Crianças

A Menina e o Vento, clássico da belo-horizontina Maria Clara Machado, tem montagem caprichada

Com direção de Diego Benicá, o musical tem cenário e figurino caprichados

Por: Raíssa Pena - Atualizado em

Mineral Image
(Foto: Redação VejaBH)

A menina Maria embarca em uma aventura com o Vento: um clássico de visual caprichado

Cenários e figurinos caprichados são uma marca do jovem diretor Diego Benicá. Por isso, dois de seus musicais infantis continuam encantando adultos e crianças nesta 41ª Campanha de Popularização do Teatro e da Dança: Pluft! O Fantasminha, que volta ao cartaz em março, e A Menina e o Vento, que tem sessões no sábado (21) e no domingo (22). Baseado no clássico da belo-horizontina Maria Clara Machado (1921-2001), o enredo publicado em 1962 ainda parece prender a atenção da meninada. A trama conta a incrível viagem de Maria. Fugindo das aulas de educação cívica de domingo, dadas por sua tia Adelaide, ela acaba se escondendo em uma caverna. Lá, conhece o Vento - em carne e osso! -, que lhe faz um convite irresistível: conhecer o Brasil na garupa de sua bicicleta. Os menorzinhos vão adorar o colorido das roupas e dos adereços, inspirados nas obras de Tarsila do Amaral (1886-1973), cuja pintura mais famosa, O Abaporu, ganha até uma réplica na montagem (60min). Livre.

Teatro do Shopping Estação BH. ☎ 8536-4636. → Sábado (21) e domingo (22), 16h. R$ 40,00/postos Sinparc, R$ 15,00.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE