Crianças

Crianças: programação para os dias 27 de outubro a 02 de novembro

Por: Raíssa Pena - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

O Dia a Dia de Dadá: o clássico livrinho infantil completa 25 anos de publicação e ganha a mostra O Aniversário de Dadá

CINEMA ✪ GAROTO CÓSMICO. Cópias dubladas.

✪✪✪ O GATO DO RABINO. Cópias dubladas.

✪✪✪✪ HOTEL TRANSILVÂNIA. Cópias dubladas.

✪✪✪ UMA PROFESSORA MUITO MALUQUINHA.

✪✪✪ VALENTE. Cópias dubladas.

+ Confira a programação completa de cinema

ESPECIAL O ANIVERSÁRIO DE DADÁ. Esta exposição é para divertir as crianças e emocionar os adultos mais saudosos. O livro O Dia a Dia de Dadá, do artista plástico Marcelo Xavier, completou 25 anos de publicação. Apenas com imagens, o livrinho conta o cotidiano da simpática bonequinha, desde seu despertar até a hora de dormir. Além de fotos e desenhos dos personagens, estarão expostos alguns modelos em massinha. Galeria de Arte do BDMG Cultural. Rua da Bahia, 1600, Lourdes, ☎ 3219-8382. Todos os dias, 10h às 18h. Grátis. Até terça (30).

CIRCUITO PEQUENO TARZAN. A partir deste fim de semana, o Shopping Estação BH vai oferecer um espaço de atividades inspirado no universo do herói Tarzan. O cenário imita as florestas tropicais e um circuito com pontes e cordas para a garotada se divertir com segurança. Ainda tem espaço para desenhar, ouvir música de instrumentos feitos de madeira, assistir a filmes do personagem e jogar videogame. Todas as atividades são gratuitas. Shopping Estação BH, ☎ 3118-9901. Segunda a sábado, 12h às 20h; domingo, 14h às 20h. Grátis. Até 1º de novembro.

MUSEUS MUSEU DAS MINAS E DO METAL. O espaço, que integra o Circuito Cultural da Praça da Liberdade, guarda o acervo do Museu de Mineralogia Djalma Guimarães e uma exposição permanente que conta a história da mineração no país. As instalações são quase todas interativas e de multimídia. Crianças de todas as idades aprendem sobre a composição dos metais, a extração de pedras preciosas e a história de grandes cientistas. Um dos espaços mais divertidos fica no 2º andar: trata-se de uma espécie de cabine que mede a quantidade de minerais nos ossos, no sangue e em todo o corpo do visitante. Praça da Liberdade, s/nº, Funcionários (Prédio Rosa), ☎ 3516-7200. → Terça a domingo, 12h às 17h (R$ 6,00); quinta, 12h às 21h (grátis). Cd: V e M.

MUSEU DOS BRINQUEDOS. O acervo permanente do museu tem quase 1 000 exemplares de diversas épocas e países para contar a história da infância de várias gerações. Entre os objetos estão bonecas, carrinhos, trenzinhos, autoramas, cavalos de pau, fantoches, robôs, jogos e livros infantojuvenis. Crianças, pais e avós passam uma divertida tarde reconhecendo traquitanas e brincadeiras. Além de conhecerem a exposição, os pequenos poderão construir alguns brinquedos em oficinas e se divertir no pátio do casarão, tombado pelo patrimônio histórico de Belo Horizonte. Avenida Afonso Pena, 2564, Funcionários, ☎ 3261-3992. → Segunda a sexta, 9h às 17h (R$ 7,00); sábados e feriados, 10h às 17h (R$ 8,00).

TEATRO JOJÔ E PALITO EM: OS TRÊS PORQUINHOS. A tradicional dupla mineira de teatro apresenta sua versão para o clássico infantil. Para fugirem do Lobo Mau, os três irmãos constroem casinhas de palha, madeira e tijolos. Uma surpresa promete animar a plateia: um porquinho de verdade divide a cena com os atores. (50min). Livre. Teatro da Assembleia (140 lugares). Rua Rodrigues Caldas, 30, Santo Agostinho, ☎ 9811-3571 Sábado e domingo, 17h. R$ 15,00 (postos Sinparc), R$ 30,00. Bilheteria: sábado e domingo, a partir das 15h. Até este domingo (28).

✪✪✪✪ PLUFT, O FANTASMINHA. Escrito na década de 50 por Maria Clara Machado, o musical é um clássico. Vivendo no sótão de uma casa, o fantasminha Pluft morre de medo de gente. Sua mãe faz pastéis de vento e tio Gerúndio passa o tempo todo dormindo dentro de um baú. A tranquilidade do trio é abalada com a chegada do pirata Perna de Pau, que faz refém a linda Maribel na desesperada busca pelo tesouro de seu avô, supostamente deixado naquele local. Diante dessa situação, nasce uma bela amizade entre Pluft e a menininha. Chamam atenção os figurinos caprichados e a divertida trilha sonora, cantada ao vivo pelos atores. Direção de Diego Benicá (60min). Livre. Teatro Nossa Senhora das Dores (219 lugares). Avenida Francisco Sales, 77, Floresta, ☎ 3226-9459. → Sábado e domingo, 16h. R$ 12,00 (postos Sinparc), R$ 30,00. A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo. Até este domingo (28).

OS SALTIMBANCOS. O texto de Os Saltimbancos foi baseado no conto Os Músicos de Bremen, dos irmãos Grimm, e transformado em musical pelo compositor italiano Sergio Bardotti e pelo argentino Luiz Enriquez. Mas foi a adaptação de Chico Buarque que fez o simpático quarteto marcar gerações de crianças brasileiras. Em Belo Horizonte, a versão da Cyntilante Produções foi encenada pela primeira vez em 2001. Os protagonistas são um quarteto rural formado por um jumento, um cachorro, uma gata e uma galinha. Insatisfeitos com os maus-tratos dos donos, eles partem em uma aventura rumo à cidade grande, dispostos a ganhar a vida como artistas. No caminho, muitas surpresas, músicas e sapateado. Canções interpretadas ao vivo e figurino caprichado prometem prender a atenção até dos mais novinhos. Livre. Teatro Dom Silvério (395 lugares). Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi, ☎ 3209-8989 → Sábado e domingo, 16h. Bilheteria: 12h/20h (seg. a sáb.); 14h/20h (domingo). Até 25 de novembro. A partir de sábado (3).

A VIAGEM DOS BONECOS. O ator e diretor teatral Paulo Polika vive um palhaço que dá voz e movimentos a oito personagens à moda antiga. A partir da manipulação de fantoches, marionetes e bonecos de ventríloquo, o palhaço narra histórias curtas e convida a pequena plateia à interação. Com formação em artes visuais pela Escola Guignard, foi Polika quem desenhou e fabricou todos os bonecos de madeira, tecido e isopor. Os personagens desta peça foram criados ao longo dos trinta anos de carreira do artista. Quem o acompanha há mais tempo é o divertido Maestro, o primeiro a aparecer no palco. Em seguida, ganham vida um equilibrista, uma dançarina do ventre, um monstrinho comedor de dedos, um contador de histórias e três simpáticas minhoquinhas (50min). Livre. Praça Juscelino Kubitschek (Praça JK), Mangabeiras. Nestes sábado (27) e domingo (28), 11h. Grátis.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE