Crianças

Musical O Menino Poeta traz música, lirismo e história para os pequenos

Inspirado na obra de Henriqueta Lisboa, espetáculo tem única apresentação domingo (10), no Teatro Bradesco

Por: Raíssa Pena - Atualizado em

Mary Lane Vaz
(Foto: Redação VejaBH)

Isabella Michielini, Thelmo Lins, Wagner Cosse e as crianças Vinicius Carvalho e Matheus Corrêa: passeio pela história de BH

C om única apresentação marcada para domingo (10), o musical O Menino Poeta é baseado em fatos da infância dos músicos mineiros Thelmo Lins e Wagner Cosse, como a estreia de Wagner como cantor mirim na extinta TV Itacolomi, a passagem do cometa Halley pelo Brasil e a primeira injeção no bumbum. A história dos dois meninos será permeada por poemas de Henriqueta Lisboa (1901-1985). Projeções de fotos antigas da Avenida Afonso Pena e da turma da jovem guarda prometem agradar aos papais e vovós. No sábado (9), Lins e Cosse vão oferecer uma oficina gratuita com leitura comentada de textos, criação e musicalização de poemas e uma apresentação artística ao final.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎☎ 3516-1360. → Espetáculo: domingo (10), 16h. R$ 20,00. Bilheteria: segunda a sábado, 12h às 21h; domingo, 12h às 19h; oficina: sábado (9), 10h, na Sala Multimeios, grátis mediante inscrição prévia por telefone ou na bilheteria.

Crianças: programação para os dias 02 a 08 de novembro

› CINEMA

✪✪✪ Tá Chovendo Hambúrguer 2

Cópias dubladas.

› ESPECIAL

GambioGame - História e Desafios dos Videogames

As crianças que passam tardes inteiras à frente de um PlayStation não imaginam que os pais fizeram o mesmo, só que com um Atari. Uma boa oportunidade de unir gerações e dar boas risadas é levar a garotada à nova exposição do Museu dos Brinquedos, em parceria com o coletivo Gambiologia. O grupo formado por Fred Paulino, Lucas Mafra e Paulo Henrique Pessoa cria objetos eletrônicos utilizando gambiarras e formulou o projeto museográfico que ajuda a explicar a evolução das peças. Pais e filhos também podem participar de uma oficina de construção de pinball. Rec. a partir de 2 anos.

Museu dos Brinquedos. Avenida Afonso Pena, 2564, Funcionários, ☎ 3261-3992. Exposição: seg. a sex., 9h às 17h; sáb. e feriados, 10h às 17h. Oficina: seg. a sáb., 14h30. R$ 8,00. Até setembro de 2014.

Visita Teatralizada

O programa CCBB Educativo foi pensado para toda a família explorar as dependências do instituto. Com uma equipe de 22 profissionais graduados em artes visuais, música, teatro, história e filosofia, os passeios pelo prédio pretendem mostrar que a arte não é um bicho de sete cabeças. Crianças podem participar da contação de histórias e da "visita teatralizada", em que educadores com formação em artes cênicas encarnam personagens como o Barão do Café, a Moça dos Anos 20 e o Tocador de Realejo. Rec. a partir de 5 anos.

Centro Cultural Banco do Brasil. Praça da Liberdade, 450, Funcionários, ☎ 3431-9440. → Contação de histórias: sábado, domingo e feriados, 14h e 17h. Visita teatralizada: sábado, domingo e feriados, 18h. Grátis. Retirada de senha com no mínimo meia hora de antecedência.

› SHOW

Eu, Cidadão

No sábado (9), a jornalista e psicopedagoga Luana Ferreira vai fazer o show de lançamento do disco Eu, Cidadão. Pensado para apresentar noções de sustentabilidade a crianças com mais de 3 anos, o CD traz sete faixas com a participação das crianças Marcela Pace, Henrique Carvalho e Bruna Scoralick nos vocais. Depois da apresentação vão acontecer dinânimcas e brincadeiras sobre cuidados com os animais, reciclagem e uso inteligente da água.

Museu dos Brinquedos. Avenida Afonso Pena, 2564, Funcionários, ☎ 3261-3992. Sábado (9), 15h. R$ 8,00 (bilheteria do museu).

› TEATRO

E o Palhaço, o que É?

A homenagem ao universo circense começa com a clássica introdução "Respeitável público..." e continua com a brincadeira "Prepare seu coração, pois vem aí o palhaço mais bonito do Brasil!". É com muito bom humor que a trupe carioca Off-Sina mostra à meninada a poesia do circo a partir de seu representante máximo, o palhaço. As confusões começam quando o casal Currupita e Café Pequeno chega para anunciar o espetáculo do Circo Pinico sem Tampa. Atenção: essa peça contém momentos interativos. Ao perceberem que estão sem um "apresuntador", os artistas escolhem um "sortudo" da plateia para apresentar os números de malabarismo, mágica, manipulação de bonecos e música. O palhaço também resolve ensaiar o público usando plaquinhas de "aplausos", "gritos", "gargalhadas" e "silêncio" (60min). Livre.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1360 → Neste domingo (3), 16h. Grátis. Os ingressos serão distribuídos a partir das 14h.

A Zeropeia

Numa carreira dedicada a combater problemas que dão nó na garganta, como a fome mundial, o sociólogo Herbert de Souza (1935-1997), o Betinho, teve tempo e a delicadeza de escrever para as crianças. O conto A Zeropeia, lançado em 1999, também trata de um assunto sério, mas com a leveza das fábulas. Baseada no texto original, essa peça traz a história de Dona Centopeia, que era motivo de piada na floresta por causa de sua, digamos, abundância de patinhas. Ao ver que os outros bichos viviam bem com menos pernas, ela começa a amarrar as suas até ficar sem nenhuma. No fim das contas, descobre que o melhor é ser ela mesma.

Centro Cultural da UFMG. Avenida Santos Dumont, 174, Centro, ☎ 9911-2830. Neste domingo (3), 16h. R$ 30,00 (R$ 12,00 nos postos Sinparc). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE