolgante, nem mesmo esta adaptação do livro homônimo de Lee Child, lançado pela Bertrand Brasil. Ele também dirige a fita de ação, estrelada e produzida pelo galã Tom Cruise. De início avassalador, a trama mostra um franco-atirador no topo de um edifício escolhendo as vítimas que vai eliminar. A cena termina com cinco pessoas mortas. Preso na sequência, o suposto matador exige a presença de Jack Reacher (Tom Cruise). Esse sujeito aparece do nada e, ao contrário do pretendido, quer ver o assassino atrás das grades. Ambos foram soldados no Iraque e Reacher acredita estar diante de um psicopata. Mas calma lá. Ao conhecer a advogada de defesa Helen (Rosamund Pike), o protagonista tende a achar que há uma conspiração por trás da chacina. Embora provoque risos (há humor em alguns diálogos), o filme não encontra seu prumo na confusa mistura de comédia e aventura. Com Robert Duvall (130min). 14 anos. Estreou em 11/1/2013. Itaú Power 5, BH Shopping 4, Boulevard 2, Del Rey 3, DiamondMall 4, Minas Shopping 3, Paragem 3, Pátio Savassi 7, Ponteio 1, Shopping Cidade 2, Shopping Estação 4, Via Shopping 5.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪ PARIS-MANHATTAN, de Sophie Lellouche (Paris-Manhattan, França, 2012). A francesa Alice (Alice Taglioni) tinha 15 anos quando viu uma fita de Woody Allen pela primeira vez. A partir de então, fez do cineasta seu guru e com ele tem imaginárias conversas existenciais. A protagonista cresceu, formou-se farmacêutica e vive à procura de um marido. Bonita, solteira e independente, Alice, veja só, receita filmes para seus clientes. Seus pais, a irmã e o cunhado não param de tentar achar o homem ideal para ela. Eis, então, que surge o boa-praça Victor (Patrick Bruel). Charmoso instalador de alarmes, o cara, para desespero de Alice, jamais assistiu a uma produção de seu diretor favorito. Em seu primeiro longa-metragem, Sophie Lellouche tenta homenagear Woody Allen com uma comédia romântica que emula de raspão os trabalhos do grande realizador americano. Feito de quiproquós românticos - ora previsíveis, ora charmosos -, o filme fica só na intenção. A narrativa é embalada por uma deliciosa trilha sonora, cujo ápice traz Ella Fitzgerald em Bewitched (77min). 12 anos. Estreou em 11/1/2013. Belas Artes 1.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪ O SOM AO REDOR, de Kleber Mendonça Filho (Brasil, 2012). O diretor pernambucano vem colhendo prêmios no Brasil e no mundo por este seu primeiro (e superestimado) longa-metragem de ficção. Só no Brasil, levou troféus de melhor filme nos festivais do Rio e de Gramado e na Mostra Internacional de São Paulo. Embora sua crônica recifense traga elementos atuais e contundentes, o disperso roteiro do drama pouco aprofunda temas oportunos. Como existem muitos personagens, as subtramas se perdem e são mal resolvidas. A condução ganha, portanto, ritmo arrastado. Há ainda sequências totalmente dispensáveis - um corte mais afiado na montagem cairia bem. Em pouco mais de duas horas, o diretor e roteirista apresenta um bairro do Recife e seus vários moradores. Entre eles está Bia (Maeve Jinkings), casada e mãe de duas crianças, cujo tormento consiste nos latidos do cachorro da casa ao lado. Já o corretor de imóveis João (Gustavo Jahn) mora num condomínio de classe média, é órfão, tem um primo bandido (Yuri Holanda) e está começando uma relação com Sofia (Irma Brown). Como a região onde eles moram anda sofrendo com uma onda de roubos, uma milícia particular, liderada pelo segurança Clodoaldo (Irandhir Santos), aparece na área a fim de oferecer vigilância paga. Irandhir e W.J. Solha (que faz o avô de João) seguram as pontas, mas a maioria dos atores é tão fraca que nem o realizador consegue contornar as deficiências (131min). 16 anos. Estreou em 11/1/2013. Belas Artes 1, BH Shopping 3.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪ A VIAGEM, de Tom Tykwer, Andy e Lana Wachowski (Cloud Atlas, Alemanha/EUA/Singapura/Hong Kong, 2012). O alemão Tom Tykwer (de Corra, Lola, Corra) e os irmãos Wachowski (da trilogia Matrix) se uniram para um projeto para lá de ambicioso: transformar em filme o livro homônimo de David Mitchell. O título brasileiro do longa-metragem vem a calhar: aceita-se ou rejeita-se a proposta de viajar no tempo por meio de várias histórias e muitos personagens. Para se ter uma ideia, intérpretes como Tom Hanks e Halle Berry chegam a fazer seis papéis, alguns com poucos minutos em cena. Está aí, no entanto, uma das maiores atrações do drama de mistério: devido à caracterização dos astros, fica difícil, em muitos casos, saber quem está por trás dos disfarces. São seis épocas distintas que se alternam em uma trama, por vezes complexa, com quase três horas de duração. Se a atenção for redobrada, não se perderá o fio da meada. Em 1849, um advogado doente (Jim Sturgess) recebe os cuidados de um médico ardiloso (Hanks). O caso de Sixsmith (James D'Arcy) com seu amante é interrompido quando Robert (Ben Whishaw) decide, em 1936, auxiliar um compositor erudito (Jim Broadbent). Já em 1973, uma jornalista (Halle Berry) investiga um empresário inescrupuloso (Hugh Grant). Nos dias de hoje, um escritor medíocre (Hanks) mata um crítico, trazendo fama a seu editor (Broadbent). Há ainda dois enredos ambientados em 2144 e 2300, em clima de ficção científica. Mas o que liga a tão excêntrica empreitada? Carma e vidas passadas são sutilmente sugeridos à plateia como parte do vistoso pacote esotérico. Com Doona Bae, Hugo Weaving e Susan Sarandon (172min). 16 anos. Estreou em 11/1/2013. Dublado: Big Shopping 1, Pampulha Mall 1, Shopping Estação 5, Shopping Norte 2. Legendado: BH Shopping 1 e 8, Boulevard 4, Del Rey 7, DiamondMall 2, Minas Shopping 2, Pátio Savassi 6 e 8, Ponteio 3, Shopping Cidade 5, Shopping Estação 5.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

EM CARTAZ

✪ AMANHECER - PARTE 2, de Bill Condon (Breaking Dawn - Part 2, EUA, 2012). Romance. O desfecho da saga, escrita nos quatro livros de Stephenie Meyer e iniciada no cinema em 2008, revela-se uma decepção. Mesmo sendo Amanhecer — Parte 1 o melhor da cinessérie, tudo de falso e ruim do primeiro longa-metragem, Crepúsculo, volta à tona neste quinto e derradeiro episódio: diálogos explicadinhos, cenografia brega e o insosso casal central atuando no piloto automático. Para piorar, o bebê do vampiro Edward (Robert Pattinson) e da (nova) vampira Bella (Kristen Stewart) é um efeito de computação digital de gosto bem duvidoso. Sem estragar nenhuma surpresa, dá para dizer: a única se­quên­cia de ação de tirar o fôlego não está no livro. De resto, são quase duas horas enrolando a plateia. A trama acompanha o destino de Renesmee, a filha dos protagonistas. Com crescimento acelerado, a menina (interpretada por Mackenzie Foy) torna-se um problema para o clã dos Cullen, do qual Edward faz parte. Por Renesmee ser meio humana, meio vampira, os Volturi, poderosos sanguessugas que vivem na Itália, querem conhecê-la, porém têm más intenções. Se Jacob (Taylor Lautner) perdeu o amor de Bella, agora protege incondicionalmente a filha dela (115min). 12 anos. Estreou em 15/11/2012. Dublado: Itaú Power 4.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪✪ AS AVENTURAS DE PI, de Ang Lee (Life of Pi, EUA/China, 2012). Diretor de O Segredo de Brokeback Mountain, o taiwanês Ang Lee faz uma encantadora adaptação do livro A Vida de Pi, do canadense Yann Martel. A beleza da aventura dramática não está só no enredo, que envolve a fé e o poder divino — concentra-se, sobretudo, em imagens deslumbrantes. Para que o resultado da impecável plasticidade seja completo, a projeção em 3D é obrigatória. O realizador faz fusões sensacionais de céu e mar, dá a noção realista de um naufrágio e consegue um convencimento ímpar com o tigre digital. Nos dias de hoje, Pi, já na meia-idade (e interpretado por Irrfan Khan), relembra sua infância e adolescência para um escritor. Ele vivia na cidade de Pondicherry, no sudeste da Índia, com os pais e o irmão mais velho. Dona de um zoológico, a família decidiu se mudar para o Canadá. Pi, apelido de Piscine (e agora na pele do irregular Suraj Sharma), estava em busca do sentido da vida — não à toa, era praticante do hinduísmo, catolicismo e islamismo. Algo, porém, colocou o rapaz numa situação-limite. Sem ir muito adiante na história, seu objetivo consistia em sobreviver num bote na companhia de um tigre-de-bengala. Qual o significado de enfrentar animal tão feroz num barco à deriva no mar? Eis a questão que o realizador propõe à plateia. No Globo de Ouro 2013, a produção concorre a melhor direção, filme e trilha sonora (127min). 10 anos. Estreou em 21/12/2012. Dublado: Shopping Norte 4. Dublado, em 3D: BH Shopping 3, Del Rey 2, Minas Shopping 1, Pátio Savassi 3, Shopping Cidade 4. Legendado: BH Shopping 3, Boulevard 3, Paragem 2. Legendado, em 3D: Del Rey 2, DiamondMall 5 e 6, Pátio Savassi 3.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪ DE PERNAS PRO AR 2, de Roberto Santucci (Brasil, 2012). A comédia De Pernas pro Ar ganhou uma continuação depois de ser vista por 3,5 milhões de pessoas em 2011. Boa notícia: o roteiro deixou de lado as baixarias da fita original para investir num enredo romântico. Ótima comediante, Ingrid Guimarães continua no papel de Alice, poderosa dona de sex shops em sociedade com a fogosa amiga Marcela (Maria Paula). Na inauguração de sua 100ª loja, a protagonista tem um piripaque e desmaia. A causa é o stress. Para relaxar, Alice se obriga a ficar internada num spa de regras bastante rígidas. Nesta primeira parte da história, concentram-se os momentos de humor, sobretudo quando a workaholic heroína tenta driblar a segurança da clínica para continuar trabalhando. A segunda metade da trama, ambientada em Nova York e igualmente repleta de trechos divertidos, tende ao romantismo - Alice engana o marido (Bruno Garcia), o filho (Eduardo Mello) e a empregada (Cristina Pereira) para abrir uma filial de sua rede em Manhattan. No fundo, ela quer dar atenção à família, mas sem abrir mão da profissão. No quesito originalidade, a fita fica no patamar do previsível. Exemplo: uma hilariante sequência ambientada num restaurante, em que Alice se divide entre a mesa do marido e a dos investidores gringos, parece requentada. Da fotografia à direção de arte, entretanto, a realização ganhou um upgrade. E, embora tenha lá suas (raras) cenas de simulação de orgasmo e exibição de vibradores exóticos, o filme buscou no cotidiano da mulher moderna o tom para uma ficção plausível (98min). 14 anos. Estreou em 29/12/2012. Betim Shopping 3, Big Shopping 2, Itaú Power 1 e 2, BH Shopping 2, 6 e 10, Boulevard 1 e 5, Del Rey 5 e 6, DiamondMall 1, Minas Shopping 4 e 5, Pampulha Mall 3 e 4, Paragem 2 e 5, Pátio Savassi 2 e 5, Ponteio 2, Shopping Cidade 7 e 8, Shopping Estação 1 e 2, Shopping Norte 5, Via Shopping 2.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪✪ Detona Ralph, de Rich Moore (Wreck-It Ralph, EUA, 2012). Detona Ralph conta a história de um vilão de um jogo de fliperama determinado a provar que pode ser um Mocinho. Ralph quer muito ser tão adorado quanto seu adversário de jogo, o Mocinho perfeito, Conserta-Felix Jr. O problema é que ninguém gosta de vilões. Mas todo mundo adora heróis… Então, quando surge um moderno jogo de tiro que mostra a perspectiva do protagonista, apresentando a personagem durona da Sargento Calhoun, Ralph encara o jogo como sua chance para o heroísmo e a felicidade. Dublado: Betim Shopping 1, Big Shopping 4, Itaú Power 4, Boulevard 4, Del Rey 4, DiamondMall 2, Minas Shopping 6, Pampulha Mall 5, Paragem 5, Pátio Savassi 1, Ponteio 3, Shopping Cidade 1, Shopping Estação 6, Shopping Norte 4, Via Shopping 3. Dublado, em 3D: Big Shopping 5, Itaú Power 6, BH Shopping 1 e 2, Boulevard 6, Del Rey 1, DiamondMall 5, Minas Shopping 1, Pampulha Mall 5, Paragem 1, Pátio Savassi 4, Shopping Cidade 4, Shopping Estação 2 e 3, Shopping Norte 1, Via Shopping 4. Legendado, em 3D: Pátio Savassi 4.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪✪ E SE VIVÊSSEMOS TODOS JUNTOS?, de Stéphane Robelin (Et Si On Vivait Tous Ensemble?, França/Alemanha, 2011). Drama. Na região da Grande Paris, vivem os casais Jean e Annie (Guy Bedos e Geraldine Chaplin) e Albert e Jeanne (Pierre Richard e Jane Fonda) mais o viúvo paquerador Claude (Claude Rich). Eles são amigos há décadas e, embora felizes, os sinais da idade começam a aparecer. Jeanne tem um câncer terminal, mas decidiu não contar a Albert, que já apresenta lapsos de memória. Claude, afeito a transas com garotas de programa, não possui o mesmo coração da juventude. Parte, então, de Jean e Annie, ambos com a saúde em dia, a proposta de todos morarem juntos na casa deles. Além da ajuda mútua, a vida comunitária permite a troca de experiências e um contato diário próximo. O grupo contrata um jovem alemão (Daniel Brühl) para auxiliá-lo. Para um ator idoso, deve ser um prazer imenso interpretar um ótimo personagem principal. Com gosto e rugas no rosto (exceto a esticada Jane Fonda), o elenco mostra-se afinado e com fôlego de sobra. Entre a graça e a morte iminente, o diretor e roteirista Stéphane Robelin comanda seu segundo longa-metragem sem choro nem vela. Prefere fazer um registro real da velhice oferecendo reflexões prudentes e comoções contidas (96min). 14 anos. Estreou em 12/10/2012. Belas Artes 3.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪ ENTRE O AMOR E A PAIXÃO, de Sarah Polley (Take this Waltz, Canadá/Espanha/Japão, 2011). Há um bom argumento neste romance dirigido pela atriz Sarah Polley, cinco anos depois do tocante drama Longe Dela. A rea­lizadora troca os sexagenários de antes por três trintões que moram em Toronto, no Canadá. Casados, Lou (Seth Rogen), um escritor de livros de culinária, e Margot (Michelle Williams) têm muitas afinidades. Mas, ao conhecer o puxador de riquixá Daniel (Luke Kirby), seu vizinho, Margot põe em xeque o amor pelo marido. O que fazer com o coração dividido entre a segurança do casamento e a atração sexual por outro homem? Assim como no recente Celeste e Jesse para Sempre, a personagem feminina sobressai e revela uma fragilidade emocional destemperada. Além de a decisão da protagonista se arrastar por muito tempo, o roteiro, escrito pela realizadora, toma rumos pouco plausíveis (116min). 14 anos. Estreou em 4/1/2013. Belas Artes 3.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪ ERA UMA VEZ EU, VERÔNICA, de Marcelo Gomes (Brasil, 2012). Drama. Recém-formada em medicina, a pernambucana Verônica (Hermila Guedes) vai fazer residência num hospital público do Recife. Como escolheu ser psiquiatra, atende a casos dramáticos de pessoas que sofrem de depressão, esquizofrenia, insônia... Para aliviar a barra-pesada, joga-se na cama de seu paquera (papel de João Miguel) ou faz sexo com estranhos. O cotidiano fica ainda mais abalado quando seu pai (W.J. Solha) adoece e eles precisam mudar de apartamento por causa de um vazamento no edifício onde moram. O dilema da protagonista de ter (ou não) escolhido a profissão certa e sua liberdade diante dos relacionamentos são abordados de forma séria e ousada, respectivamente. Atriz mal aproveitada na TV, Hermila, estrela de fitas como O Céu de Suely e Assalto ao Banco Central, tem atuação convincente. Contudo, é dispensável a redundante narração em off de sua personagem, além de ser rápida e simplista a resolução de seus problemas. Do Festival de Brasília, o longa-metragem do diretor de Cinema, Aspirinas e Urubus saiu com seis importantes prêmios, incluindo melhor filme (pelos júris oficial e popular) e melhor roteiro (90min). 16 anos. Estreou em 15/11/2012. Cine Centoequatro.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪ O HOBBIT — UMA JORNADA INESPERADA, de Peter Jackson (The Hobbit: an Unexpected Journey, EUA/Nova Zelândia, 2012). Aventura. Entre 2001 e 2003, o diretor neozelandês Peter Jackson deu conta de transpor ao cinema os três livros da série O Senhor dos Anéis, de J.R.R. Tolkien em três longas-metragens que marcaram época. Os sucessos de público e crítica foram fundamentais para que Jackson voltasse ao universo de Tolkien, agora narrando uma história anterior à da trilogia. Infelizmente, não foi uma decisão acertada transformar O Hobbit, um livro de 300 páginas, em três fitas - as sequências serão lançadas em 2013 e 2014. Ou seja: a história se arrasta em meio a efeitos visuais e só em seu terço final consegue empolgar, sobretudo quando o dissimulado (e não menos divertido) Gollum entra em cena atrás de seu anel mágico. Outro problema está na falta de empatia do espectador com os personagens — saem figuras carismáticas, surgem treze anões carrancudos. A trama é ambientada sessenta anos antes de O Senhor dos Anéis e mostra um Bilbo Bolseiro mais jovem (e na pele de Martin Freeman). Esse pacato hobbit é procurado pelos anões para socorrê-los numa difícil missão: ajudar o rei Thorin (Richard Armitage) a retomar seu castelo, tomado pelo dragão Smaug. O mago Gandalf (Ian McKellen) os acompanhará numa jornada repleta de ataques de orcs e criaturas horrendas (169min). 10 anos. Estreou em 14/12/2012. Dublado: Betim Shopping 2, Big Shopping 4, Itaú Power 3, Shopping Cidade 6. Dublado, em 3D: Shopping Norte 1. Legendado: BH Shopping 7, DiamondMall 3, Pátio Savassi 1.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪ O IMPOSSÍVEL, de Juan Antonio Bayona (Lo Imposible, Espanha, 2012). A mais completa tradução do horror do tsunami que varreu o Sudeste Asiático em 26 de dezembro de 2004 se encontra neste drama do diretor espanhol de O Orfanato (2007). Com cerca de dez minutos, a fatídica sequência é muito realista e, no enredo, provoca uma tragédia familiar: a separação dos Bennett, ingleses que vivem no Japão. Depois de a onda avassaladora cobrir parte do resort na Tailândia onde a família estava hospedada, Maria (Naomi Watts) e seu primogênito, Lucas (Tom Holland), conseguem, a duras penas, permanecer juntos. A mesma sorte não tiveram Henry (Ewan McGregor), marido de Maria, e os dois filhos pequenos (papéis de Samuel Joslin e Oaklee Pendergast), desaparecidos nas águas. O roteiro, do também espanhol Sergio G. Sánchez, concentra-se nas buscas e no desespero dos personagens, mas ganha certa extensão ao mostrar o caos nas ruas e nos hospitais. Inspirada na trajetória verídica da família espanhola Belon, a história traz coincidências que, não fossem verdadeiras, passariam por ficção barata. O realizador faz de tudo para emocionar a plateia — seja pelo enfoque da solidariedade, seja por usar uma trilha sonora sentimental nos momentos mais tocantes. Percebe-se aí uma manipulação emocional que funciona à perfeição para deixar o espectador afogado em lágrimas. Naomi é concorrente ao Globo de Ouro de melhor atriz/drama e forte candidata ao Oscar (114min). 10 anos. Estreou em 21/12/2012. Dublado: Betim Shopping 2. Legendado: Itaú Power 3, BH Shopping 7, Boulevard 3, Del Rey 2, DiamondMall 6, Ponteio 4.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪ MOONRISE KINGDOM, de Wes Anderson (Moonrise Kingdom, EUA, 2012). Um dos mais alternativos diretores americanos, Wes Anderson é cultuado por seus filmes de roteiros inusitados e personagens esquisitos. Muitas vezes, acerta em cheio, como em Os Excêntricos Tenenbauns (2001) e Viagem a Darjeeling (2007). Em outras, exagera na dose de maluquices, a exemplo de A Vida Marinha com Steve Zissou (2004). Em seu novo e singular trabalho, o humor segue a linha minimalista e nada estridente da comédia. Os protagonistas da trama, ambientada numa ilha na costa de New England em 1965, são os adolescentes Sam (Jared Gilman) e Suzy (Kara Hayward). Ele é órfão e está no acampamento de escoteiros liderado pelo personagem de Edward Norton. Suzy vive com os pais (Bill Murray e Frances McDormand) e não se cansa de espiar o horizonte com binóculos. Há um motivo para isso: a garota planejou uma fuga com Sam. Ao se encontrar, o casal apaixonado vai enfrentar barreiras físicas e emocionais. Com Bruce Willis (94min). 12 anos. Estreou em 12/10/2012. DiamondMall 5.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

NA CARNE E NA ALMA, de Alberto Salvá (Brasil, 2011). Baseado em um romance de André Abi Ramia, este drama foi o último filme realizado por Alberto Salvá, morto em outubro de 2011. Rodrigo (Karan Machado), um jovem em crise filho de pais divorciados, conhece Mariana (Raquel Maia) na faculdade. Os dois travam um relacionamento intenso que oscila entre a ternura e a brutalidade. (80min.). 16 anos. Estreou em 4/1/2013. Cine CentoeQuatro.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪ A NEGOCIAÇÃO, de Nicholas Jarecki (Arbitrage, EUA, 2012). Richard Gere conquistou uma indicação ao Globo de Ouro 2013 de melhor ator. No suspense dramático, que marca a estreia de Nicholas Jarecki num longa-metragem de ficção, o astro interpreta Robert Miller, um poderoso sexagenário do mercado financeiro. Miller leva uma vida de milionário em Nova York. Encrencado por causa de uma fraude de meio bilhão de dólares, ele pretende vender imediatamente sua firma. O comprador, no entanto, reluta em assinar a papelada. Vivendo um casamento morno com Ellen (Susan Sarandon), Miller é pai de um casal de filhos e amante de uma artista plástica francesa, interpretada por Laetitia Casta. Uma reviravolta do destino, envolvendo uma morte, o porá numa situação ainda mais desconfortável. Gere segura as pontas numa atuação bastante convincente. Já o roteiro atira para vários lados e, como fita policial, carece de credibilidade. Com Tim Roth (107min). 10 anos. Estreou em 21/12/2012. Pátio Savassi 2.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪ NO, de Pablo Larraín (No, Chile/França/EUA, 2012). Em 1988, o ditador chileno Augusto Pinochet convocou um plebiscito por pressões internacionais. O general, no poder desde 1973, queria saber se o povo estava de acordo em deixá-lo governar o país por mais oito anos. Começaram, então, as campanhas na televisão. Pinochet e o grupo dos partidos de oposição tinham quinze minutos cada um para convencer os eleitores. Para liderar a propaganda política do "no" (não), os adversários contrataram um publicitário de ideias avançadas, interpretado por Gael García Bernal. O diretor Pablo Larraín foi atrás dos registros reais e conseguiu dar à fita o mesmo efeito das imagens televisivas da década de 80 - até o formato da tela é mais quadrado. Com câmera na mão em busca de um estilo documental, o cineasta retrata com precisão um período crítico e expande seu roteiro ao abordar os bastidores das propagandas eleitorais. No é o indicado do Chile a uma vaga no Oscar 2013 (110min). 14 anos. Estreou em 29/12/2012. Belas Artes 1.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪ A ORIGEM DOS GUARDIÕES, de Peter Ramsey (Rise of the Guardians, EUA, 2012). A nova animação dos estúdios DreamWorks (de Shrek, Madagascar e Kung Fu Panda, entre outros) traz um grupo formado por Papai Noel, Coelho da Páscoa, Fada do Dente, Sandman e Jack Frost. Esses guardiões têm o dever de zelar pela felicidade das crianças. Mas Pitch, o vilão, quer acabar com a alegria dos protetores fazendo com que a meninada deixe de acreditar na existência deles. Embora alguns desses personagens não sejam familiares à criançada brasileira, a animação traz cenas de ação estupendas realizadas num 3D de qualidade. Só por elas, o programa já vale (97min). Livre. Estreou em 30/11/2012. Dublado: Pampulha Mall 4.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪ PARA ROMA, COM AMOR, de Woody Allen (To Rome with Love, EUA, Itália, Espanha, 2012). Depois das escalas na Inglaterra, na Espanha e na França, a fase europeia de Woody Allen chega à Itália. O itinerário, desta vez, tem algo de burocrático. Premiado com o Oscar de roteiro pelo adorável Meia-Noite em Paris (2011), indicado também a melhor filme e direção, o nova-iorquino apela a um formato mais rasteiro e esquecível ao alternar quatro contos de humor. Em um dos episódios da comédia, o próprio diretor interpreta um dramaturgo polêmico que, ao lado da esposa (Judy Davis), vai a Roma para conhecer o pretendente da filha (Alison Pill). Lá se impressiona pelo talento vocal do pai do genro, um dono de funerária, e tenta promovê- lo a cantor famoso. O problema: o homem só consegue cantar bem quando está no chuveiro, tomando banho. Em outra trama, tão surreal quanto, um cidadão sem muitas qualidades (Roberto Benigni) começa a ser tratado pela mídia, do dia para a noite, como uma celebridade nacional. A fita ainda narra as aventuras de um recém-casado (Alessandro Tiberi) assediado inesperadamente por uma prostituta (Penélope Cruz), e o imbróglio amoroso de um jovem estudante de arquitetura (Jesse Eisenberg) fascinado pela amiga moderninha de sua mulher (papel de Ellen Page) (100min). 12 anos. Estreou em 29/6/2012. Pátio Savassi 5.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪ OS PENETRAS, de Andrucha Waddington (Brasil, 2012). Uma comédia estrelada por Marcelo Adnet (da MTV) e Eduardo Sterblitch (o Freddie Mercury Prateado do Pânico na TV), dirigida por Andrucha Waddington (Eu Tu Eles) e com roteiro de Marcelo Vindicatto (O Palhaço). Parece promissor. Mas não é o que ocorre com este filme muito bem produzido pela afiada Conspiração Filmes. Além da total falta de graça, o humor misógino só apresenta mulheres oportunistas e infiéis - a exceção está na personagem de Andrea Beltrão, em breve aparição. Adnet e Sterblitch, excelentes humoristas, são mestres do improviso e aqui ficam presos a um roteiro limitado de boas ideias. Na trama, o ingênuo e certinho Beto (Sterblitch) quer reconquistar a amada, Laura (Mariana Ximenes), mas, sem chance, decide se suicidar. É salvo por Marco Polo (Adnet), um malandro carioca que vive de dar golpes com a ajuda de um motorista (Stepan Nercessian). Beto implora ao novo amigo que procure sua ex e tente uma reaproximação entre eles. Acontece que, ao conhecer Laura, Marco Polo também se apaixona pela loira. A partir daí, o enredo vai mostrar como se dar bem no Rio de Janeiro à custa de truques, mentiras e invasões em festas. Com Luis Gustavo, Miele e Susana Vieira (100min). Estreou em 30/11/2012. BH Shopping 6, Shopping Cidade 5.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪ SETE PSICOPATAS E UM SHIH TZU, de Martin McDonagh (Seven Psychopaths, Inglaterra 2012). O diretor inglês de Na Mira do Chefe (2008) escalou novamente o astro Colin Farrell para sua nova comédia. Embora o roteiro seja mais inteligente e complexo, o tom é melancólico. Vai se divertir mais quem curte enredos sobre os bastidores do cinema - a ação se passa em Hollywood e coloca tramas dentro da história central numa engenhosa (e por vezes repetitiva) mistura de ficção e realidade. Farrell interpreta Marty, um escritor envolvido com seu novo roteiro, sobre sete psicopatas. Seu melhor amigo, Billy (Sam Rockwell), quer ser ator, mas ganha a vida de uma forma torta. Ele mais o aposentado Hans (Christopher Walken) roubam cachorros para pegar a recompensa com os donos. A dupla está prestes a entrar numa fria ao pegar o cãozinho da raça shih tzu pertencente a um mafioso impiedoso, interpretado por Woody Harrelson (110min). 14 anos. Estreou em 4/1/2013. BH Shopping 8, Boulevard 3, Ponteio 4.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪ VOU RIFAR MEU CORAÇÃO, de Ana Rieper (Brasil, 2011). O documentário perde uma boa oportunidade de explorar culturalmente o cancioneiro brega nacional. À deriva, o roteiro segue em duas direções: entrevista cantores emblemáticos, como Nelson Ned e Amado Batista, e busca romances de anônimos em Sergipe e Alagoas, que foram embalados por canções como Sonhos (Peninha), Vou Tirar Você Deste Lugar (Odair José) e Moça (Wando). Quase não há liga entre os assuntos. Se os depoimentos dos artistas se sustentam no óbvio, há algo mais caloroso e vivo nas histórias populares - surpreendem os casos do marido bígamo e das duas prostitutas que se casaram com clientes. Wando (1945-2012) e o egocêntrico Agnaldo Timóteo também dão pitacos sobre o tema. Presença mais duvidosa é a de Lindomar Castilho. Embora ícone brega (é dele Eu Vou Rifar Meu Coração), o cantor matou sua ex-mulher, Eliane de Grammont, em 1981, foi condenado a doze anos de prisão, cumpriu dois em regime fechado, dois no semiaberto e hoje ainda faz pose de macho ciumento (76min). 14 anos. Estreou em 3/8/2012. Cine Centoequatro.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

Cotações | Péssimo ← | Fraco ✪ | Regular ✪✪ | Bom ✪✪✪ | Muito bom ✪✪✪✪ | Excelente ✪✪✪✪✪

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE