Vinhos

Cinco dicas para aproveitar um bom vinho para a primavera

Brancos, rosés e espumantes são boas pedidas para a estação das flores

Por: João Renato Faria - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

Que os amantes de vinho tinto adoram o inverno, isso ninguém duvida. Afinal, o frio típico é ideal para uma taça, principalmente quando feita de uvas mais encorpadas. Mas quem não fica sem o fermentado não precisa lamentar o início da primavera neste sábado (22). Com a chegada da estação e a subida da temperatura nos termômetros, é a vez dos espumantes, brancos e rosés, ganharem espaço na mesa. Confira cinco dicas para aproveitar a bebida durante estação.

Preste atenção na acidez

A acidez dá personalidade ao vinho, principalmente o branco. Segundo o sommelier Ariltol Soarel, da Olegário Pizza e Forneria, é justamente esta característica que dá a sensação de refrescância. Segundo ele, a melhor acidez vem de dos vinhos produzidos em uma região específica de Portugal. "Os vinhos verdes são muito leves e frescos, combinam bem com a estação."

Prefira os mais leves

Existe uma falsa ideia de que brancos e rosés são naturalmente mais leves. Mas isso não é verdade. Segundo Gustavo Roman, proprietário da Pizza Sur, eles têm características diversas e podem ser mais ou menos encorpados. "Depende da uva. Dos brancos, o sauvignon blanc é bem suave, e dos rosés, os do sul da França, do Chile e da Argentina." O Brasil brilha quando o assunto é o espumante. "Os brasileiros são os melhores da América do Sul", garante.

Aproveite para combinar

Um acompanhamento é fundamental para um bom vinho. E se as bebidas para a primavera são mais leves, a comida acompanha o clima da estação. "São ótimos principalmente com frutos do mar, peixes e saladas", diz Antônio Guido, sommelier da Royal Vinhos. Mas até o queijo, tradicional companheiro dos tintos, pode ser degustado. "O queijo de cabra é mais leve, combina bem. O gruyère também é uma boa pedida."

Beba gelado (mas não demais)

Graças ao calor que a primavera traz, muita gente usa e abusa das salmouras para gelar os vinhos brancos, rosés e espumantes. Mas deixar a temperatura baixa demais pode prejudicar o sabor. "Quando fica estupidamente gelado, o vinho não mostra todo sabor. O gelo é ótimo, ajuda a refrescar, mas tem que ser na medida certa", diz Arilton Soarel. Para não errar, use só um balde com água e gelo. "É a temperatura ideal para a maioria dos vinhos mais refrescantes."

Não fique só no jantar

A primavera permite certas ousadias com o horário do vinho. Quem costuma degustar a bebida só no jantar pode aproveitar a estação para experimenta também de manhã. "Em um brunch, pode ser uma boa. Mas beber de tarde em um quintal, como aperitivo antes de um jantar ou até mesmo sobremesa, tem tudo a ver", garante Roman. Para ele, o mais indicado para estas ousadias é o espumante. "É uma bebida que não tem horário."

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE