Comidinhas

O melhor creme de açaí de BH: Néctar da Serra

Na estreia da categoria, vence a primeira rede a oferecer a fruta batida na capital, duas décadas atrás

- Atualizado em

Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Com textura de sorbet (R$ 11,00, 300 mililitros): sem conservante nem goma para sorvete

O casal Júnia Quick e Cid Maestrini, proprietários do então recém-inaugurado Néctar da Serra, descobriu, há vinte anos, uma novidade vinda do norte do Brasil que estava conquistando atletas no Rio de Janeiro. Até então presente na mesa dos paraenses como guarnição de receitas salgadas feitas principalmente com peixe, o açaí vinha sendo preparado em uma versão diferente. A criação, pioneira na capital fluminense, era do mestre em jiu-jítsu Carlos Gracie, nascido em Belém. Com ela, o creme da frutinha passou a ser servido doce e misturado a xarope natural de guaraná, granola e banana. Júnia e Cid viajaram até o Rio e trouxeram a fruta para a capital mineira, onde por dois anos foram os únicos a vendê-la. Atualmente, ela é constantemente requisitada nas duas unidades, decoradas com temas que remetem à Grécia. Seu consistente creme (R$ 11,00, 300 mililitros) é feito de acordo com a famosa receita do professor de artes marciais. Como não leva conservante nem goma para sorvete, costuma ser menos doce ao paladar e tem textura de sorbet. A oferta é encorpada adicionando itens como aveia (R$ 3,00) ou tapioca crocante (R$ 3,50). Na lista de sucos e vitaminas, a fruta pode ser preparada também para beber. Nesse caso, com mamão e framboesa sai por R$ 13,20 (400 mililitros). Mesmo sendo a estrela central do cardápio, outros itens alcançam destaque nas lojas. Entre eles a saborosa batida de agrião, hortelã, couve, mel e limão (R$ 8,80, 400 mililitros).

Avenida Bandeirantes, 1839, Cruzeiro, ☎ 3281-1466 e 3564-2020. 8h/22h. Cc: todos. Cd: todos. ②; Rua Santa Rita Durão, 929, Savassi, ☎ 3261-2969. 9h/22h30 (sáb., dom. e feriados até 22h). Cc: D, E, M e V. Cd: todos. → Aberto em 1993.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE