Cinema

Cinema: programação para os dias 27 de setembro a 03 de outubro

- Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

› PRÉ-ESTREIAOs Belos Dias

No romance francês, Caroline (Fanny Ardant) tem 60 anos, duas filhas e acabou de se aposentar. Ela entra para um clube de idosos e redescobre o amor no contato com um professor bem mais jovem. Direção: Marion Vernoux (Les Beaux Jours, França, 2013, 94min).

Belas Artes 1, Ponteio 1.

› ESTREIA

✪✪✪ A Voz Adormecida

Após a Guerra Civil Espanhola, o general Francisco Franco assume o poder e instaura uma ditadura. Manda fuzilar comunistas e ateus contrários ao estado católico e ao regime autoritário. Nesse cenário de medo, a jovem Pepita (María León) chega a Madri vinda de Córdoba, em 1940. Humilde, ela tem um enorme coração e logo vai ver a irmã, Hortensia (Inma Cuesta), que está grávida, presa e possivelmente no corredor da morte por causa de sua militância política. Nas visitas a Hortensia, Pepita leva notícias do marido dela, procurado pela polícia. Mas não demora para ela se encantar pelo jovem comunista Paulino (Marc Clotet), amigo do cunhado, e também ter seu cotidiano vigiado. O diretor Benito Zambrano adapta o livro de Dulce Chacón (1954-2003) e faz um panorama sombrio da Espanha franquista — inclui-se no registro a estreita ligação do governo com a Igreja. Para conquistar o coração da plateia, o realizador carrega no drama. María León, seguindo a escola da atriz italiana Anna Magnani, dá o sangue numa interpretação de força emocional singular. Direção: Benito Zambrano (La Voz Dormida, Espanha, 2011, 128min). 16 anos. Estreia prometida para 27/9/2013.

Belas Artes 3.

› EM CARTAZ

Aconteceu em Saint-Tropez

Na comédia francesa, os irmãos Roni (Kad Merad) e Zef (Eric Elmosnino) não se dão nada bem. Para piorar, Roni casa sua filha no mesmo dia em que Zef enterra a esposa. A partir daí, eles tiram toda a família do sério. Direção: Danièle Thompson (Des Gens qui S'Embrassent, França/Bélgica, 2013, 100min). 12 anos. Estreou em 20/9/2013.

Belas Artes 2, Ponteio 3.

✪✪✪ O Ataque

Policial do Capitólio, em Washington, John Cale (Channing Tatum) tem uma ambição maior: tornar-se segurança particular do presidente americano (papel de Jamie Foxx). Durante um tour com a filha (Joey King) pela Casa Branca, o tira, que está à paisana, é surpreendido pela invasão de um grupo de terroristas. O ato foi muito bem planejado por alguém do alto escalão do governo. Separado da menina e acuado num salão junto de outras vítimas, Cale vai usar sua experiência profissional para reencontrar a garota e, de quebra, proteger o chefe da nação americana. O diretor Roland Emmerich é obcecado em destruir a Casa Branca (como em Independence Day e 2012) e, nessa aventura de ação incessante, o faz munido de técnica irretocável. Suspense, drama familiar e tensão se mesclam num enredo que joga a lógica e o rea­lismo para escanteio para investir em entretenimento-pipoca capaz de grudar o espectador na poltrona. Direção: Roland Emmerich (White House Down, EUA, 2013, 131min). 14 anos. Estreou em 6/9/2013.

Dublado: Itaú Power 6, Shopping Cidade 8, Via Shopping 5. Legendado: Paragem 4.

✪✪ Aviões

A história da nova animação da Disney é tão comum que dá para ser resumida em poucas linhas. Teco-teco que trabalha como pulverizador, Dusty tem um sonho: participar de um ­rali aéreo. O enredo lembra muito o de Turbo, no qual um caracol queria disputar a Fórmula Indy. Mas, ao contrário do concorrente, Aviões tem poucas piadinhas espertas e parece planar numa fórmula muito manjada. Resta, então, contemplar o belo visual. No circuito da corrida pelos ares, os competidores vão da Índia (com vista de tirar o fôlego do Taj Mahal) ao deserto mexicano, passando por uma divertida escala de Dusty no Tibete. Direção: Klay Hall (Planes, EUA, 2013, 91min). Livre. Estreou em 13/9/2013.

Dublado: Betim Shopping 3, Big Shopping 4, BH Shopping 7, Boulevard 1, DiamondMall 5, Minas Shopping 6, Pampulha Mall 4, Paragem 4, Pátio Savassi 4, Shopping Cidade 3, Shopping Norte 4, Via Shopping 5. Dublado, em 3D: Itaú Power 6, BH Shopping 2, Boulevard 2, Del Rey 1, DiamondMall 5, Pampulha Mall 6, Pátio Savassi 3, Shopping Estação 2.

✪✪ As Bem-Armadas

De um lado está Sandra Bullock, uma estrela do primeiro time, vencedora do Oscar de melhor atriz (por Um Sonho Possível). Na outra ponta, aparece a gorducha Melissa McCarthy, projetada em Missão Madrinha de Casamento (2011) e, recentemente, alçada à condição de protagonista de comédia. O embate das duas rende alguns momentos divertidos. Contudo, fica difícil encontrar alguma originalidade na história. Repare na mesmice do enredo: Sandra interpreta Sarah Ashburn, uma agente do FBI que usa terninhos impecáveis e desvenda crimes na base da metódica intuição. Para conquistar uma promoção, ela sai de Nova York para fazer uma investigação em Boston. Lá, precisa contar com a ajuda da esculachada Shannon Mullins (Melissa). Essa policial tem irmãos de caráter duvidoso, jeitão masculinizado e resolve as paradas no braço. A docilidade de uma e a rigidez da outra criam lugares-comuns, incluindo um estereotipado porre num bar. Direção: Paul Feig (The Heat, EUA, 2013, 117min). 12 anos. Estreou em 20/9/2013.

Dublado: Big Shopping 2, Itaú Power 2, BH Shopping 6, Del Rey 1, Minas Shopping 5, Pampulha Mall 5, Shopping Cidade 6, Shopping Estação 5, Shopping Norte 5, Via Shopping 3. Legendado: BH Shopping 1, Boulevard 1, Del Rey 1, DiamondMall 3, Pátio Savassi 8, Ponteio 2, Shopping Estação 5, Via Shopping 3.

Casa da Mãe Joana 2

Na continuação da comédia de 2008, Montanha (Antônio Pedro), Juca (José Wilker) e PR (Paulo Betti) não moram mais juntos. Depois de enriquecer com seu livro, Montanha vive numa mansão com a governanta, interpretada por Betty Faria. Juca, após voltar do exterior, é preso por porte de maconha. E PR deu um golpe numa viúva (Carmem Verônica) e agora está sendo perseguido pelas filhas dela. Direção: Hugo Carvana (Brasil, 2013, 82min). 10 anos. Estreou em 6/9/2013.

Del Rey 4.

✪✪✪ Dose Dupla

Quem imaginaria que uma parceria entre Denzel Washington e Mark Wahlberg pudesse render uma química invejável? O resultado está nesta mistura de humor, aventura e policial. Com desdobramentos reveladores, a história mostra o companheirismo de Bobby (Washington) e Stig (Wahlberg). Amigos recentes, mas inseparáveis, no mundo do crime, eles estão prestes a roubar um banco. A trama, então, volta uns dias para registrar a confusão em que se meteram ao negociar com um traficante mexicano (Edward James Olmos). Dá para adiantar sem estragar as surpresas que 1) Bobby é investigador de um departamento de narcóticos e 2) Stig foi expulso da Marinha e está na jogada para recuperar seu prestígio perante um superior. Detalhe: um não sabe a verdadeira identidade do outro. Comandado em ritmo eletrizante pelo islandês Baltasar Kormákur, o longa-metragem cumpre o prometido: ação engenhosa em tempo integral. Direção: Baltasar Kormákur (2 Guns, EUA, 2013, 109min). 16 anos. Estreou em 13/9/2013.

Dublado: Betim Shopping 2, Big Shopping 3. Legendado: Shopping Cidade 3.

✪✪ Elysium

O diretor sul-africano Neill Blomkamp fez uma estreia vistosa, quatro anos atrás, com a ficção científica Distrito 9. Retoma agora o gênero, mas sem a mesma originalidade e com uma teoria de futuro um bocado ingênua. A ação se passa na Los Angeles de 2154, um lugar onde os pobres sobrevivem de migalhas e, para ganhar uma grana, entram para a criminalidade. Max (Matt Damon) saiu da cadeia, arranjou emprego numa fábrica de robôs e se afastou dos amigos marginais. Contudo, uma mudança radical em sua vida o fará buscar ajuda em Elysium. Trata-se de uma estação espacial habitada por ricos cujo maior privilégio é ter uma máquina capaz de curar qualquer tipo de doença. Além de procurar o tratamento para si, Max quer salvar a pequena filha de uma amiga de infância (Alice Braga). Para chegar ao destino, o protagonista precisa da colaboração de um hacker dissimulado, interpretado por Wagner Moura. Se Sharlto Copley (a revelação de Distrito 9), no papel de um mercenário, e Moura optam por atuações estridentes, a senadora feita por Jodie Foster cai no estereótipo da mandachuva gélida. O ritmo da narrativa tem seus tropeços e o visual, às vezes fascinante, ganha torpedos barulhentos para comprovar o poder dos efeitos especiais. Direção: Neill Blomkamp (Elysium, EUA, 2013, 109min). 12 anos. Estreou em 20/9/2013.

Dublado: Big Shopping 1, Boulevard 6, Minas Shopping 2, Pampulha Mall 2, Shopping Cidade 7, Shopping Estação 3, Shopping Norte 2, Via Shopping 1. Legendado: Itaú Power 3, BH Shopping 8, Boulevard 6, DiamondMall 1, Minas Shopping 2, Paragem 3, Pátio Savassi 6, Ponteio 1, Shopping Estação 3.

✪ Os Estagiários

Billy (Owen Wilson) e Nick (Vince Vaughn) perdem o emprego como vendedores de relógios. Ao saberem que o Google está recrutando novos estagiários, os amigos se mandam para São Francisco a fim de passar por um árduo processo de seleção para conquistar a vaga. Na comédia, a graça teria de vir do confronto entre os dois marmanjos nada plugados no mundo virtual e o grupo de nerds e geeks do qual eles vão fazer parte. Mas, diante de um roteiro previsível e rixas tolas, nem isso funciona. Direção: Shawn Levy (The Internship, EUA, 2013, 199min). 12 anos. Estreou em 30/8/2013.

Dublado: Itaú Power 1. Legendado: Del Rey 7, DiamondMall 6.

✪ Esse Amor que Nos Consome

Está virando lugar-comum o híbrido de documentário e ficção. É o caso desta fita que não funciona em nenhum dos gêneros. Como registro real, faltam-lhe informações. Enquanto drama, ela se mostra desnorteada. Trata-se aqui do cotidiano do diretor argentino Gatto Larsen e do coreógrafo brasileiro Rubens Barbot, que possuem uma companhia de dança. Num casarão à venda no centro do Rio de Janeiro, eles ensaiam um espetáculo ao lado dos bailarinos, mesmo com corretores entrando e saindo para visitar o imóvel com clientes. Direção: Allan Ribeiro (Brasil, 2013, 80min). 12 anos. Estreou em 6/9/2013.

Cine CentoeQuatro.

✪✪ Eu, Anna

Demora um pouco para o público entender o que se passa neste policial dramático. Anna Welles (Charlotte Rampling), divorciada de meia-idade, mora com a filha e a neta e trabalha como vendedora. Ela tem o hábito de participar de encontros de solteiros para procurar sua cara-metade. Ao deixar um edifício, Anna cruza com o detetive Reid (Gabriel Byrne), que saiu de lá após examinar a cena de um crime. O policial fica intrigado com o comportamento de Anna e passa a vigiá-la. Aos poucos, a história ganha os infalíveis flashbacks para mostrar se a protagonista pode (ou não) ser a suspeita número 1. Embora Charlotte traga dignidade inabalável à personagem e haja uma surpresa de fundo psicológico no final, o filme é encaminhado de forma previsível e termina baixo-astral. Direção: Barnaby Southcombe (I, Anna, Inglaterra/Alemanha/França, 2012, 93min). 14 anos. Estreou em 13/9/2013.

Belas Artes 1, Ponteio 3.

✪✪✪ A Família

O diretor francês Luc Besson vem flertando há tempos com o cinema americano, e isso se intensifica nesta divertida comédia, produzida por Martin Scorsese (há, inclusive, uma bacana referência à filmografia dele em uma das cenas). Robert De Niro reencontra o tom da sátira no papel do mafioso nova-iorquino Giovanni Manzoni. Após delatar seus companheiros, ele entrou num programa de proteção a testemunhas e vive trocando de residência pela Europa. Acompanham o ex-poderoso chefão sua mulher (Michelle Pfeiffer) e um casal de filhos (Dianna Agron e John D'Leo). Para garantir a segurança do clã, dois capangas ficam à espreita, assim como um agente do FBI (interpretado por Tommy Lee Jones), que os visita regularmente. A família acabou de se mudar para uma pequena cidade da Normandia, na França. Embora tente manter a linha de pai perfeito, o protagonista não consegue se livrar do passado criminoso e usa a força para fazer valer a sua ordem. Entre momentos politicamente incorretos, o realizador, também autor do roteiro, mira no humor negro e na violência berrante e, felizmente, acerta o alvo. Direção: Luc Besson (The Family/Malavita, EUA/França, 2013, 110min). 16 anos. Estreou em 20/9/2013.

Dublado: Minas Shopping 4, Shopping Estação 2. Legendado: BH Shopping 6, Pátio Savassi 2, Shopping Cidade 1.

✪✪✪✪ Frances Ha

Depois de A Lula e a Baleia (2005), o diretor Noah Baumbach não acertou mais a mão. Mas ressurge agora com uma adorável comédia dramática filmada em preto e branco. Frances, interpretada pela graciosa Greta Gerwig, tem 27 anos e estuda numa companhia de balé na esperança de ser uma profissional. Trata-se, enfim, de uma sonhadora sem grana cuja amizade por Sophie (Mickey Sumner) é aparentemente inabalável. Um dia a amiga avisa: vai sair do Brooklyn, onde elas dividem um apartamento, e se mudar para Manhattan. Frances, porém, consegue um canto na casa de dois amigos. Também roteirista, Baumbach segue a protagonista por um caminho de erros escorado no humor e na melancolia, encontrados nas esquinas de uma Nova York ora solidária, ora solitária. Por seus papos verborrágicos, Frances parece saída de um filme de Woody Allen. A homenagem à nouvelle vague marca presença sobretudo na insólita passagem da personagem por Paris. Direção: Noah Baumbach (Frances Ha, EUA, 2012, 86min). 14 anos. Estreou em 23/8/2013.

Cine CentoeQuatro.

✪ Gente Grande 2

A sequência da comédia lançada em 2010 é pior do que o original. Mais infantilizada e com dispensáveis momentos escatológicos, a fita, embora escrita por três pessoas, não tem um roteiro consistente. Feita de cenas isoladas, que tentam garantir o riso, a trama ganha costura de piadas ora espirituo­sas, ora muito grosseiras. No pífio enredo, o protagonista, Lenny (Adam Sandler), saiu de Los Angeles para voltar a morar com a família em sua pequena cidade do interior. Lá, reencontrou três amigos, interpretados por Kevin James, David Spade e Chris ­Rock. É junho, início das férias escolares, e os personagens têm pouco a fazer. O tempo passa e quase nada acontece. Direção: Dennis Dugan (Grown Ups 2, EUA, 2013, 101min). 12 anos. Estreou em 16/8/2013.

Dublado: Minas Shopping 6, Shopping Cidade 8, Shopping Estação 1.

✪✪✪ Hannah Arendt

O drama enfoca a trajetória verídica de Hannah Arendt, interpretada por Barbara Sukowa. Judia alemã, ela fugiu de seu ­país devido à ascensão do nazismo, acompanhada do marido (papel de Axel Milberg). No início da década de 40, o casal chegou a Nova York e, lá, Hannah tornou-se professora universitária. A filósofa e escritora foi convidada pela revista The New Yorker para cobrir o julgamento do nazista Adolf Eichmann, em Israel, em 1961. Por revelarem que judeus estiveram envolvidos nos crimes de guerra, seus artigos tornaram-se polêmicos. Além da narrativa envolvente, o filme traz imagens reais, em preto e branco, do julgamento de Eichmann. Direção: Margarethe von Trotta (Hannah Arendt, França/Alemanha/Luxemburgo, 2012, 113min). 14 anos. Estreou em 5/7/2013.

Belas Artes 2.

✪✪ Invocação do Mal

Casas assombradas e casos de exorcismo são uma constante no cinema no intuito de apavorar as plateias. De imenso sucesso nos Estados Unidos, este terror tende a repetir o êxito por aqui — mais pela propaganda boca a boca do que por suas reais qualidades de meter medo no espectador. Diretor do primeiro Jogos Mortais (2004), o malaio James Wan sabe como poucos criar um clima de suspense, mas, entre pegadinhas e sequências de clima sinistro, a história demora a engrenar. Ambientada no início da década de 70 e inspirada em caso verídico, a trama mostra o sofrimento de Carolyn e Roger Perron (Lili Taylor e Ron Livingston). Eles se mudam com as cinco filhas para um decrépito casarão do século XVIII e sentem na pele o clima pesadão. O jeito é apelar para o casal de caça-fantasmas Ed e Lorraine Warren (Pa­trick Wilson e Vera Farmiga). Direção: James Wan (The Conjuring, EUA, 2013, 112min). 14 anos. Estreou em 13/9/2013.

Dublado: Betim Shopping 3, Big Shopping 3, Itaú Power 4, Del Rey 6, Minas Shopping 4, Pampulha Mall 4, Shopping Estação 2, Shopping Norte 3, Via Shopping 2. Legendado: BH Shopping 9, Boulevard 4, Paragem 5, Pátio Savassi 7, Shopping Cidade 1.

✪✪ Jobs

Steve Jobs (1955-2011) merecia mais, muito mais, do que esta cinebiografia de roteiro anêmico. Em diálogos cheios de frases de efeito do protagonista, o enredo cobre a vida dele desde os tempos da universidade, no início da década de 70, até a apresentação do iPod, em 2000. Aluno rebelde, mas bom de papo e ótimo vendedor, Jobs abriu a Apple na garagem da casa dos pais. Seu sócio e parceiro, Steve Wozniak (Josh Gad), ficava responsável pela execução das criações. O drama tem bons momentos, sobretudo quando exibe o lado tirano e egoísta de Jobs, além de focar sua negligência com a família (durante anos, ele não reconheceu a filha legalmente). Também passam ligeiras as duas horas de duração. Por outro lado, quase a todo instante, ele é aplaudido por funcionários e anônimos como se fosse o único gênio da Terra. Incomodam igualmente os buracos da história e a falta de explicação para o sumiço de alguns personagens. Direção: Joshua Michael Stern (Jobs, EUA, 2013, 128min). 12 anos. Estreou em 6/9/2013.

BH Shopping 10.

✪✪✪ Kátia

Batizada com o nome de José Nogueira, a piauiense Kátia Tapety ganhou projeção nacional ao se tornar o primeiro travesti eleito para um cargo político no Brasil. Vereadora mais votada da cidade de Colônia do Piauí por três vezes consecutivas, ela chegou à vice-prefeitura de seu município. No documentário está o registro do cotidiano de Kátia num período de vinte dias.

Direção: Karla Holanda (Brasil, 2012, 74min). Livre. Estreou em 30/5/2013.

Cine CentoeQuatro.

✪ Percy Jackson e o Mar de Monstros

Lançado em 2010, o primeiro filme da série Percy Jackson tinha, ao menos, o fator novidade e apresentou ao público um personagem incomum: o semideus do título, filho de Poseidon com uma mortal. Neste segundo episódio, inspirado no livro de Rick Riordan, o protagonista acaba soterrado por uma avalanche de efeitos visuais — os melhores são usados numa divertida se­quên­cia dentro de um táxi. A nova missão de Percy (Logan Lerman) é encontrar o velocino de ouro, um tecido mágico capaz de salvar uma árvore do acampamento onde vivem os rebentos dos deuses. Na jornada, o rapaz será acompanhado do meio-irmão (um tímido ciclope interpretado por Douglas Smith), da amiga Annabeth (Alexandra Daddario) e do sátiro Grover (Brandon T. Jackson). Com cenas de ação genéricas e um insosso time de atores, a aventura demora a engrenar e naufraga em meio aos monstrengos digitais. Direção: Thor Freudenthal (Percy Jackson: Sea of Monsters, EUA, 2013, 106min). 10 anos. Estreou em 16/8/2013.

Dublado: Itaú Power 1, Del Rey 7.

✪✪✪✪ Rush — No Limite da Emoção

No ano de 1976, naquele que foi considerado o mais emocionante campeonato da Fórmula 1, o embate entre o piloto inglês James Hunt (Cris Hemsworth) e o austríaco Niki Lauda (Daniel Brühl) atingiu seu auge. Essa história já seria boa para um documentário e, felizmente, rendeu um ótimo longa de ação. Ron Howard (de O Código Da Vinci), de 59 anos, dirige com tremenda habilidade a disputa desses campeões dentro e fora das pistas. Aproveita a beleza e o charme de Hemsworth (o Thor) para dar a Hunt o que ele tinha de mais atraente: o carisma, a audácia e uma inabalável autoconfiança. Brühl (de Bastardos Inglórios), por sua vez, faz uma composição sensacional de Lauda, o corredor conservador e prudente. Para completar, o filme traz cenas fabulosas nos autódromos. Utilizando a textura da fotografia das fitas da década de 70, Howard coloca câmeras em pontos estratégicos para dar ao espectador a sensação de estar dentro do cockpit. Direção: Ron Howard (Rush, EUA/Alemanha/Inglaterra, 2013, 123min). 14 anos. Estreou em 13/9/2013.

Dublado: Betim Shopping 2. Legendado: BH Shopping 7, Pátio Savassi 1, Ponteio 2.

← Se Puder... Dirija!

Embora seja um ótimo humorista, Luiz Fernando Guimarães está engessado por um roteiro medonho na comédia, a primeira produção nacional em 3D com atores. A história parece um rascunho de um filme ruim de Adam Sandler e tenta misturar, à força, graça e momentos de ternura na reconciliação entre pai e filho. Manobrista do estacionamento de um hospital no Rio de Janeiro, o divorciado João (Guimarães) vai passar um dia inteiro com o menino de 4 anos (papel de Gabriel Palhares). O protagonista, porém, esqueceu que trocou sua folga e, para não deixar o garoto na mão, vai buscá-lo com o carro "emprestado" de uma cliente (Bárbara Paz). Seguem-se, então, cenas de humor patético que focam as tentativas do funcionário de voltar ao emprego. Aqui o 3D é tão inútil quanto o próprio filme, que não vale o ingresso. Direção: Paulo Fontenelle (Brasil, 2012, 84min). Livre. Estreou em 30/8/2013.

Del Rey 4.

✪✪✪ A Sorte em Suas Mãos

Cantor e compositor uruguaio de 49 anos, Jorge Drexler ganhou fama mundial ao levar o Oscar de melhor canção, em 2005, por Al Otro Lado del Río, do filme Diários de Motocicleta. Tão surpreendente quanto receber aquele prêmio é sua estreia como ator nesta fofa comédia romântica argentina. Carismático e bastante confortável à frente das câmeras, Drexler interpreta Uriel. Esse portenho divorciado herdou a loja financeira do pai, tem dois filhos pequenos e vive ganhando (e perdendo) dinheiro no pôquer. Com preferência pelo sexo casual, ele decide fazer vasectomia. No dia da cirurgia, Uriel reencontra Gloria (Valeria Bertuccelli), uma antiga namoradinha que acabou de terminar um relacionamento. Após alguns desacertos afetivos, os protagonistas engrenam um romance, mas as consecutivas mentiras de Uriel podem pôr tudo a perder. A previsibilidade não atrapalha o encantador trabalho do diretor Daniel Burman, que usa muito bem o humor e tira de campo os dramas característicos de fitas anteriores, a exemplo de O Abraço Partido (2004) e As Leis de Família (2006). Direção: Daniel Burman (La Suerte en Tus Manos, Argentina/Espanha/Brasil, 2012, 110min). 14 anos. Estreou em 23/8/2013.

Pátio Savassi 8.

✪✪✪ O Verão do Skylab

Poucas coisas na vida são tão inesquecíveis quanto as férias na infância. Atriz de Antes da Meia-Noite, a francesa Julie Delpy não poderia ser mais certeira no registro de suas memórias como nesta comédia, o quarto longa-metragem que ela dirige. A pré-adolescente Albertine (Lou Alvarez) é a Julie do passado que, acompanhada dos pais (papel da própria cineasta e de Eric Elmosnino), vai até Saint-Malo para passar o verão de 1979. Nessa cidade litorânea da Bretanha, a jovem reencontra avó, primos, tios e tias. Trata-se, enfim, de um grande grupo, cheio de papos, qualidades e defeitos. A atenta observação da menina aos problemas familiares vai moldar sua personalidade — não à toa, a história abre com Albertine já adulta (na pele de Karin Viard) com um afiado senso de justiça. O Skylab do título refere-se à estação espacial americana cujos destroços caíram na Terra justamente naquela época e viraram motivo de pânico para Albertine. Meio ingênua, meio neurótica, a garota protagoniza tiradas imprevisíveis e momentos ternos. Direção: Julie Delpy (Le Skylab, França, 2011, 113min). 14 anos. Estreou em 30/8/2013. Belas Artes 2.

Cotações | Péssimo ← | Fraco ✪ | Regular ✪✪ | Bom ✪✪✪ | Muito bom ✪✪✪✪ | Excelente ✪✪✪✪✪

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE