Exposições

Exposição de Wilma Martins revela a introspecção e intimidade de ambientes domésticos

Mostra Retrospectiva - Cotidiano e Sonho está em exposição no Centro Cultural Minas Tênis Clube

Por: Raíssa Pena - Atualizado em

Wilton Montenegro
(Foto: Redação VejaBH)

Desenhos da série Cotidiano: delicadeza e surrealismo

Avaliação ✪✪✪✪

Ao contrário de contemporâneos como Amilcar de Castro (1920-2002) e Lygia Clark (1920-1988), cujas obras se destacam pela ousadia formal e por forte impacto visual, essa belo-horizontina preferiu a introspecção. Com traços finos e primorosos, Wilma Martins dedicou grande parte de sua carreira a desenhar a intimidade de ambientes domésticos. Suas salas, quartos, cozinhas e banheiros, no entanto, aparecem invadidos por crocodilos, peixes e vacas, em uma atmosfera delicadamente absurda. Aos 80 anos de idade, completados em fevereiro, ela ganha bela retrospectiva organizada pelo marido - o consagrado crítico de arte Frederico Morais. Menos tímido que a mulher, ele reuniu na mostra um conjunto de 140 desenhos, pinturas e xilogravuras. Também vale a pena ver com calma as ilustrações infantis feitas para clássicos das escritoras Ruth Rocha e Ana Maria Machado.

Galeria de Arte do Centro Cultural Minas Tênis Clube. Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1027. → Terça a sábado, 10h às 20h; domingo, 11h às 19h. Grátis. Até 22 de junho. A partir deste sábado (15).

Sutileza escondida: é divertido observar como a artista camufla a própria assinatura nas cenas retratadas

Cotações | Péssimo ← | Fraco ✪ | Regular ✪✪ | Bom ✪✪✪ | Muito bom ✪✪✪✪ | Excelente ✪✪✪✪✪

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE