Cinema

Programação de cinema para os dias 14 a 20 de setembro

- Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

Gilles De Schrijver, Robrecht Vanden Thoren e Tom Audenaert: na comédia Hasta la Vista! — Venha Como Você É

PRÉ-ESTREIAS ✪✪✪ APENAS UMA NOITE, de Massy Tadjedin (Last Night, EUA/França, 2010). Nascida no Irã e criada na Califórnia, Massy Tadjedin faz uma bela estreia como diretora. Há muito com que se surpreender neste drama romântico, enxuto na forma, mas rico enquanto registro da realidade. O executivo Michael (Sam Worthington, de Avatar) é casado com a aspirante a escritora Joanna (Keira Knightley). Em um envolvente e tenso jogo de sedução, a fidelidade de ambos será posta à prova. Michael parte numa rápida viagem de negócios e passa a ser assediado pela colega de trabalho Laura (Eva Mendes). Em Nova York, sua esposa reencontra Alex (Guillaume Canet), o ex-namorado por quem ainda se sente atraída. Também roteirista, a realizadora mostra-se sagaz na arguta observação do comportamento feminino e masculino. Além do charmoso casal de protagonistas, os dois coadjuvantes representam bem o ideal (ou o sonho) de alguns homens e mulheres: a tentação carnal nas formas roliças de Eva Mendes e a elegância intelectual do francês Guillaume Canet (93min). Diamond Mall 6

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪✪ HASTA LA VISTA! — VENHA COMO VOCÊ É, de Geoffrey Enthoven (Hasta la Vista!, Bélgica, 2011). Entrevado numa cadeira de rodas, o jovem belga Philip (papel de Robrecht Vanden Thoren) sofre de uma doença genética e depende dos pais para qualquer movimento. Cotidiano semelhante vive seu amigo Lars (Gilles De Schrijver), paraplégico devido a um câncer agressivo. Para perder a virgindade, a dupla descobre um bordel na Espanha especializado em atender deficientes físicos. Com a desculpa de conhecer as vinícolas espanholas, os rapazes enganam a família e chamam Jozef (Tom Audenaert), um colega mais velho, também sem experiência sexual e quase cego, para se juntar ao grupo na empreitada maluca. Quem vai dirigir a van da Bélgica até lá é a durona enfermeira Claude (Isabelle de Hertogh). O enredo pode insinuar um melodrama, mas trata-se de uma espirituosa comédia, com alguns momentos mais pesados. A trama explora o inusitado tema amparada em originalidade, alto-astral, diálogos afiados e elenco exemplar. Nem mesmo o previsível e triste desfecho apaga a tortuosa trajetória dos personagens rumo à felicidade (113min). 12 anos. Pátio Savassi 1.

+ Confira o horário das salas de cinema

POLISSIA, de Maïwenn (Polisse, França, 2011). Prêmio do Júri no Festival de Cannes 2011, o drama mostra o trabalho da Brigada de Proteção ao Menor, de Paris, que investiga casos de aliciadores de menores de idade e pedofilia. Entre fatos marcantes, o impulsivo Fred (Joey Starr) ainda tem de dar atenção a uma fotógrafa (papel da diretora Maïwenn), responsável por registrar o dia a dia dos especialistas. Com Karin Viard e Jérémie Elkaïm (127min). Belas Artes 3.

+ Confira o horário das salas de cinema

TED, Seth MacFarlane, criador da série Family Guy, assina a direção e o roteiro desta comédia. Na história, John Bennett, interpretado por Mark Wahlberg, precisa lidar com seu estimado ursinho de pelúcia da sua infância que ganhou vida. BH Shopping 9, Del Rey 7, Diamond 6, Pátio Savassi 7.

+ Confira o horário das salas de cinema

ESTREIAS

← E A VIDA CONTINUA..., de Paulo Figueiredo (Brasil, 2012). Para quem achava que o filão do drama espírita havia atingido o fundo do poço em O Filme dos Espíritos, vale o alerta: o primeiro longa-metragem dirigido pelo ator Paulo Figueiredo mostra-se ainda pior. Se a câmera tivesse sido dada a um estudante de cinema, provavelmente o resultado seria menos primário. Gravado em vídeo de alta definição, o filme tem o jeitão de uma telenovela de uma emissora bem pobre. Realização tosca à parte, a história possui um didatismo exagerado, como se quisesse doutrinar o espectador. Na trama, a jovem Evelina (Amanda Costa) conhece o gentil senhor Ernesto (Luiz Baccelli) num hotel-fazenda. Ambos estão lá para descansar e se preparar para uma delicada cirurgia. O convívio diário os aproxima. Depois da operação, Evelina acorda numa clínica no campo, onde reencontra Ernesto. Ambos ficam sabendo que morreram e estão no plano espiritual. Baseado no livro homônimo, escrito em 1968 pelo espírito André Luiz e psicografado por Chico Xavier, o roteiro insiste em coincidências forçadas que tendem a ser risíveis. Nada contra o tema, mas o espiritismo merece uma fita à altura de seus seguidores. Com Lima Duarte, Ana Lúcia Torre e Ana Rosa (98min). 10 anos. BH Shopping 10, Del Rey 7, Shopping Cidade 1.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪✪ OS INFIÉIS, de Jean Dujardin, Michel Hazanavicius, Alexandre Courtès e mais quatro diretores (Les Infidèles, França, 2012). Enquanto uns devem rolar de rir com o humor afiado e propositalmente misógino, outros podem achar a comédia francesa grosseira. Trata-se de um projeto pessoal de Jean Dujardin, vencedor do Oscar 2012 de melhor ator por O Artista. Além dele, seis diretores e quatro roteiristas se dividiram na criação de nove histórias curtas. Embora longas-metragens em esquetes normalmente se mostrem irregulares, o saldo aqui revela-se satisfatório — os capítulos nos quais a graça se impõe são superiores às tramas dramáticas. De tom explicitamente machista, o prólogo dá uma ideia do conjunto. Mesmo casados, os amigos Fred (Dujardin) e Greg (Gilles Lellouche), ambos na idade do lobo, aproveitam a balada e transam com mulheres de apenas uma noite. Os mesmos personagens voltam no derradeiro episódio: eles largam as esposas por uns dias e vão atrás das americanas em Las Vegas. Polêmica, a conclusão pode deixar estarrecido o espectador mais conservador. Dois outros curtas também se destacam. Agora comandado por Michel Hazanavicius (o premiado diretor de O Artista), Dujardin interpreta um patético conquistador disposto a levar para a cama qualquer colega de trabalho após uma palestra num hotel. E o realizador Alexandre Courtès reúne um sintonizado elenco masculino para, diante de uma psicóloga (Sandrine Kiberlain), tratar o vício em sexo em uma divertida sessão de terapia. Em outros dois contos, a sátira dá lugar ao melodrama. Surpreendente, Dujardin e Lellouche se alternam para viver os protagonistas e se saem a contento em todos os momentos. O trunfo do filme, contudo, está no livre-arbítrio e na ousadia de Dujardin e camaradas exporem às claras seus pensamentos sobre a traição conjugal (109min). 16 anos. Belas Artes 1.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪✪ PARANORMAN, de Chris Butler e Sam Fell (ParaNorman, EUA, 2012). A mesma produtora de Coraline e o Mundo Secreto (2009) investe novamente numa animação em stop-motion, bastante assustadora para crianças pequenas. Eis o mórbido tema: Norman é um menino de 11 anos que fala com sua avó morta e, por isso, vira alvo de chacotas na escola. Ninguém (nem mesmo sua família) acredita em seu dom sobrenatural. Para piorar, Norman recebeu um recado do além de um tio recém-falecido. A maldição de uma bruxa, ocorrida 300 anos atrás, está para voltar à tona e só o pequeno protagonista será capaz de impedi-la. Se o assunto parece complexo demais para os menorzinhos, os adultos podem julgar a história infantilizada. Mesmo sem um foco de público definido, a realização mostra-se primorosa e apresenta, originalmente, um personagem assumidamente gay (92min). Livre. Dublado: Del Rey 1. Dublado, em 3D: BH Shopping 2, Big Shopping 5, Itaú Power 6, Paragem 1, Shopping Cidade 4, Estação BH 2, Shopping Norte 1.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪ PROJETO DINOSSAURO, de Sid Bennett (The Dinosaur Project, Inglaterra, 2012). O truque de a ficção parecer um registro real (na linha de Atividade Paranormal e do recente Poder sem Limites, entre outros) rendeu mais este longa-metragem, desta vez vindo da Inglaterra. É de lá que sai uma equipe de TV, acompanhada de um experiente explorador (Richard Dillane). O objetivo deles: encontrar espécies raras de bichos pré-históricos na África. A viagem ganha um motivo depois que um "parente" do monstro do Lago Ness foi filmado numa ilha do Congo. No caminho, o helicóptero cai na mata densa e, sem comunicação, o grupo precisa sobreviver. Mais esperto da turma, o adolescente Luke (Matt Kane), filho do líder da expedição, é quem se mune de pequenas câmeras para fazer gravações impressionantes dos dinossauros. Fruto da criação digital, os animais são benfeitos. Reina um clima de suspense crescente. Embora o ponto de partida seja curioso, a realização cai na mesmice do gênero e uma reviravolta envolvendo traição mostra-se um dispensável clichê (83min). 10 anos. Dublado: Via Shopping 4. Legendado: Shopping Cidade 2.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪ VIZINHOS IMEDIATOS DO TERCEIRO GRAU, de Akiva Schaffer (The Watch, EUA, 2012). Para quem foi considerado uma das promessas do novo humor americano, Seth Rogen (Superbad) anda pisando na bola. Depois de estrelar o desastroso O Besouro Verde, ele aparece como um dos roteiristas desta comédia de início original, mas comprometida por um desenrolar chocho e sem muita graça. Visto quase sempre no mesmo papel, Ben Stiller (Uma Noite no Museu) interpreta Evan Troutwig, um gerente de hipermercado certinho e careta. Após a horripilante morte de um segurança da loja, Evan decide montar por conta própria uma equipe de vigilantes comunitários. O grupo, porém, consiste só de mais três vizinhos, o cervejeiro Bob (Vince Vaughn), o destemido Franklin (Jonah Hill) e o esquisito Jamarcus (Richard Ayoade). Em uma das rondas noturnas, o quarteto depara com algo estarrecedor: o inimigo, forte e violento, é um extraterrestre. Não há química entre os protagonistas, o roteiro força a barra na porção emocional e o que era humor vira uma ficção científica abilolada (102min). 12 anos. Dublado: Minas Shopping 6, Shopping Cidade 6, Via Shopping 5.

+ Confira o horário das salas de cinema

EM CARTAZ ✪✪✪ ABRAHAM LINCOLN, CAÇADOR DE VAM­PIROS, de Timur Bekmambetov (Abraham Lincoln: Vampire Hunter, EUA, 2012). A combinação de nomes é explosiva. Tim Burton produz para o diretor russo de O Procurado um thriller inspirado no livro de Seth Grahame-Smith, o festejado autor de Orgulho e Preconceito e Zumbis. Embora pouco assustador e um tantinho menos surpreendente do que o filme anterior de Bekmambetov, o novo trabalho traz um argumento bastante curioso embalado por frenéticas sequências de ação. O Abraham Lincoln do título é ele mesmo: o presidente americano (1809-1865), responsável pela abolição da escravatura nos Estados Unidos. Interpretado pelo eficiente Benjamin Walker, Lincoln, desde criança, teve de lidar com vampiros — um deles foi o responsável pela morte de sua mãe. Já adulto, aprende a se defender e a matar os sanguessugas com a ajuda de seu mestre (papel de Dominic Cooper). Ao se mudar para o estado de Illinois a fim de formar-se advogado, o protagonista torna-se um porta-voz em defesa da liberdade dos negros, além de enfrentar vampiros cada vez mais poderosos. Cenas de tirar o fôlego, como o embate sobre cavalos em disparada e as batalhas durante a Guerra Civil Americana, merecem ser vistas em 3D, já que a projeção possui uma qualidade de alta definição de deixar a plateia de olhos bem abertos (105min). 14 anos. Dublado: Itaú Power 3, Shopping Cidade 3, Via Shopping 1. Dublado, em 3D: Big Shopping 5, Minas Shopping 2, Pampulha Mall 6, Estação BH 4, Shopping Norte 1. Legendado: Betim Shopping 2, BH Shopping 9, Boulevard 2, Del Rey 5, Paragem 3. Legendado, em 3D: BH Shopping 1, Diamond Mall 6, Pampulha Mall 6, Pátio Savassi 4.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪ AS AVENTURAS DE AGAMENON, O REPÓRTER, de Victor Lopes (Brasil, 2012). Comédia. Agamenon virou um repórter de sucesso, apesar de sua má fama e do temperamento rebelde. Vivido na fase jovem por Marcelo Adnet e mais maduro por Hubert, o protagonista conseguiu se salvar do naufrágio do Titanic, entrevistou personalidades do porte de Gandhi e Albert Einstein e esteve presente em emblemáticos casos internacionais, como o assassinato de John Kennedy (74min). 14 anos. Estreou em 6/1/2012.. BH Shopping 6, Diamond Mall 3, Pátio Savassi 1.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪✪ BATMAN — O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE, de Christopher Nolan (The Dark Knight Rises, EUA/Inglaterra, 2012). Ação dramática. Puxada para o drama e com poucos (porém vigorosos) momentos de ação, a trama se passa oito anos depois do longa-metragem de 2008. Por ter baixado a criminalidade em Gotham City, Harvey Dent virou ídolo. Batman (ainda interpretado por Christian Bale), responsável por sua morte, caiu em desgraça na opinião pública e, desde então, preferiu ficar recluso. Com o surgimento do brucutu Bane (Tom Hardy), um mercenário disposto a mandar a cidade pelos ares, chega a hora de Bruce Wayne vestir novamente a fantasia do homem-morcego. Embora o vilão jamais se iguale à insanidade do Coringa na magistral atuação de Heath Ledger no filme anterior, este capítulo segue no registro do realismo e oferece à plateia quarenta minutos finais arrebatadores — uma sequência embalada pela grandiloquente trilha sonora de Hans Zimmer (A Origem) que chega a um clímax surpreendente. No elenco numeroso, sobressaem as performances de Anne Hathaway, vivendo uma ladra sensual, e de Joseph Gordon-Levitt, um policial criado num orfanato. Com Gary Oldman, Michael Caine, Marion Cottilard e Morgan Freeman (164min). 14 anos. Estreou em 27/7/2012. Dublado: Big Shopping 4, Pampulha Mall 4, Shopping Norte 3. Legendado: Paragem 5.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪✪ BEM AMADAS, de Christophe Hono­ré (Les Bien-Aimés, França/Inglaterra/República Checa, 2011). A narrativa do drama, por vezes vacilante, abarca mais de quarenta anos de história. Com início em 1964, a trama mostra o dia a dia de Madeleine (Ludivine Sagnier). Funcionária de uma loja de sapatos chiques em Paris, ela vira prostituta por acaso, apaixona-se por um cliente checo e vai morar com ele em Praga. Quatro anos depois, descobre que foi traída e pega a filha pequena, Véra, para retornar ao seu país. O roteiro salta para 1978, vai a 1994, chega a 2001 e estaciona em 2007. Na fase madura, Madeleine ganha as formas da diva Catherine Deneuve e Véra é interpretada por Chiara Mastroianni. Por serem mãe e filha na vida real, elas dão carisma extra às personagens. A maior virtude da fita está na maneira íntima e autoral do registro de duas gerações (139min). 16 anos. Estreou em 20/7/2012. Belas Artes 3.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪ BILLI PIG, de José Eduardo Belmonte (Brasil, 2012). A comédia enfoca a vida conjugal de Wanderley (Selton Mello) e Marivalda, interpretada por Grazi Massafera, grande destaque do elenco. Ele vive um corretor de seguros em crise, ela é uma aspirante a atriz que se aconselha com um porco rosa de borracha chamado Billi. Para sair do buraco financeiro, Wanderley tem uma ideia a princípio promissora: dar um golpe num traficante (Otávio Müller). Com Preta Gil (95min). 12 anos. Estreou em 2/3/2012. BH Shopping 7.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪ O DIÁRIO DE TATI, de Mauro Farias (Brasil, 2010). Heloísa Périssé tinha um quadro no Fantástico com a personagem Tati, criada em 2001 e inspirada na enteada da atriz. O longa-metragem veio na esteira do sucesso e, rodado em 2006, só agora sai da geladeira. Público-alvo da comédia juvenil, os adolescentes podem até se identificar, mas dificilmente vão achar muita graça — em seis anos, o mundo mudou muito. Com roteiro esquemático e direção quadradinha, o filme flagra os descontentamentos e as alegrias de Tati. Ao mesmo tempo em que joga charme para um skatista bonitão (Thiago Rodrigues), a garota precisa esconder de sua mãe (Louise Cardoso) que ficou de recuperação em matemática. Maurinho (Marcelo Adnet), amigo de seu irmão (Pedro Neschling), vai ajudá-la a entrar nos eixos dando aulas particulares. O universo da protagonista se resume a isso: amores não correspondidos, confissões às amigas do peito, atritos familiares, paqueras tortas e baladas de rock nacional. Fácil de ver e também de esquecer (90min). Livre. Estreou em 24/8/2012. BH Shopping 5, Pampulha Mall 3.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪✪✪ O DITADOR, de Larry Charles (The Dictator, EUA, 2012). Quem viu os desconcertantes Borat (2006) e Bruno (2009) pode ter uma noção do que esperar da nova comédia escrita e estrelada por Sacha Baron Cohen. A fórmula dos dois filmes anteriores mudou um pouco. Devido à sua cara manjada no mundo, Cohen, mesmo disfarçado, não se arriscou mais a improvisar por meio de pegadinhas. Preferiu escrever uma história avassaladoramente atrevida e também escorada no politicamente incorreto. O resultado é igual ao dos trabalhos anteriores: ou se ama ou se odeia sua sátira despudorada. Logo na abertura, surge a primeira piada — o longa-metragem foi dedicado a Kim Jong-Il, o déspota norte-coreano morto em dezembro de 2011. Na trama, Aladeen (Cohen), o ditador irascível e mimado de um fictício país árabe no norte da África, manda torturar e matar detratores sem piedade. Preocupadas, as demais nações pedem um pronunciamento dele na ONU. Quando ele vai para Nova York, sua vida sofre uma guinada provocada por Tamir (Ben Kingsley), seu conselheiro. Cohen está afiadíssimo para zombar dos deficientes físicos aos imigrantes filipinos e sudaneses, do grupo Menudo ao atentado terrorista ao World Trade Center. Ele é uma metralhadora verbal capaz de brincar com assuntos sérios sem poupar nada nem ninguém. Com Anna Faris (83min). 14 anos. Estreou em 24/8/2012. Pátio Savassi 1.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪✪ UM DIVà PARA DOIS, de David Frankel (Hope Springs, EUA, 2012). Comédia dramática. Eis uma rara união de humor e drama em que ambos os gêneros são bem explorados. Além de haver um assunto bacana narrado às claras, a dupla de protagonistas encara os personagens com desenvoltura e gosto. Não à toa, eles são interpretados pelos magníficos atores Meryl Streep e Tommy Lee Jones, que vivem um casamento falido na pele de Kay e Arnold. Embora morem sob o mesmo teto, eles não dormem juntos e não fazem sexo há, pelo menos, quatro anos. Dona de casa, Kay nota que a relação esfriou e paga 4 000 dólares para fazer terapia de casal durante uma semana com o renomado Dr. Feld (Steve Carell). Ela convence Arnold a atravessar o país para chegar à pequena Hope Springs. Lá, o psicanalista é objetivo para saber da intimidade deles. O roteiro usa a graça para tocar em tema adulto — as relações sexuais na meia-idade — sem que a seriedade saia de cena. Vinda da TV, Vanessa Taylor acerta no tom do roteiro levado ao cinema pelo diretor de O Diabo Veste Prada (100min). 12 anos. Estreou 17/8/2012. BH Shopping 7, Diamond Mall 4, Paragem 4, Pátio Savassi 3.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪✪ A ERA DO GELO 4, de Steve Martino e Mike Thurmeier (Ice Age: Continental Drift, EUA, 2012). Este quarto episódio da cinessérie de animação, iniciada em 2002, tem uma intenção modesta — revisitar personagens que fazem por merecer uma nova matinê amalucada. A fórmula, felizmente, ainda não se deixou derrubar pelo cansaço e o integrante mais divertido da turma continua a ser o melhor personagem: o esquilo Scrat. É ele próprio quem desata as reviravoltas desta sequência. O bichinho, engolido por uma rachadura no solo, vai parar no centro da Terra e provoca uma onda de terremotos (94min). Livre. Estreou em 29/6/2012. Dublado: Big Shopping 3, Pampulha Mall 4, Paragem 4, Shopping Norte 4.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪✪ FEBRE DO RATO, de Cláudio Assis (Brasil, 2011). Drama. Vencedor de oito prêmios no Festival de Paulínia de 2011, entre eles o de melhor filme de ficção, o terceiro longa-metragem de Cláudio Assis (Amarelo Manga e Baixio das Bestas) retrata o poeta Zizo (um enérgico Irandhyr Santos), autor de um pequeno tabloide de notícias chamado Febre do Rato. Anárquico, defende um modo de vida libertário. À altura do personagem, a nova provocação do diretor pernambucano não fica no meio-termo. Uma parte do público vai identificar um lirismo seco e corajoso. Mas o despudor da narrativa, entrecortada por cenas demoradas de nudez e sexo, por vezes beira o choque gratuito. Descontadas as previsíveis polêmicas, a força da fita encontra-se nesse desejo intransigente, quase juvenil, de não se impor limites. A atmosfera caótica combina à perfeição com a história do protagonista, um agitador verborrágico e radical. Para compor o submundo recifense onde esse homem vive, Assis se ampara numa impecável fotografia em preto e branco de Walter Carvalho e numa trilha sonora vibrante de Jorge du Peixe (da banda Nação Zumbi). O roteiro de Hilton Lacerda, sem se prender a uma trama convencional, descreve um cotidiano em que arte, loucura e prazer sexual aliviam os efeitos da miséria (110min). 18 anos. Estreou em 22/6/2012. Belas Artes 3.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪✪✪ INTOCÁVEIS, de Olivier Nakache e Eric Toledano (Intouchables, França, 2011). Inspirada em história real, a comédia dramática levou mais de 20 milhões de franceses aos cinemas e, não fosse pela invencibilidade de O Artista, teria faturado os principais prêmios no César, o Oscar da França — apenas Omar Sy foi laureado como melhor ator. O que poderia render um dramalhão lacrimoso virou uma espirituosa trama capaz de tirar do sério um tema espinhudo. François Cluzet, em excelente desempenho, interpreta Philippe, um milionário tetraplégico de Paris que busca um cuidador — vários já passaram por suas mãos e desistiram por causa de seu comportamento. Quando conhece Driss (Omar Sy), Philippe parece ter encontrado a pessoa certa. Vindo da periferia, pobre, negro e malandro, Driss não tem carta de referência, mas possui autoestima inabalável, além de uma contagiante alegria de viver. Como quer alguém que não o veja com piedade, o ricaço o contrata. Começa aí uma amizade improvável embalada por situações ora divertidas, ora emocionantes, quase sempre de deixar a plateia com um nó na garganta (111min). Estreou em 31/8/2012. Belas Artes 2, BH Shopping 2 e 9, Boulevard 4, Diamond Mall 1, Pátio Savassi 8.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪ O LEGADO BOURNE, de Tony Gilroy (The Bourne Legacy, EUA, 2012). Thriller de espionagem. Diretor de Conduta de Risco (2007) e Duplicidade (2009), Tony Gilroy se deu melhor como roteirista dos três episódios anteriores da cinessérie com o personagem Jason Bourne, interpretado por Matt Damon em 2002, 2004 e 2007. Gilroy agora assume também a direção e a montagem no novo filme da franquia e não dá conta do recado. Embora com uma fascinante sequência de perseguição em Manila, nas Filipinas, a fita tem uma primeira hora arrastada e metida a complexa — no fundo, é confusa mesmo. Um monte de baboseiras situa a trama, mas basta saber que Jeremy Renner (o Gavião Arqueiro de Os Vingadores), na pele de Aaron Cross, está sendo perseguido pela CIA porque entrou para um programa secreto. Nele, os agentes ganham força e destreza extras por tomar uma droga a que poucos têm acesso. Lutando pela sobrevivência, Cross encontra uma parceira de fuga na doutora Marta, papel de Rachel Weisz. Com Edward Norton (135min). 14 anos. Estreou em 7/9/2012. Itaú Power 1, BH Shopping 4, Boulevard 4, Del Rey 4, Diamond Mall 3, Minas Shopping 4, Shopping Cidade 2, Estação BH 6.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪ OS MERCENÁRIOS 2, de Simon West (The Expendables 2, EUA, 2012). Em 2010, aos 64 anos e mumificado por plásticas, Stallone se reinventou ao unir brucutus do passado (Dolph Lundgren, Mickey Rourke) e do presente (Jason Statham) para rodar uma fita de ação na fórmula do cinepancadaria da década de 80. Os Mercenários rendeu quase 270 milhões de dólares e, óbvio, ganhou uma continuação. Uma boa notícia: embora irregular, a sequência revela-se superior ao original. Já no começo do longa, quando o bando do mercenário Barney Ross (Stallone) resgata um chinês sequestrado no Nepal, dá para ter uma ideia do potencial do diretor Simon West, o mesmo de Con Air (1997): explosões barulhentas, artilharia pesada e golpes de gente graúda nas artes marciais. Na trama principal, Ross vai até a Albânia para uma missão e lá um de seus parceiros é morto pelo vilão vivido por Jean-Claude Van Damme. Além de querer vingança, a equipe de Ross precisa encontrar toneladas de plutônio. Deixe de lado o roteiro rasteiro e o tom dramático dado à história por seu criador. O humor, grande trunfo do enredo, está estampado nas caras sarcásticas dos coadjuvantes Chuck Norris, Arnold Schwarzenegger, Bruce Willis e outros valentões. Referências a personagens anteriores dos astros e piadas com a idade e a aparência deles respondem por momentos hilariantes (103min). 16 anos. Estreou em 31/8/2012. Dublado: Betim Shopping 3, Itaú Power 2, BH Shopping 8, Del Rey 6, Minas Shopping 5, Pampulha Mall 5, Shopping Cidade 7, Estação BH 2 e 5, Shopping Norte 5, Via Shopping 2.

+ Confira o horário das salas de cinema

← TOTALMENTE INOCENTES, de Rodrigo Bittencourt (Brasil, 2012). Comédia. Não dava para esperar algo melhor de quem dirigiu o horrendo curta-metragem Who's Gonna Fuck My Wife (de tradução impublicável), exibido no Festival de Paulínia em 2010. Descendo ainda mais a ladeira artística e moral, o realizador e corroteirista Rodrigo Bittencourt apela aqui para uma tentativa tosca de parodiar o subgênero favela movie, cujos maiores expoentes são Tropa de Elite e Cidade de Deus. Além da história sem graça, a comédia incita a sexualidade e a violência em crianças. Abominável, a trama mostra a paixão que o adolescente Da Fé (Lucas D' Jesus) sente pela vizinha Gildinha, uma morenaça interpretada por Mariana Rios. Eles moram na comunidade DDC, recém-tomada pelo traficante Do Morro (Fábio Porchat). Para conquistar um estágio numa revista, Gildinha promete ao repórter fotográfico Wanderley (Fábio Assunção) conseguir uma entrevista exclusiva com o chefão do tráfico. Mas, atrapalhado e covarde, o jornalista só vai criar confusões. Do implausível tipo bobalhão feito por Assunção à lésbica que apalpa mocinhas da redação (papel de Ingrid Guimarães), abundam estereótipos e preconceitos — há até um dicionário de "boiolês". O longa-metragem não deixa dúvida: trata-se da pior espécie de cinema, a ser evitado por qualquer espectador de bom-senso (85min). 14 anos. Estreou em 7/9/2012. Itaú Power 4, BH Shopping 1, Boulevard 6, Del Rey 1, Minas Shopping 3, Pátio Savassi 4, Shopping Cidade 4, Estação BH 1, Via Shopping 4.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪✪ 360, de Fernando Meirelles (360, Inglaterra/Áustria/França/Brasil, 2011). Sob um roteiro circular do inglês Peter Morgan (A Rainha), o paulistano Fernando Meirelles traça um ambicioso painel das relações humanas. Com locações na Eslováquia, na Áustria, na Inglaterra, na França e nos Estados Unidos, a trama abarca uma série de personagens, alguns literalmente em trânsito pelo planeta, outros amargando perdas ou traições. O drama começa com uma prostituta eslovaca sendo agenciada por um cafetão. Ela vai encontrar seu primeiro cliente, um executivo inglês (Jude Law), em Viena, mas o plano dá errado. Já em Londres, a mulher dele (Rachel Weisz) não sabe como terminar uma relação com o amante brasileiro (Juliano Cazarré). Ao saber da traição, a namorada deste (Maria Flor) volta para o Rio de Janeiro, mas seu avião, por causa de uma nevasca, é obrigado a permanecer no aeroporto da cidade americana de Denver. Lá, ela conhece um senhor (Anthony Hopkins) e joga charme para um rapaz (Ben Foster) que, condenado por agressão sexual, acabou de deixar a penitenciária. A história segue adiante, e, sem perder o fio da meada, mais pessoas saem e entram (110min). 14 anos. Belas Artes 3

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪ 31 MINUTOS — O FILME, de Álvaro Díaz e Pedro Peirano (Brasil/Chile/Espanha, 2008). Aventura infantil. Produtor do programa jornalístico 31 Minutos, Juanín (dublado por Daniel de Oliveira) é um bicho de pelúcia de uma raça em extinção. Por isso, vira alvo de cobiça da colecionadora de animais raros Cachirula (Mariana Ximenes), que manda raptá-lo. Ao saberem do sequestro, seus amigos de TV, liderados pelo egocêntrico âncora Túlio Trivinho (Márcio Garcia), saem numa missão de resgate. Inspirado na atração infantil homônima da televisão chilena, o longa-metragem exala ingenuidade para atrair aos cinemas apenas os menorzinhos. Os personagens são feitos por fantoches toscos, mas a dublagem e o ritmo aceleradinho até ajudam a tornar o filme menos aborrecido (84min). Livre. Diamond Mall 6.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪✪ VALENTE, de Mark Andrews e Brenda Chapman (Brave, EUA, 2012). Produtora de extraordinárias animações, como Monstros S.A., Procurando Nemo e Up, a Pixar inova ao ter, pela primeira vez, uma princesa rebelde como protagonista. Contudo, essa é uma das únicas novidades de um desenho animado correto, gracioso, divertido e emocionante no desfecho. A técnica impecável permanece. Mas o espírito anárquico e revolucionário da Pixar parece estar se igualando aos comportadinhos e recentes trabalhos da Disney, na linha de Enrolados. Na trama, a princesa Merida cresceu com gana de ser arqueira, para desgosto de sua mãe. Seus pais, então, decidem arranjar logo um pretendente. Merida não aceita tal imposição e, na floresta, encontra uma bruxa capaz de dar uma mexidinha em seu destino (100min). Livre. Estreou em 20/7/2012. Dublado: Big Shopping 4, Pampulha Mall 1, Pátio Savassi 7, Shopping Norte 3.

+ Confira o horário das salas de cinema

✪✪✪ O VINGADOR DO FUTURO, de Len Wiseman (Total Recall, EUA, 2012). A ficção científica é inspirada no conto Lembramos para Você a Preço de Atacado, de Philip K. Dick (1928-1982), que está sendo lançado na coletânea do escritor Realidades Adaptadas, pela Editora Aleph. Em 1990, o mesmo texto foi adaptado numa fita homônima estrelada por Arnold Schwarzenegger. Quem viu o original pode ter uma sensação de mais do mesmo. Enquanto entretenimento de ação e fantasia, não há aqui do que reclamar. Com robusta direção de arte e efeitos especiais espetaculares, a trama, um tanto complexa de resumir, se passa no fim do século XXI. A Terra foi devastada por guerras químicas e os sobreviventes se instalaram em dois polos: uma metrópole no lugar do Reino Unido, onde se concentra a riqueza, e a Colônia (a Austrália), região de trabalhadores humildes. Para ir e vir em questão de minutos, a população usa um meio de transporte chamado "a queda". Operário de uma fábrica, Douglas Quaid (o sempre competente Colin Farrell) é casado com a paramédica Lori (Kate Beckinsale) e, certa noite, decide visitar a Rekall, empresa de implantes de memórias que fornece à clientela fantásticas viagens virtuais. Quando menos espera, Quaid descobre habilidades físicas impensáveis, mata dez policias de uma vez e encara uma fuga implacável. Qual realidade estaria vivendo o protagonista? Essa é uma das questões levantadas pelo engenhoso roteiro capaz de dar um nó na cabeça de quem não ficar atento às muitas informações e reviravoltas. Com Bill Nighy e Jessica Biel (118min). 14 anos. Estreou em 17/8/2012. Dublado: Pampulha Mall 3. Legendado: Paragem 4.

+ Confira o horário das salas de cinema

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE