Cinema

Versos de um Crime recria o surgimento dos poetas beats

Com Daniel Radcliffe como Allen Ginsberg, filme retrata a geração de escritores americanos

Por: Miguel Barbieri Jr - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

Os personagens Carr e Ginsberg: atração na universidade

Avaliação ✪✪

Daniel Radcliffe está com 24 anos e, cada vez mais, arrisca-se na carreira de ator. Quer, assim, livrar-­se definitivamente do papel de Harry Potter que o projetou internacionalmente. Neste seu novo trabalho, faz uma quente cena de sexo gay ao interpretar um personagem verídico. Trata-se aqui da formação dos poetas da geração beat, da qual Allen Ginsberg (Radcliffe) foi um dos grandes nomes. A trama se passa em 1944 e flagra a chegada do então calouro à Universidade Columbia, quando o rapazinho tímido se liga a uma turma da pesada, que inclui Lucien Carr (Dane DeHaan), William Burroughs (Ben Foster) e Jack Kerouac (Jack Huston). Eles se entendem através da poesia, da anarquia e das transgressões. No despertar da sexualidade, Ginsberg sente-se atraído pelo colega Carr, mas este mantém um relacionamento forçado com seu mentor e professor David Kammerer (Michael C. Hall). Em sua estreia em longa-­metragem, o diretor John Krokidas leva uma história em ebulição no banho-maria. O registro é válido, mas a palidez enfraquece o esforço. Versos de um Crime, de John Krokidas (Kill Your Darlings, EUA, 2013, 104min). 16 anos. Estreou em 12/6/2014.

Boulevard 6: 13h40, 15h50, 20h40. DiamondMall 3: 13h30, exceto neste domingo (15) e terça (17); 16h, exceto na terça (17); 18h20, exceto na terça (17) e quarta (18); 21h, exceto neste sábado (14) e quarta (18).

Cotações | Péssimo ← | Fraco ✪ | Regular ✪✪ | Bom ✪✪✪ | Muito bom ✪✪✪✪ | Excelente ✪✪✪✪✪

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE