Crianças

Crianças: programação para os dias 05 a 11 de janeiro

Por: Raíssa Pena - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

Os palhaços Capim e Bambu no espetáculo Tap Clowns: de segunda a quarta no teatro do Pátio Savassi

CINEMA

BRICHOS — A FLORESTA É NOSSA.

✪✪✪✪ DETONA RALPH. Cópias dubladas.

✪✪✪ A ORIGEM DOS GUARDIÕES. Cópias dubladas.

Confira em Cinema as resenhas e as salas onde a fita será exibida.

COLÔNIA DE FÉRIAS

INHOTIM. O grande parque de arte contemporânea abriu sua temporada de colônias de férias no primeiro dia do ano. Intitulado Pequenos Propositores, o programa foi preparado para crianças de 4 a 7 anos e acontece durante todos os fins de semana de janeiro. Na companhia de educadores do instituto, os pequenos vão produzir alguns objetos nos ateliês do centro educativo e depois utilizá-los durante uma visita guiada pelo acervo artístico e botânico de Inhotim. A participação é limitada a vinte vagas por dia e as inscrições devem ser feitas pelo e-mail info@inhotim.org.br. Para as famílias que visitam o parque por dois ou mais dias, a organização recomenda a compra de passaportes acompanhada da reserva de vagas na colônia de férias. Inhotim. Rua B, 20, Brumadinho, ☎ 3254-5440. Sexta a domingo,10h às 16h; R$ 27,00 por dia (sex. a dom.). Utilização de carrinho elétrico: R$ 15,00 por pessoa. Até dia 27.

MINAS TÊNIS CLUBE. Com o tema No Mundo das Mágicas, a colônia de férias do Minas Tênis oferece oficinas de artes, passeios, acampamentos, gincana noturna, paintball, escalada e até arvorismo para a garotada de 4 a 13 anos. Caso ainda haja vagas, foram abertas inscrições para convidados de sócios a partir do dia 2 de janeiro. As inscrições devem ser feitas pessoalmente nas unidades Minas I, Country e Náutico. Minas Tênis Clube. Minas I. Rua da Bahia, 2244, Lourdes. Minas Country. Avenida Country Club de Belo Horizonte, 3700, Taquaril. Minas Náutico. Avenida Princesa Diana, 200, Condomínio Alphaville, Lagoa dos Ingleses (Nova Lima), ☎ 3516-1000. Segunda a sexta, 8h30 às 17h30. R$ 335,00 (sócios); R$ 435,50 (convidados de sócios). Até dia 27. A partir de segunda (7).

MUSEUS

MUSEU DOS BRINQUEDOS. O acervo permanente do museu tem quase 1 000 exemplares de diversas épocas e países para contar a história da infância de várias gerações. Entre os objetos estão bonecas, carrinhos, trenzinhos, autoramas, cavalos de pau, fantoches, robôs, jogos e livros infantojuvenis. Crianças, pais e avós passam uma divertida tarde reconhecendo traquitanas e brincadeiras. Além de conhecerem a exposição, os pequenos poderão construir alguns brinquedos em oficinas e se divertir no pátio do casarão, tombado pelo patrimônio histórico de Belo Horizonte. Museu dos Briqnuedos. Avenida Afonso Pena, 2564, Funcionários, ☎ 3261-3992. Segunda a sexta, 9h às 17h (R$ 7,00); sábados e feriados, 10h às 17h (R$ 8,00).

MUSEU DAS MINAS E DO METAL. O espaço, que integra o Circuito Cultural da Praça da Liberdade, guarda o acervo do Museu de Mineralogia Djalma Guimarães e uma exposição permanente que conta a história da mineração no país. As instalações são quase todas interativas e multimídia. Crianças de todas as idades aprendem sobre a composição dos metais, a extração de pedras preciosas e a história de grandes cientistas. Um dos espaços mais divertidos fica no 2º andar: trata-se de uma espécie de cabine que mede a quantidade de minerais nos ossos, no sangue e em todo o corpo do visitante. Museu das Minas e do Metal. Praça da Liberdade, s/nº, Funcionários (Prédio Rosa), ☎ 3516-7200. Terça a domingo, 12h às 17h (R$ 6,00); quinta, 12h às 21h (grátis). Cd: V e M.

TEATRO

101 DÁLMATAS. O casal de dálmatas Pongo e Prenda teve quinze filhotinhos que estão dando muita alegria e trabalho aos seus donos. Quem espreita a casa, no entanto, é a malvada estilista Cruela Devil, que planeja usar a ninhada para fazer um casaco de pele. Livre. A duração é de 60 minutos e crianças de todas as idades pagam ingresso. Teatro da Maçonaria (282 lugares). Avenida Brasil, 478, Santa Efigênia, ☎ 3213-4959. Domingo, 11h (exceto no dia 10 de fevereiro de 2013). R$ 10,00 (Postos Sinparc). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo. Até 3 de março. A partir deste domingo (6).

CHAPEUZINHO VERMELHO. Nesta adaptação de Docimar Moreyra para o clássico de Charles Perrault e Irmãos Grimm, Chapeuzinho surpreende a todos com sua esperteza e inteligência. Muito apegada às questões de meio ambiente e defesa dos animais, a menina chega até a propor amizade ao lobo. Direção de Freddy Mozart. Livre. A duração é de 50 minutos, e crianças de todas as idades pagam ingresso. Teatro Alterosa (320 lugares). Avenida Assis Chateaubriant, 499, Floresta, ☎ 3237-6611 → Sexta a domingo, 16h. R$ 12,00 (Postos Sinparc). Bilheteria: terça a domingo, 12h às 19h30. Até dia 27.

DUDINHA E A GALINHA PINTADINHA. As galinhas Azuleika, Dora e Efigênia, o galo Carijó e o famoso Pintinho Amarelinho integram este espetáculo inteiramente musical. No repertório, cantigas de roda que embalaram gerações, como A Galinha Pintadinha, Borboletinha, A Baratinha e, claro, O Pintinho Amarelinho. Livre. A duração é de 60 minutos, e crianças de todas as idades pagam ingresso. Teatro Sesiminas (660 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. → Domingo, 11h. R$ 12,00 (Postos Sinparc). Bilheteria: todos os dias, 13h às 19h. Até 3 de fevereiro. A partir deste domingo (6).

✪✪ O GATO DE BOTAS. Ao abrir um livro na biblioteca da escola, quatro crianças imaginam ser personagens da história do Gato de Botas. Preocupado em agradar ao seu amo, Sebastião, o esperto bichano arquiteta seu casamento com a princesa Ana, filha do divertido Rei do Lenço. O problema é que Sebastião é um homem de pouca instrução e modos grosseiros. O gatinho, então, ensina regras de etiqueta a ele e o apresenta ao pensamento de escritores como Guimarães Rosa. As melhores risadas ficam por conta dos toques mineiros no texto. Sebastião, por exemplo, é amigo do grande Governador Valadares e do riquíssimo Conselheiro Lafaiete. Livre. A duração é de 55 minutos, e crianças a partir de dois anos pagam ingresso. Espaço Cultural Phoenix — Fumec (305 lugares). Rua Cobre, 200, Cruzeiro, ☎ 2551-2237. Sábado e domingo, 16h30. R$ 12,00 (Postos Sinparc). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo. Até dia 27.

A HISTÓRIA DA MENINA QUE FALAVA MUITO. O espetáculo da Cia. Cênica narra a vida de Falância, uma menina mal-educada e fofoqueira, que detesta estudar e tem pavor de livros. Quando ela ganha um poderoso pé de moleque, tem a chance de realizar todos os seus desejos. O primeiro deles é enfeitiçar as crianças estudiosas. Direção de Marcelo do Vale. Livre. A duração é de 50 minutos e crianças a partir de dois anos pagam ingresso. Teatro Sesi Holcim (115 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181 → Sábado e domingo, 16h. R$ 12,00 (Postos Sinparc), Bilheteria: todos os dias, 13h às 19h. Até 27 de janeiro. A partir deste sábado (5).

PELA ESTRADA ADENTRO. A montagem, que estreou em outubro de 2012, agora volta ao cartaz e fica até o fim do mês. Chris Geburah interpreta a menina Zaluí, que resolve enfrentar uma perigosa jornada apenas para dar um abraço de feliz aniversário em seu tio. Em um barquinho, ela segue por um rio que, além de fortes corredeiras, guarda outras aventuras e criaturas surpreendentes - como a simpática corujinha Sofia, nome cujo significado em grego é filosofia, o que simboliza a viagem de autoconhecimento em que a personagem mergulha. Temas sérios como identidade, problemas ambientais e valores morais são discutidos com sensibilidade. A produção é simples, mas caprichada. Todos os elementos, do figurino aos fantoches e às nuvens acolchoadas, foram feitos com tecidos coloridos. A delicada coerência visual do conjunto lembra uma grande colcha de retalhos. O texto é de Fernando Limoeiro e a direção, de Yuri Simon. Livre. A duração é de 55 minutos e crianças a partir de dois anos pagam ingresso. Funarte MG (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Sábado e domingo, 16h. R$ 8,00. A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo. Até dia 27. A partir deste sábado (5).

✪✪✪✪ PLUFT, O FANTASMINHA. Escrito na década de 50, por Maria Clara Machado, o musical é um clássico. Vivendo no sótão de uma casa, o fantasminha Pluft morre de medo de gente. Sua mãe faz pastéis de vento e tio Gerúndio passa o tempo todo dormindo dentro de um baú. A tranquilidade do trio é abalada com a chegada do pirata Perna-de-Pau, que faz refém a linda Maribel na desesperada busca pelo tesouro de seu avô, supostamente deixado naquele local. Diante dessa situação, nasce uma bela amizade entre Pluft e a menininha. Chamam atenção os figurinos caprichados e a divertida trilha sonora, cantada ao vivo pelos atores. Direção de Diego Benicá. Livre. A duração é de 50 minutos e crianças de todas as idades pagam ingresso. Teatro Dom Silvério (365 lugares). Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi, ☎ 3209-8989. → Sexta a domingo, 16h. R$ 12,00 (Postos Sinparc). Bilheteria: segunda a sábado, 12h às 20h. Até dia 27. A partir deste sábado (5).

✪✪✪✪ O REI CARECA. O jovem rei Baldônio II vive o drama da calvície precoce. Ao perceber que lhe resta apenas um fio de cabelo, ele se desespera e teme ser conhecido como o único rei totalmente calvo do mundo. Para reverter o problema capilar e, assim, garantir um casamento, Baldônio convoca os serviços do mágico Cabelibabá, da fada Cabelinda, do pajé Maculebebê e de uma médica dermatologista. Depois das tentativas frustradas, o rei começa a perder as esperanças. Sua vida então é transformada pela chegada da princesa Margarida. Inspirada no livro homônimo de Ângelo Machado, a montagem ganhou direção cuidadosa e bem-humorada de Carlos Nunes. Figurino, cenário e iluminação são caprichados e servem como pano de fundo para a hilária atuação de Marcelo Duque, que vive o personagem-título. Livre. A duração é de 55 minutos e crianças de todas as idades pagam ingresso. Teatro Sesiminas (660 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. → Sábado e domingo, 16h30 (exceto nos dias 9 e 10 de fevereiro). R$ 12,00 (Postos Sinparc). Bilheteria: todos os dias, 13h às 19h. Até 3 de março. A partir deste sábado (5).

✪✪✪ OS SALTIMBANCOS. Todo mundo já ouviu pelo menos uma canção desse espetáculo. Versos como "Nós, gatos, já nascemos pobres, porém já nascemos livres" ainda emocionam os adultos mais saudosos. O texto de Os Saltimbancos foi baseado no conto Os Músicos de Bremen, dos irmãos Grimm, e transformado em musical pelo compositor italiano Sergio Bardotti e pelo argentino Luiz Enriquez. Mas foi a adaptação de Chico Buarque que fez o simpático quarteto marcar gerações de crianças brasileiras. Os protagonistas são um quarteto rural formado por um jumento, um cachorro, uma gata e uma galinha. Insatisfeitos com os maus-tratos dos donos, eles partem em uma aventura rumo à cidade grande, dispostos a ganhar a vida como artistas. No caminho, muitas surpresas, músicas e sapateado. Canções interpretadas ao vivo, o figurino caprichado e a hilária atuação do cachorro prendem a atenção até dos mais novinhos. Livre. A duração é de 50 minutos e crianças a partir de dois anos pagam ingresso. Teatro Icbeu (250 lugares). Rua da Bahia, 1723, Lourdes, ☎ 3224-5605. Quinta a domingo, 17h. R$ 12,00 (Postos Sinparc). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo. Até 27 de janeiro de 2013. A partir deste sábado (5).

TAP CLOWNS. O Grupo Real Fantasia apresenta um espetáculo gratuito cheio de música e sapateado. Capim e Bambu são dois artistas de rua para lá de atrapalhados. Para sobreviver de sua arte, os malandros andarilhos se apresentam em ruas e praças da cidade. Ao longo do caminho, eles vão descobrindo novas brincadeiras, piadas e instrumentos musicais. Livre. Teatro do Pátio Savassi (114 lugares). Avenida do Contorno, 6061, Funcionários, ☎ 3263-8500. Segunda a quarta, 19h. R$ 10,00 (Postos Sinparc). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo. Até dia 30. A partir de segunda (7).

OS TRÊS PORQUINHOS. O ponto alto da peça é o minipig que faz o papel de um dos porquinhos junto com a dupla Jojô e Palito. Na história, Rabicó teve uma nova cria e um dos filhotinhos nasceu bem diferente, especial. Chamado Super, ele vai precisar da ajuda dos irmãozinhos para sobreviver ao temido Lobo Mau. Direção de Joselma Luchini. Livre. A duração é de 50 minutos, e crianças de todas as idades pagam ingresso. Teatro da Assembleia (145 lugares). Rua Rodrigues Caldas, 30, Santo Agostinho,☎ 2108-7826. Quinta e sábado, 17h. R$ 12,00 (Postos Sinparc). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo. Até dia 27. A partir deste sábado (5).

A VAQUINHA LELÉ. A protagonista Lelé é uma simpática vaquinha que sonha em voar e viajar pelo mundo. Com facilidade para fazer amizades, ela acaba conhecendo outros curiosos personagens, como uma galinha que está sempre cansada e conformada, um pardal animado e uma cigarra com a autoestima, digamos, bastante elevada. (50min). Livre. Palácio das Artes — Teatro João Ceschiatti (148 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Sábado e domingo, 17h. R$ 12,00 (Postos Sinparc), Bilheteria: segunda a sábado, 10h às 21h; domingo, 14h às 21h. Até dia 27. A partir deste sábado (5).

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE