Crianças

Instituto Inhotim inicia temporada de férias com brincadeiras

Entre as atividades, está uma misteriosa caça ao tesouro

- Atualizado em

Ricardo Mallaco
(Foto: Redação VejaBH)

Diversão no parque: brincadeiras e visitas temáticas

Se a criançada não quer ficar em casa em janeiro, um bom destino é o Instituto Inhotim. O parque tem, ao longo deste mês, uma programação especial de férias, com brincadeiras e visitas temáticas. Enquanto os adultos passeiam pelas galerias, os pequenos participam de atividades educativas na colônia de férias, voltada para crianças de 4 a 7 anos. À tarde, os pais são convidados a participar de uma ação proposta pelos próprios pequenos. Já na caça ao tesouro, os pequerruchos saem pelos jardins munidos de bússolas, mapas e enigmas para decifrar. Instituto Inhotim. Rua B, 20, Inhotim, Brumadinho (a 60 quilômetros de Belo Horizonte), ☎ 3571-9700. Grátis a R$ 28,00. Caça ao tesouro: terça, sábado e domingo, 11h30 e 14h. Até 31 de janeiro. Colônia de férias: terça, sábado e domingo, 11h às 16h. Até 31 de janeiro. Inscrições pelo e-mail info@inhotim.org.br.

Crianças: programação para os dias 04 a 10 de janeiro

› CINEMA

Bons de Bico

Cópias dubladas.

✪✪ Minhocas

Cópias dubladas.

✪✪✪ Um Time Show de Bola

Cópias dubladas.

› ESPECIAL

GambioGame — História e Desafios dos Videogames

As crianças que passam tardes inteiras à frente de um PlayStation não imaginam que os pais fizeram o mesmo, só que com um Atari. Uma boa oportunidade de unir gerações e dar boas risadas é levar a garotada à nova exposição do Museu dos Brinquedos, realizada em parceria com o coletivo Gambiologia. O grupo formado por Fred Paulino, Lucas Mafra e Paulo Henrique Pessoa cria objetos eletrônicos utilizando gambiarras e formulou o projeto museográfico que ajuda a explicar a evolução das peças. Pais e filhos também podem participar de uma oficina de construção de pinball. Rec. a partir de 2 anos. Museu dos Brinquedos. Avenida Afonso Pena, 2564, Funcionários, ☎ 3261-3992. Exposição: segunda a sexta, 9h às 17h; sábado e feriados, 10h às 17h. Oficina: segunda a sábado, 14h30. R$ 8,00. Até setembro.

Minigolfe

A bolinha e o taco de golfe não são muito populares em Belo Horizonte — afinal, são poucas as opções para praticar o esporte na capital mineira. Mas a garotada com mais de 4 anos e seus pais terão uma alternativa para se distrair com tacadas: um campo de minigolfe. Além de nove pistas, a atração tem um trecho bônus no fim do circuito. Os participantes que acertarem o buraco especial com uma jogada ganharão um vale que concede o direito a mais uma rodada grátis. Piso L3 do Pátio Savassi, ☎ 4003-4172.Segunda a sábado, das 12h às 22h. Domingo e feriados, das 14h às 20h. R$ 12,00. Até fevereiro.

Kart Indoor

A garotada que sonha em pilotar carros como Emerson Fittipaldi, Ayrton Senna e Rubens Barrichello tem agora a chance de se aventurar na maior pista de kart indoor do Brasil. Mais de 9 000 metros quadrados de circuito estão montados na cidade e equipados com sistema de cronometragem que marca o tempo de cada piloto mirim. A diversão pode ser estendida ao restante da família, já que os carros alcançam uma velocidade de cerca de 70 quilômetros por hora. Para participar, é necessário ter mais de 8 anos e 1,50 metro de altura. Estacionamento G3 do Shopping Estação. ☎ 3118-9901/9902. Terça a sexta, 15h às 22h; sábado, domingo e feriados, 14h às 22h. R$ 50,00 para vinte minutos de corrida e acesso aos equipamentos de segurança.

› FÉRIAS

CCBB Educativo

O centro cultural preparou diversas atividades que dialogam com a exposição Amilcar de Castro: Repetição e Síntese. Na programação de férias do museu, a meninada pode se divertir com a produção de experiências sonoras na oficina. Centro Cultural Banco do Brasil. Praça da Liberdade, 450, Funcionários, ☎ 3431-9400. Musicando: sábado, domingo e feriados, 11h e 16h. Laboratório de Ações Criativas: sábado, domingo e feriados, 11h e 16h. Visita mediada: segunda, quarta e sexta, 10h, 11h, 13h, 14h, 15h, 17h, 18h e 19h; quinta, 10h, 11h, 15h, 17h, 18h e 19h; sábado, domingo e feriados, 10h, 11h, 13h, 15h, 17h, 18h e 19h. Visita teatralizada: quarta a segunda, 18h. Até 31 de janeiro. Grátis.

Shopping Contagem

A temporada de férias começou com o circuito Brincando com a Galinha Pintadinha e Sua Turma. O shopping abriga atividades como o encontro com a personagem, que tira fotos com a criançada. Já um cinema 6D exibe filmes de aventura no espaço, no fundo do mar e até mesmo em um passeio numa montanha-russa. Shopping Contagem. ☎ 3479-2062. Encontro com a Galinha Pintadinha: de segunda a sexta, das 14h às 21h; sábado, das 10h às 21h; domingo, das 14h às 19h. Até 28 de fevereiro.

É preciso apresentar nota de compras no shopping acima de R$ 10,00. Cinema 6D: todos os dias, das 10h às 22h. Até fevereiro. Segunda a sexta: R$ 5,00; sábado e domingo: R$ 10,00.

› TEATRO

A Bela Adormecida

Escrito e dirigido por Kênia Oliveira, o espetáculo é fiel à clássica animação dos estúdios Disney. Enfeitiçada pela rainha Malévola, a princesa Aurora entra em sono profundo no dia de seu aniversário de 16 anos. Apenas o beijo de um amor verdadeiro poderá devolvê-la à vida. Com a ajuda de três divertidas fadinhas, Flora, Fauna e Primavera, o príncipe enfrenta distâncias e perigos para salvar a amada. A cena em que ele luta contra o dragão e o dueto musical com a princesa são os momentos preferidos da criançada (55min). Livre. Teatro do Colégio Arnaldo (380 lugares). Rua Timbiras, 540, Funcionários, ☎ 3524-5000. Sábado e domingo, 16h30. Até 23 de fevereiro.

O Casamento da Ararinha Azul

Funarte MG (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Sábado e domingo, 16h30. R$ 10,00. Até 26 de janeiro. Reestreia prometida para sábado (11).

A Pequena Sereia

O conto de fadas escrito em 1836 pelo dinamarquês Hans Christian Andersen virou sucesso dos estúdios Disney no fim dos anos 80, mas esta adaptação, de Fernando Bustamante, apresenta algumas diferenças em relação à versão para o cinema. A história começa quando a sereiazinha Ariel recebe permissão para subir à superfície e salvar um humano de um naufrágio. Ariel se apaixona por ele, mas mantém sua identidade em segredo. Ela então pede à bruxa Úrsula, sua tia, que a transforme em humana, para que possa se revelar ao príncipe. Em troca, a malvada exige a voz de Ariel, considerada a mais doce do oceano. A versão para os palcos abre mais espaço para a poesia e os conflitos existenciais da protagonista. Ao optar pelo amor do príncipe, Ariel sofre com o fato de ter de abandonar seu dom (a bela voz), seu pai, suas irmãs e seus amigos (60min). Livre. Teatro Sesiminas (660 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. Domingo, 11h. R$ 12,00. Até 23 de fevereiro.

O Rei Careca

O jovem rei Baldônio II vive o drama da calvície precoce. Com problemas de autoestima, ele se recusa a aceitar a perda repentina de sua vasta cabeleira. Ao perceber que lhe resta apenas um fio de cabelo, Baldônio II se desespera e teme ser conhecido Como o único monarca totamente calvo do mundo. Para reverter o problema capilar e, assim, garantir um casamento, ele convoca os serviços do mágico Cabelibabá, da fada Cabelinda, do pajé Maculebebê e de uma médica dermatologista (60min). Livre. Teatro João Ceschiatti — Palácio das Artes (176 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. Sábado e domingo, 16h. R$ 12,00. Até 26 de janeiro.

Os Saltimbancos

O texto da peça foi baseado no conto Os Músicos de Bremen, dos irmãos Grimm, e transformado em musical pelo compositor italiano Sergio Bardotti e pelo argentino Luiz Enriquez. Em Belo Horizonte, a versão da Cyntilante Produções foi encenada pela primeira vez em 2001. Os protagonistas são um quarteto rural formado por um jumento, um cachorro, uma gata e uma galinha. Insatisfeitos com os maus-tratos dos donos, eles partem em uma aventura rumo à cidade grande, dispostos a ganhar a vida como artistas. Canções interpretadas ao vivo e figurino caprichado prometem prender a atenção até dos mais novinhos (50min). Livre. Teatro Sesiminas (660 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. Quinta a domingo, 16h. R$ 12,00. Até 2 de fevereiro.

A Zeropeia

Numa carreira dedicada a combater problemas que dão nó na garganta, como a fome mundial, o sociólogo Herbert de Souza (1935-1997), o Betinho, teve tempo e a delicadeza de escrever para as crianças. O conto A Zeropeia, lançado em 1999, também trata de um assunto sério, mas tem a leveza das fábulas. Baseada no texto original, a montagem conta a história de Dona Centopeia, que era motivo de piadas na floresta por causa de sua, digamos, abundância de patinhas. Ao ver que os outros bichos viviam bem com menos pernas, ela começa a amarrar as suas patinhas até ficar sem nenhuma. No fim das contas — em uma reflexão sobre autoestima e tolerância —, a protagonista descobre que o melhor é ser ela mesma (50min). Livre. Teatro do Pátio Savassi (114 lugares). Avenida do Contorno, 6061, Funcionários, ☎ 4003-4172. → Quinta a domingo, 17h30. Até 31 de janeiro. R$ 12,00.

Cotações | Péssimo ← | Fraco ✪ | Regular ✪✪ | Bom ✪✪✪ | Muito bom ✪✪✪✪ | Excelente ✪✪✪✪✪

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE