Cinema

'Sem Dor, sem Ganho' é o melhor filme do diretor Michael Bay

História inspirada em fatos reais tem humor e narrativa sem gordura

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

Anthony Mackie, Mark Wahlberg e Dwayne Johnson: sucessão de erros

Avaliação ✪✪✪

Arrisque encontrar na carreira do diretor Michael Bay um filme melhor do que Sem Dor, sem Ganho. Para contar suas histórias fantásticas, ele abusa de som estridente e efeitos visuais de arrasar, vide Armageddon (1998) e a cinessérie Transformers. Este novo trabalho, inspirado em fatos reais, tem humor (coisa rara em sua filmografia) e uma narrativa sem um pingo de gordura. São mais de duas horas de entretenimento com um extra: a trama faz uma crítica consistente ao culto aos músculos em diálogos de cafajestagem assumida. Tudo começa numa academia de Miami, onde o personal trainer Daniel Lugo (um papel sob medida para Mark Wahlberg) dá duro. De tanto escutar a ladainha de um cliente (Tony Shalhoub) que venceu na vida, Lugo bola um plano de principiante: sequestrar esse empresário. Conta, então, com a ajuda do colega Adrian (Anthony Mackie) e de um ex-presidiário evangélico (Dwayne Johnson). Mas uma sucessão de erros vai pôr os três brucutus em maus lençóis. Direção: Michael Bay (Pain & Gain, EUA, 129min). 18 anos. Estreou em 23/8/2013.

BH Shopping 7, Del Rey 2, Shopping Cidade 1, Shopping Estação 2.

Cotações | Péssimo ← | Fraco ✪ | Regular ✪✪ | Bom ✪✪✪ | Muito bom ✪✪✪✪ | Excelente ✪✪✪✪✪

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE