Cinema

Cinema: programação para os dias 18 a 24 de janeiro

- Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

O Hobbit - Uma Jornada Inesperada: no páreo para o Oscar de melhor maquiagem, direção de arte e efeitos visuais

PRÉ-ESTREIAS

✪✪ JOÃO E MARIA - CAÇADORES DE BRUXAS, de Tommy Wirkola (Hansel and Gretel - Witch Hunters, EUA/Alemanha, 2013). Do conto dos irmãos Grimm, só sobraram os nomes dos personagens e o início da história. Completamente modificado para o tipo de aventura de fantasia vigente hoje em Hollywood, o conto de fadas virou atração de gente grande. Adolescentes também podem curtir a trajetória dos irmãos João e Maria (no original, Hansel e Gretel). Abandonados pelo pai na floresta, eles acabam encontrando uma casa forrada de doces. Encantados, entram na misteriosa residência e são capturados por uma feiticeira. João e Maria, contudo, conseguem jogá-la na fogueira e, adultos (interpretados por Jeremy Renner, de Guerra ao Terror, e Gemma Arterton), viraram especialistas em caçar bruxas. Numa aldeia medieval, eles são contratados pelo prefeito para encontrar crianças raptadas pelas vilãs. Há certo humor na trama e apelos modernosos na adaptação, como o uso de potentes metralhadoras para matar as inimigas. Fam­ke Janssen, sob horrenda maquiagem, faz a bruxa mais poderosa (83min). Dublado, em 3D: Itaú Power 6, Minas Shopping 1, Shopping Cidade 4, Shopping Estação 3, Via Shopping 4. Legendado, em 3D: BH Shopping 2, Paragem 1, Pátio Savassi 4.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

O LADO BOM DA VIDA, de David O. Russell (Silver Linings Playbook, EUA, 2012). Jennifer Lawrence (Jogos Vorazes) foi premiada com o Globo de Ouro e também disputa o Oscar de melhor atriz. A comédia dramática ainda concorre em outras sete categorias, entre elas as de melhor filme, direção, ator (Bradley Cooper) e ator coadjuvante (Robert De Niro). Na trama, Cooper interpreta Pat, um rapaz que perdeu o emprego e a casa, além de ter sido abandonado pela mulher. Ao sair de uma clínica após ser diagnosticado com depressão, ele tenta reconstruir a vida ao conhecer a jovem interpretada por Jennifer Lawrence (122min). Del Rey 1, Paragem 1.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

O MESTRE, de Paul Thomas Anderson (The Master, EUA, 2012). O realizador de Sangue Negro retorna com mais um drama que vem colhendo troféus nos Estados Unidos. Paul Thomas Anderson também foi premiado como melhor diretor no Festival de Veneza, assim como os dois atores do filme, Joaquin Phoenix e Philip Seymour Hoffman, ambos indicados ao Oscar de melhor ator e coadjuvante, respectivamente - Amy Adams também concorre como melhor atriz coadjuvante. Na trama, Phoenix interpreta um seguidor fanático de uma seita religiosa, liderada pelo carismático Lancaster Dodd (Hoffman). Não demora, porém, para o fiel questionar o trabalho de seu mestre (144min). Paragem 2, Pátio Savassi 8.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

ESTREIAS

✪✪✪✪ AMOR, de Michael Haneke (Amour, França/Alemanha/Áustria, 2012). Vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes, o drama do diretor de A Fita Branca enfoca o cotidiano de um casal de octogenários, interpretados por Jean-Louis Trintignant e Emmanuelle Riva (127 min). Belas Artes 1, BH Shopping 4, Ponteio 4.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪✪ DJANGO LIVRE, de Quentin Tarantino (Django Unchained, EUA, 2012). Talvez a maior injustiça nas indicações ao Oscar tenha sido deixar Quentin Tarantino de fora da categoria de melhor diretor. Se o novo trabalho tem as características de sua filmografia, o resultado não poderia ser outro: o mais esfuziante (e original) longa-metragem da temporada. Tarantino mexe na história americana misturando, com muito bom humor, escravidão e western-spaghetti. Há piadas politicamente incorretas (e, por isso, deliciosas), diálogos impagáveis, situações e personagens polêmicos, a exemplo do vilão vivido por Samuel L. Jackson. Tarantino ganhou o Globo de Ouro de melhor roteiro original e Christoph Waltz, de melhor ator coadjuvante - ambos também concorrem ao Oscar nestas categorias. Há indicações ainda a melhor filme, fotografia e edição de som. Numa incomum comédia dramática, Waltz interpreta o caçador de recompensas alemão Dr. Schultz, em 1858, três anos antes do início da Guerra Civil Americana. Quando encontra o escravo Django (Jamie Foxx), consegue libertá-lo e, juntos, vão atrás de três malfeitores com a cabeça a prêmio. A partir daí, Schultz e Django formam uma dupla inseparável, agora com um objetivo pessoal: resgatar a esposa de Django (papel de Kerry Washington), escrava de um fazendeiro cruel do Mississippi (Leonardo DiCaprio), que promove lutas mortais entre negros. Em meio a referências e homenagens, desponta uma sensacional trilha sonora, que mescla temas de Ennio Morricone e Luis Bacalov a canções pop. Em elenco formidável, sobressaem as atuações de Waltz, DiCaprio e Samuel L. Jackson (165min). 16 anos. Estreou em 18/1/2013. Dublado: Shopping Cidade 5, Shopping Estação 5. Legendado: BH Shopping 8, Boulevard 2, Del Rey 5, DiamondMall 6, Paragem 5, Pátio Savassi 3, Ponteio 1 e 2, Shopping Cidade 5, Shopping Estação 5.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

SAMMY - A GRANDE FUGA, de Ben Stassen (Sammy's Avonturen 2, Bélgica, 2012). A animação belga dá continuidade à história vista dois anos atrás em As Aventuras de Sammy. Desta vez, as tartarugas marinhas Sammy e Ray são capturadas por um pescador que pretende torná-las atrações de um show aquático em Dubai. Inconformada, a dupla de amigos se une a um peixe-bola, uma lagosta, um polvo e uma família de pinguins a fim de bolar um plano para escapar de lá (92min). Livre. Estreou em 18/1/2013. Dublado: BH Shopping 5, Pátio Savassi 2. Dublado, em 3D: Itaú Power 6, Boulevard 6, Del Rey 2, Minas Shopping 2, Pampulha Mall 6, Paragem 1, Shopping Cidade 4, Shopping Estação 2, Via Shopping 4.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

Tudo que Amo, de Jacek Borcuch (Wszystko, co Kocham, Polônia, 2009). Há um momento em nossas vidas no qual passamos a não ser mais crianças, mas ainda não cruzamos o limiar da vida adulta. Trata-se de uma época cheia de "primeiras vezes" - primeira decepção, primeira rebelião, o primeiro amor... Um tempo cheio de sonhos e esperanças. Tudo o Que Amo é a história sobre Jacek, um sensível garoto justamente nesta fase de vida, que vive numa cidade litorânea nos anos 80, época das grandes mudanças políticas na Polônia. Porém, manifestações, greves e imposição de lei marcial ficam em segundo plano no filme, dando destaque à alegria juvenil, paixão pela vida, música, sexo, primeiro amor. No decorrer da história, Jacek vai experimentar o choque do mundo idealista da juventude com o duro mundo adulto. Terá de enfrentar a realidade e lutar: pelo seu amor, pela família e pelo seu futuro (91 min). 16 anos. Cine CentoeQuatro.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪ A Vida de Outra Mulher, de Sylvie Testud (La Vie d'une Autre, França, Luxemburgo, Bélgica, 2012). Atriz de talento, Juliette Binoche vem se envolvendo em filminhos de conteúdo duvidoso. Depois do medíocre drama Elles, estrela essa tola comédia romântica, primeiro longa-metragem escrito e dirigido pela atriz Sylvie Testud. Com jeitão de enredo americano, a história começa quando Marie (Juliette), de 25 anos, descola um emprego na empresa do milionário Dimitri Speranski (Vernon Dobtcheff) e tem uma noite de amor com o filho dele, Paul (Mathieu Kassovitz). Ao acordar, a protagonista leva um tremendo susto. Além de ser seu 41º aniversário, ela é mãe de um garoto, ficou rica e mora num belo apartamento pegado à Torre Eiffel. Contudo, o trabalho no mercado financeiro ao lado do sogro a afastou do marido, o mesmo Paul do passado. Sem se lembrar de absolutamente nada, Marie tem agora a chance de acertar os ponteiros com o amado. Um ponto de partida curioso se perde em piadas previsíveis (Marie não sabe da morte de Michael Jackson nem que o dinheiro francês é o euro) e na falta de timing cômico da realizadora. O desfecho acelerado também contribui para a frustração (97min). 12 anos. Estreou em 18/01/2013. Pátio Savassi 1.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

EM CARTAZ

✪✪✪✪ AS AVENTURAS DE PI, de Ang Lee (Life of Pi, EUA/China, 2012). Diretor de O Segredo de Brokeback Mountain, o taiwanês Ang Lee faz uma encantadora adaptação do livro A Vida de Pi, do canadense Yann Martel. A beleza da aventura dramática não está só no enredo, que envolve a fé e o poder divino - concentra-se, sobretudo, em imagens deslumbrantes. Para que o resultado da impecável plasticidade seja completo, a projeção em 3D é obrigatória. O realizador faz fusões sensacionais de céu e mar, dá a noção realista de um naufrágio e consegue um convencimento ímpar com o tigre digital. Nos dias de hoje, Pi, já na meia-idade (e interpretado por Irrfan Khan), relembra sua infância e adolescência para um escritor. Ele vivia na cidade de Pondicherry, no sudeste da Índia, com os pais e o irmão mais velho. Dona de um zoológico, a família decidiu se mudar para o Canadá. Pi, apelido de Piscine (e agora na pele do irregular Suraj Sharma), estava em busca do sentido da vida - não à toa, era praticante do hinduísmo, catolicismo e islamismo. Algo, porém, colocou o rapaz numa situação-limite. Sem ir muito adiante na história, seu objetivo consistia em sobreviver num bote na companhia de um tigre-de-bengala. Qual o significado de enfrentar animal tão feroz num barco à deriva no mar? Eis a questão que o realizador propõe à plateia. No Globo de Ouro 2013, a produção concorre a melhor direção, filme e trilha sonora (127min). 10 anos. Estreou em 21/12/2012. Dublado: Shopping Norte 4. Dublado, em 3D: Boulevard 6, Del Rey 2, Minas Shopping 1, Shopping Cidade 4. Legendado: Paragem 4, Ponteio 3, Via Shopping 5. Legendado, em 3D: BH Shopping 1, DiamondMall 5, Pátio Savassi 4.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪ DE PERNAS PRO AR 2, de Roberto Santucci (Brasil, 2012). A comédia De Pernas pro Ar ganhou uma continuação depois de ser vista por 3,5 milhões de pessoas em 2011. Boa notícia: o roteiro deixou de lado as baixarias da fita original para investir num enredo romântico. Ótima comediante, Ingrid Guimarães continua no papel de Alice, poderosa dona de sex shops em sociedade com a fogosa amiga Marcela (Maria Paula). Na inauguração de sua centésima loja, a protagonista tem um piripaque e desmaia. A causa é o stress. Para relaxar, Alice se obriga a ficar internada num spa de regras bastante rígidas. Nesta primeira parte da história, concentram-se os momentos de humor, sobretudo quando a workaholic heroína tenta driblar a segurança da clínica para continuar trabalhando. A segunda metade da trama, ambientada em Nova York e igualmente repleta de trechos divertidos, tende ao romantismo - Alice engana o marido (Bruno Garcia), o filho (Eduardo Mello) e a empregada (Cristina Pereira) para abrir uma filial de sua rede em Manhattan. No fundo, ela quer dar atenção à família, mas sem abrir mão da profissão. No quesito originalidade, a fita fica no patamar do previsível. Exemplo: uma hilariante sequência ambientada num restaurante, em que Alice se divide entre a mesa do marido e a dos investidores gringos, parece requentada. Da fotografia à direção de arte, entretanto, a rea­lização ganhou um upgrade. E, embora tenha lá suas (raras) cenas de simulação de orgasmo e exibição de vibradores exóticos, o filme buscou no cotidiano da mulher moderna o tom para uma ficção plausível (98min). 14 anos. Estreou em 29/12/2012. Betim Shopping 3, Big Shopping 3, Itaú Power 1 e 5, BH Shopping 6 e 7, Boulevard 1 e 5, DiamondMall 2, Minas Shopping 4 e 6, Pampulha Mall 3, Paragem 2, Pátio Savassi 7 e 8, Shopping Cidade 1 e 7, Shopping Estação 1, Shopping Norte 5, Via Shopping 2.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪✪ Detona Ralph, de Rich Moore (Wreck-It Ralph, EUA, 2012). Detona Ralph conta a história de um vilão de um jogo de fliperama determinado a provar que pode ser um mocinho. Ralph quer muito ser tão adorado quanto seu adversário de jogo, o mocinho perfeito, Conserta-Felix Jr. O problema é que ninguém gosta de vilões. Mas todo mundo adora heróis… Então, quando surge um moderno jogo de tiro que mostra a perspectiva do protagonista, apresentando a personagem durona da Sargento Calhoun, Ralph encara o jogo como sua chance para o heroísmo e a felicidade. Dublado: Betim Shopping 1, Big Shopping 2, Itaú Power 4, BH Shopping 6, Boulevard 4, Del Rey 4, DiamondMall 3, Minas Shopping 6, Pampulha Mall 5, Paragem 3, Pátio Savassi 8, Shopping Cidade 1, Shopping Norte 4, Via Shopping 1. Dublado, em 3D: Big Shopping 5, Itaú Power 6, BH Shop­ping 1, Boulevard 6, Del Rey 1, DiamondMall 5, Minas Shopping 1, Pampulha Mall 6, Paragem 1, Pátio Savassi 3 e 4, Shopping Estação 3, Shopping Norte 1, Via Shopping 4.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪✪ E SE VIVÊSSEMOS TODOS JUNTOS?, de Stéphane Robelin (Et Si On Vivait Tous Ensemble?, França/Alemanha, 2011). Drama. Na região da Grande Paris, vivem os casais Jean e Annie (Guy Bedos e Geraldine Chaplin) e Albert e Jeanne (Pierre Richard e Jane Fonda) mais o viúvo paquerador Claude (Claude Rich). Eles são amigos há décadas e, embora felizes, os sinais da idade começam a aparecer. Jeanne tem um câncer terminal, mas decidiu não contar a Albert, que já apresenta lapsos de memória. Claude, afeito a transas com garotas de programa, não possui o mesmo coração da juventude. Parte, então, de Jean e Annie, ambos com a saúde em dia, a proposta de todos morarem juntos na casa deles. Além da ajuda mútua, a vida comunitária permite a troca de experiências e um contato diário próximo. O grupo contrata um jovem alemão (Daniel Brühl) para auxiliá-lo. Para um ator idoso, deve ser um prazer imenso interpretar um ótimo personagem principal. Com gosto e rugas no rosto (exceto a esticada Jane Fonda), o elenco mostra-se afinado e com fôlego de sobra. Entre a graça e a morte iminente, o diretor e roteirista Stéphane Robelin comanda seu segundo longa-metragem sem choro nem vela. Prefere fazer um registro real da velhice oferecendo reflexões prudentes e comoções contidas (96min). 14 anos. Estreou em 12/10/2012. Belas Artes 3.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪ UMA FAMÍLIA EM APUROS, de Andy Fickman (Parental Guidance, EUA, 2012). De classificação indicativa livre, a comédia pode agradar à garotada maiorzinha. Porém, pela idade dos protagonistas (ambos sessentões) e com um mote centrado no conflito de gerações, mostra-se um programa moldado mais para os adultos. Na trama, Billy Crystal interpreta Artie Decker, um narrador de beisebol da Califórnia demitido por não ter se adaptado aos tempos modernos. Diane (Bette), sua mulher, toma, então, uma decisão para mudar de ares: atender a um pedido da filha (Marisa Tomei), que precisa se ausentar de casa por uns dias com o marido (Tom Everett Scott), e cuidar dos netos em Atlanta. Mas as crianças, Harper (Bailee Madison), Turner (Joshua Rush) e Baker (Kyle Harrison Breitkopf), são criadas de uma forma, digamos, especial. Eles não comem doces e a educação é baseada em conceitos "modernos". O humor espontâneo vem do contraste divertido entre os novos e os velhos costumes. Sem explicitar se a fórmula certa da educação está de posse dos pais ou dos avós, o roteiro opta por oferecer pequenas e belas lições de vida aos netos (104min). Livre. Estreou em 11/1/2013. Dublado: Big Shop­ping 4, BH Shopping 9, DiamondMall 2, Pampulha Mall 1, Pátio Savassi 6 e 8, Shopping Cidade 3, Shopping Estação 3, Shopping Norte 3, Big Shopping 5. Legendado: Paragem 4.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪ O HOBBIT - UMA JORNADA INESPERADA, de Peter Jackson (The Hobbit: an Unexpected Journey, EUA/Nova Zelândia, 2012). Aventura. Entre 2001 e 2003, o diretor neozelandês Peter Jackson deu conta de transpor ao cinema os três livros da série O Senhor dos Anéis, de J.R.R. Tolkien em três longas-metragens que marcaram época. Os sucessos de público e crítica foram fundamentais para que Jackson voltasse ao universo de Tolkien, agora narrando uma história anterior à da trilogia. Infelizmente, não foi uma decisão acertada transformar O Hobbit, um livro de 300 páginas, em três fitas - as sequências serão lançadas em 2013 e 2014. Ou seja: a história se arrasta em meio a efeitos visuais e só em seu terço final consegue empolgar, sobretudo quando o dissimulado (e não menos divertido) Gollum entra em cena atrás de seu anel mágico. Outro problema está na falta de empatia do espectador com os personagens - saem figuras carismáticas, surgem treze anões carrancudos. A trama é ambientada sessenta anos antes de O Senhor dos Anéis e mostra um Bilbo Bolseiro mais jovem (e na pele de Martin Freeman). Esse pacato hobbit é procurado pelos anões para socorrê-los numa difícil missão: ajudar o rei Thorin (Richard Armitage) a retomar seu castelo, tomado pelo dragão Smaug. O mago Gandalf (Ian McKellen) os acompanhará numa jornada repleta de ataques de orcs e criaturas horrendas (169min). 10 anos. Estreou em 14/12/2012. Dublado: Itaú Power 5, Shopping Cidade 3.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪ O IMPOSSÍVEL, de Juan Antonio Bayona (Lo Imposible, Espanha, 2012). A mais completa tradução do horror do tsunami que varreu o Sudeste Asiático em 26 de dezembro de 2004 se encontra neste drama do diretor espanhol de O Orfanato (2007). Com cerca de dez minutos, a fatídica sequência é muito realista e, no enredo, provoca uma tragédia familiar: a separação dos Bennett, ingleses que vivem no Japão. Depois de a onda avassaladora cobrir parte do resort na Tailândia onde a família estava hospedada, Maria (Naomi Watts) e seu primogênito, Lucas (Tom Holland), conseguem, a duras penas, permanecer juntos. A mesma sorte não tiveram Henry (Ewan McGregor), marido de Maria, e os dois filhos pequenos (papéis de Samuel Joslin e Oaklee Pendergast), desaparecidos nas águas. O roteiro, do também espanhol Sergio G. Sánchez, concentra-se nas buscas e no desespero dos personagens, mas ganha certa extensão ao mostrar o caos nas ruas e nos hospitais. Inspirada na trajetória verídica da família espanhola Belon, a história traz coincidências que, não fossem verdadeiras, passariam por ficção barata. O realizador faz de tudo para emocionar a plateia - seja pelo enfoque da solidariedade, seja por usar uma trilha sonora sentimental nos momentos mais tocantes. Percebe-se aí uma manipulação emocional que funciona à perfeição para deixar o espectador afogado em lágrimas. Naomi concorreu ao Globo de Ouro de melhor atriz/drama e é forte candidata ao Oscar (114min). 10 anos. Estreou em 21/12/2012. Dublado: Betim Shopping 2. Legendado: DiamondMall 4.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪ JACK REACHER - O ÚLTIMO TIRO, de Christopher McQuarrie (Jack Reacher, EUA, 2012). Em 1995, Christopher McQuarrie foi considerado um roteirista promissor ao faturar o Oscar por Os Suspeitos. De lá para cá, não fez nada de muito empolgante, nem mesmo esta adaptação do livro homônimo de Lee Child, lançado pela Bertrand Brasil. Ele também dirige a fita de ação, estrelada e produzida pelo galã Tom Cruise. De início avassalador, a trama mostra um franco-atirador no topo de um edifício escolhendo as vítimas que vai eliminar. A cena termina com cinco pessoas mortas. Preso na sequência, o suposto matador exige a presença de Jack Reacher (Tom Cruise). Esse sujeito aparece do nada e, ao contrário do pretendido, quer ver o assassino atrás das grades. Ambos foram soldados no Iraque e Reacher acredita estar diante de um psicopata. Mas calma lá. Ao conhecer a advogada de defesa Helen (Rosamund Pike), o protagonista tende a achar que há uma conspiração por trás da chacina. Embora provoque risos (há humor em alguns diálogos), o filme não encontra seu prumo na confusa mistura de comédia e aventura. Com Robert Duvall (130min). 14 anos. Estreou em 11/1/2013. Itaú Power 2, Boulevard 3, Del Rey 3, DiamondMall 4, Minas Shopping 2, Paragem 3, Pátio Savassi 1, Ponteio 2, Shopping Cidade 2, Shopping Estação 2, Via Shopping 1.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪ NO, de Pablo Larraín (No, Chile/França/EUA, 2012). Em 1988, o ditador chileno Augusto Pinochet convocou um plebiscito por pressões internacionais. O general, no poder desde 1973, queria saber se o povo estava de acordo em deixá-lo governar o país por mais oito anos. Começaram, então, as campanhas na televisão. Pinochet e o grupo dos partidos de oposição tinham quinze minutos cada um para convencer os eleitores. Para liderar a propaganda política do "no" (não), os adversários contrataram um publicitário de ideias avançadas, interpretado por Gael García Bernal. O diretor Pablo Larraín foi atrás dos registros reais e conseguiu dar à fita o mesmo efeito das imagens televisivas da década de 80 - até o formato da tela é mais quadrado. Com câmera na mão em busca de um estilo documental, o cineasta retrata com precisão um período crítico e expande seu roteiro ao abordar os bastidores das propagandas eleitorais. No é o indicado do Chile a uma vaga no Oscar 2013 (110min). 14 anos. Estreou em 29/12/2012. Belas Artes 3.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪ PARIS-MANHATTAN, de Sophie Lellouche (Paris-Manhattan, França, 2012). A francesa Alice (Alice Taglioni) tinha 15 anos quando viu uma fita de Woody Allen pela primeira vez. A partir de então, fez do cineasta seu guru e com ele tem imaginárias conversas existenciais. A protagonista cresceu, formou-se farmacêutica e vive à procura de um marido. Bonita, solteira e independente, Alice, veja só, receita filmes para seus clientes. Seus pais, a irmã e o cunhado não param de tentar achar o homem ideal para ela. Eis, então, que surge o boa-praça Victor (Patrick Bruel). Charmoso instalador de alarmes, o cara, para desespero de Alice, jamais assistiu a uma produção de seu diretor favorito. Em seu primeiro longa-metragem, Sophie Lellouche tenta homenagear Woody Allen com uma comédia romântica que emula de raspão os trabalhos do grande realizador americano. Feito de quiproquós românticos - ora previsíveis, ora charmosos -, o filme fica só na intenção. A narrativa é embalada por uma deliciosa trilha sonora, cujo ápice traz Ella Fitzgerald em Bewitched (77min). 12 anos. Estreou em 11/1/2013. Belas Artes 2.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪ OS PENETRAS, de Andrucha Waddington (Brasil, 2012). Uma comédia estrelada por Marcelo Adnet (da MTV) e Eduardo Sterblitch (o Freddie Mercury Prateado do Pânico na Band), dirigida por Andrucha Waddington (Eu Tu Eles) e com roteiro de Marcelo Vindicatto (O Palhaço). Parece promissor. Mas não é o que ocorre com este filme muito bem produzido pela afiada Conspiração Filmes. Além da total falta de graça, o humor misógino só apresenta mulheres oportunistas e infiéis - a exceção está na personagem de Andrea Beltrão, em breve aparição. Adnet e Sterblitch, excelentes humoristas, são mestres do improviso e aqui ficam presos a um roteiro limitado de boas ideias. Na trama, o ingênuo e certinho Beto (Sterblitch) quer reconquistar a amada, Laura (Mariana Ximenes), mas, sem chance, decide se suicidar. É salvo por Marco Polo (Adnet), um malandro carioca que vive de dar golpes com a ajuda de um motorista (Stepan Nercessian). Beto implora ao novo amigo que procure sua ex e tente uma reaproximação entre eles. Acontece que, ao conhecer Laura, Marco Polo também se apaixona pela loira. A partir daí, o enredo vai mostrar como se dar bem no Rio de Janeiro à custa de truques, mentiras e invasões em festas. Com Luis Gustavo, Miele e Susana Vieira (100min). Estreou em 30/11/2012. Betim Shopping 2.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪ O SOM AO REDOR, de Kleber Mendonça Filho (Brasil, 2012). O diretor pernambucano vem colhendo prêmios no Brasil e no mundo por este seu primeiro (e superestimado) longa-metragem de ficção. Só no Brasil, levou troféus de melhor filme nos festivais do Rio e de Gramado e na Mostra Internacional de São Paulo. Embora sua crônica recifense traga elementos atuais e contundentes, o disperso roteiro do drama pouco aprofunda temas oportunos. Como existem muitos personagens, as subtramas se perdem e são mal resolvidas. A condução ganha, portanto, ritmo arrastado. Há ainda sequências totalmente dispensáveis - um corte mais afiado na montagem cairia bem. Em pouco mais de duas horas, o diretor e roteirista apresenta um bairro do Recife e seus vários moradores. Entre eles está Bia (Maeve Jinkings), casada e mãe de duas crianças, cujo tormento consiste nos latidos do cachorro da casa ao lado. Já o corretor de imóveis João (Gustavo Jahn) mora num condomínio de classe média, é órfão, tem um primo bandido (Yuri Holanda) e está começando uma relação com Sofia (Irma Brown). Como a região onde eles moram anda sofrendo com uma onda de roubos, uma milícia particular, liderada pelo segurança Clodoaldo (Irandhir Santos), aparece na área a fim de oferecer vigilância paga. Irandhir e W.J. Solha (que faz o avô de João) seguram as pontas, mas a maioria dos atores é tão fraca que nem o realizador consegue contornar as deficiências (131min). 16 anos. Estreou em 11/1/2013. Belas Artes 3, Cine CentoeQuatro.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

✪✪✪ A VIAGEM, de Tom Tykwer, Andy e Lana Wachowski (Cloud Atlas, Alemanha/EUA/Singapura/Hong Kong, 2012). O alemão Tom Tykwer (de Corra, Lola, Corra) e os irmãos Wachowski (da trilogia Matrix) se uniram para um projeto para lá de ambicioso: transformar em filme o livro homônimo de David Mitchell. O título brasileiro do longa-metragem vem a calhar: aceita-se ou rejeita-se a proposta de viajar no tempo por meio de várias histórias e muitos personagens. Para se ter uma ideia, intérpretes como Tom Hanks e Halle Berry chegam a fazer seis papéis, alguns com poucos minutos em cena. Está aí, no entanto, uma das maiores atrações do drama de mistério: devido à caracterização dos astros, fica difícil, em muitos casos, saber quem está por trás dos disfarces. São seis épocas distintas que se alternam em uma trama, por vezes complexa, com quase três horas de duração. Se a atenção for redobrada, não se perderá o fio da meada. Em 1849, um advogado doente (Jim Sturgess) recebe os cuidados de um médico ardiloso (Hanks). O caso de Sixsmith (James D'Arcy) com seu amante é interrompido quando Robert (Ben Whishaw) decide, em 1936, auxiliar um compositor erudito (Jim Broadbent). Já em 1973, uma jornalista (Halle Berry) investiga um empresário inescrupuloso (Hugh Grant). Nos dias de hoje, um escritor medíocre (Hanks) mata um crítico, trazendo fama a seu editor (Broadbent). Há ainda dois enredos ambientados em 2144 e 2300, em clima de ficção científica. Mas o que liga a tão excêntrica empreitada? Carma e vidas passadas são sutilmente sugeridos à plateia como parte do vistoso pacote esotérico. Com Doona Bae, Hugo Weaving e Susan Sarandon (172min). 16 anos. Estreou em 11/1/2013. Dublado: Big Shopping 2, Minas Shopping 3, Pampulha Mall 4, Shopping Norte 3. Legendado: BH Shopping 3, Boulevard 4, Del Rey 7, DiamondMall 1, Minas Shopping 3, Pátio Savassi 2 e 5, Ponteio 3, Shopping Cidade 6, Shopping Estação 6.

+ Clique aqui para conferir os horários deste filme

Cotações | Péssimo ← | Fraco ✪ | Regular ✪✪ | Bom ✪✪✪ | Muito bom ✪✪✪✪ | Excelente ✪✪✪✪✪

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE