Cinema

Festival de cinema Forumdoc.BH exibe 70 documentários

Sessões serão no Cine Humberto Mauro e na UFMG

Por: João Renato Faria - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

Começa na próxima quarta (21) a 16ª edição do Forumdoc.BH. Dedicado aos documentários, o festival vai exibir cerca de setenta filmes no Cine Humberto Mauro e na Universidade Federal de Minas Gerais. Serão oito mostras - sendo duas competitivas, com obras nacionais e do exterior - até o dia 2 de dezembro.

Algumas das sessões serão acompanhadas de debates, que irão questionar a estética, a ética e o assunto dos filmes exibidos. "Isso permite ampliar o cinema para um outro contexto, ir além da tela", diz Carla Maia. Ela é uma das organizadoras do festival e uma das curadoras da mostra A Mulher e a Câmera, dedicada ao cinema feito por mulheres. Mas quem espera filmes fofos vai se surpreender. "Iremos exibir obras sobre sexualidade, gênero e assuntos pertinentes ao universo feminino", diz.

Segundo ela, outro destaque são os filmes indígenas, que estão espalhados pelas mostras e que ganham um peso maior com a repercussão dos protestos pela demarcação das terras dos guarani kaiowá. "São questões ao mesmo tempo históricas, pois datam do descobrimento, e atuais", diz. Um dos filmes nessa linha é Xapiri, com imagens do xamanismo dos ianomâmis.

É perceptível o aumento na produção de documentários e também na visibilidade das obras. Para Carla, isso se justifica por dois motivos. O primeiro é o avanço tecnológico, que aumentou o acesso a equipamentos de filmagem e edição. O segundo é a própria especificidade do formato documentário, mais simples em relação ao cinema narrativo, exigindo equipes menores. "O Brasil tem muito terreno, muita história ainda, não falta assunto", diz. "Documentário é uma linguagem que ajuda a pensar o mundo."

Confira a programação:

Quarta (21)

Cine Humberto Mauro

19h30 - Sessão de abertura

Chasseurs et chamans (Raymond Depardon)

Xapiri (Leandro Lima e Gisela Motta, Laymert Garcia dos Santos e Stella Senra, Bruce Albert)

Sessão comentada por Renato Sztutman e Ruben Caixeta de Queiroz

Quinta (22)

Auditório 2 - Faculdade de Ciências Econômicas - UFMG

10h - A mulher e a câmera

Riddles of the sphinx/Enigmas da esfinge (Laura Mulvey e Peter Wollen)

Auditório Baesse - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - UFMG

11h30 - Lançamento de livro

O profeta e o principal: a ação política ameríndia e seus personagens (Renato Sztutman) Conversa com o autor seguida de lançamento na Livraria Quixote UFMG

Cine Humberto Mauro

15h - Cânone e contra-cânone

Sina do aventureiro (José Mojica Marins)

17h - Cânone e contra-cânone

Panca de valente (Luís Sérgio Person)

19h - Competitiva nacional

Tava - A casa de pedra (Ariel Ortega, Ernesto de Carvalho, Patrícia Ferreira, Vincent Carelli)

21h - Competitiva nacioanal

Lullaby (André Lage)

Otto (Cao Guimarães)

Sexta (23)

Auditório 2 - Faculdade de Ciências Econômicas - UFMG

9h30 - Sessão especial

Xapiri (Leandro Lima e Gisela Motta, Laymert Garcia dos Santos e Stella Senra, Bruce Albert)

Sessão comentada por Carlos Fausto

Cine Humberto Mauro

15h - Competitiva nacional

Espírito Santo Futebol Clube (André Ehrlich Lucas, Lucas Vetekesky)

HU (Pedro Urano e Joana Traub)

17h - Competitiva nacional

Porcos raivosos (Isabel Penoni, Leonardo Sette)

Pele de branco (Takumã Kuikuro)

Margens dos Marques (Mariana Andrade)

19h - Cânone e contra-cânone

Cassy Jones, magnífico sedutor

(Luís Sérgio Person)

21h - Cânone e contra-cânone

Império do desejo (Carlos Oscar Reichenbach)

Sábado (24)

Cine Humberto Mauro

15h - Competitiva nacional

Mr. Sganzerla, os signos da luz (Joel Pizzini)

17h - A mulher e a câmera

Nathalie Granger (Marguerite Duras)

19h - Competitiva nacional

A cidade é uma só? (Adirley Queirós)

21h - Competitiva nacional

Câmara escura (Marcelo Pedroso)

Doméstica (Gabriel Mascaro)

Domingo (25)

Cine Humberto Mauro

15h - Competitiva nacional

A Anti performance (Daniel Lisboa)

Em busca de um lugar comum (Felippe Schultz Mussel)

17h - Cânone e contra-cânone

A$suntina das Amérikas (Luís Rosemberg Filho)

19h - Cânone e contra-cânone

Malandro, termo civilizado (Sylvio Lanna)

Lobisomem, o terror da meia-noite (Elyseu Visconti)

Sessão comentada pelos diretores

21h - Cânone e contra-cânone

Mesa de debates: Cânones e contra-cânones no cinema moderno brasileiro

Hernani Heffner, Luís Alberto Rocha Melo, mediação: Ewerton Belico

Segunda (26)

Auditório Luiz Pompeu - Faculdade de Educação - UFMG

10h - A mulher e a câmera

Conferência: Luiza Elvira Belaunde

Apresentação: Paulo Maia

Cine Humberto Mauro

14h - Oficina com Claire Angelini

17h - Cânone e contra-cânone

Perdidos e malditos (Geraldo Veloso)

Sessão comentada pelo diretor

19h - Cânone e contra-cânone

Bandido da luz vermelha (Rogério Sganzerla)

21h - A mulher e a câmera

Luz nas trevas (Ícaro C. Martins, Helena Ignez)

Sessão comentada pela diretora

Terça (27)

Auditório 2 - Faculdade de Ciências Econômicas - UFMG

9h - A mulher e a câmera

Mesa de debates: Mulheres e Política

Roberta Veiga, Carla Maia. Mediação: Inês Teixeira

11h30 - A mulher e a câmera

La Flaca Alejandra (Carmen Castillo)

Tarachime /nascimento, maternidade (Naomi Kawase)

Cine Humberto Mauro

14h - Ofcina com Claire Angelini

17h - A mulher e a câmera

La nouba des femmes du Mont-Chenoua (Assia Djebar)

19h - A mulher e a câmera

Réponse des femmes (Agnés Varda)

Documenteur (Agnés Varda)

Sessão comentada por Ilana Feldman

21h - Competitiva internacional

Espoir voyage (Michel Zongo)

Quarta (28)

Auditório 2 - Faculdade de Ciências Econômicas - UFMG

9h - A mulher e a câmera

Mesa cineastas indígenas

Suely Maxakali, Patrícia Ferreira. Mediação: Renata Otto

11h30 - A mulher e a câmera

The woman's Film (Louise Alaimo, Judy Smith, Ellen Sorren)

Emerging woman/A nova mulher (Helena Solberg)

Cine Humberto Mauro

14h - Ofcina com Claire Angelini

17h - Competitiva internacional

La Friche (Magali Roucaut)

Narmada (Manon Ott, Grégory Cohen)

19h - A mulher e a câmera

A falta que me faz (Marília Rocha)

A entrevista (Helena Solberg)

21h - A mulher e a câmera

Mesa de debates

Mulheres no cinema brasileiro

Helena Solberg, Marília Rocha, Paula Alves. Mediação: Cláudia Mesquita

Lançamento da Revista Devires Cinema e Humanidades v.7 n.1, dedicado à Chantal Akerman

Quinta (29)

Auditório Baesse - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - UFMG

10h - A mulher e a câmera

Mesa de debates: Deslocamentos do feminino

Lia Zanotta, Érica Souza. Mediação: Débora Breder

Cine Humberto Mauro

14h - Oficina com Claire Angelini

17h - A mulher e a câmera

La guerre est proche (Claire Angelini)

Sessão comentada pela diretora

19h - Lançamento

Paralelo 10 (Silvio Da-Rin)

Sessão comentada pelo diretor

21h - Competitiva internacional

Habiter/construire (Clemence Ancelin)

Sexta (30)

Auditório 2 - Faculdade de Ciências Econômicas - UFMG

9h - A mulher e a câmera

Jeanne Dielman, 23 Quai du Commerce, 1080 Bruxelles (Chantal Akerman)

Cine Humberto Mauro

14h - Ofcina com Claire Angelini

17h - Competitiva internacional

Linha vermelha (José Filipe Costa)

19h - A mulher e a câmera

Et tu es dehors (Claire Angelini)

Sessão comentada pela diretora

21h - Competitiva internacional

Zavtra (Andrey Gryazev)

Sábado (1º)

Cine Humberto Mauro

15h - Competitiva internacional

Eau douce, eau salée (Aya Tanaka)

Cama de gato (Filipa Reis, João Miller Guerra)

17h - Competitiva internacional

Chambres avec vue (Léo Zarka-Lepage)

Bons Baisers de la colonie (Nathalie Borges)

19h - Lançamentos

Shuku shukuwe - a vida é para sempre (Agostinho Ika Muru Huni Kuin)

Sessão comentada por Tadeu Huni Kuin

Una Hiwea - O livro vivo

(Centro de Memória Aldeia São

Joaquim, Associação Filmes de Quintal,

Literaterras/UFMG)

Com a presença de Dani Huni Kuin

21h - A mulher e a câmera

Surname viet given name nam (Trinh T. Minh-ha)

Domingo (2)

Cine Humberto Mauro

15h - Lançamento

Paz no mundo camará: a capoeira Angola e a volta que o mundo dá (Carem Abreu)

17h - A mulher e a câmera

Reassemblage (Trinh T. Minh-ha)

18h - Lançamento

Ao lugar de Herbais (Daniel Ribeiro Duarte)

Sessão comentada pelo diretor

19h - Sessão especial

Homenagem a Yann Le Masson e Chris Marker

Kashima paradise (Yann Le Masson)

21h - Sessão de encerramento

Premiação das Mostras Competitivas

Lacrimosa (Aloysio Raulino)

Sessão comentada pelo diretor

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE