Exposições

Jovem mineiro Eduardo Fonseca apresenta a série de pinturas que transformou seu estilo

Obras são inspiradas em pessoas que ele encontrou na Avenida Antônio Carlos, em BH

Por: Raíssa Pena - Atualizado em

Daniel Iglesias
(Foto: Redação VejaBH)

Bicho Estranho: os protestos de 2013 tiveram forte influência sobre o pintor

Ele conta que virou tesoureiro do diretório acadêmico de sua faculdade sem planejar. Em 2010, novamente por acaso, partiu para um mestrado em Lisboa justamente quando uma grave recessão abalava o país. De volta ao Brasil, no ano passado, encontrou a capital mineira tomada pelos protestos de junho. Eduardo Fonseca percebeu então que não conseguiria mais separar sua arte do contexto político. Em uma das três vezes em que caminhou com os manifestantes até o Mineirão, o artista ponte-novense fotografou personagens curiosos na Avenida Antônio Carlos. Essas imagens serviram de base para a impactante série de catorze telas a óleo que integram a mostra Não É Nada Disso que Você Está Pensando!.

AM Galeria de Arte. Rua Cláudio Manoel, 155, loja 4, Funcionários, ☎ 3223-4209. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 13h30. Grátis. Até 15 de março. A partir de sexta (14).

Exposições: programação para os dias 08 a 14 de fevereiro

› ESTREIAS

Leilão de Arte R$ 1,99

Criado pelo coletivo artístico Piolho Nabado, o irreverente pregão convoca artistas a exibir suas obras no Palácio das Artes a partir de quinta (13). No dia 8 de março, às 19h, todas serão leiloadas com lances a partir de R$ 1,99.

Palácio das Artes - Espaço Mari'Stella Tristão. Terça a sábado, 10h às 21h; domingo, 16h às 21h. Grátis.

Até 8 de março. A partir de quinta (13).

Wilton Montenegro

+ Fotos de Wilton Montenegro registram ateliês e performances de outros artistas

Oi Futuro - Galeria 1. Avenida Afonso Pena, 4001, Mangabeiras, ☎ 3229-3131. Terça a sábado, 11h às 21h; domingo,11h às 19h. Grátis. Até 6 de abril.A partir de sexta (14).

› ÚLTIMA SEMANA

✪✪✪ Atlas

Idealizada por Angelina Camelo, esta é a primeira mostra de fotografia do Verão Arte Contemporânea - VAC, evento que reúne diversas manifestações artísticas na capital há oito anos. Para a edição de 2014, Angelina convidou a Companhia Rapadura, um coletivo paulista de treze jovens (e talentosos) fotógrafos. Há variações tanto no gênero dos trabalhos (documental, conceitual, cotidiano, urbano e até intimista) quanto no suporte escolhido. Algumas obras são impressas em papel fotográfico de grande formato, outras são apresentadas em forma de zine ou postal. O título da exposição é tão amplo e impalpável quanto sua proposta: congregar em um mapa imaginário os diversos lugares (geográficos e simbólicos) retratados pelos profissionais. Não se preocupe, não é tão complicado quanto parece. Atlas é apenas uma reunião de imagens belas e sensíveis de novos artistas que pensam sobre o lugar que os cerca.

Palácio das Artes - Espaço Mari'Stella Tristão. Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3263-7400. → Terça a sábado, 9h30 às 21h; domingo, 16h às 21h.

Grátis. Até este sábado (8).

✪✪✪ Esquizofrenia Tropical

Pela imponência de seu espaço interior e por oferecer uma das mais belas vistas da lagoa, o Museu de Arte da Pampulha merece ser visitado. Até domingo (9), uma boa coletiva de fotografia se soma ao programa e pode surpreender quem tem preguiça de ver arte contemporânea. Trabalhos de dezesseis jovens autores formam um panorama da vida na América Latina a partir de imagens de cenas domésticas e de dramas sociais. No mezanino, vale a pena demorar em frente ao painel Chocolate on My Jeans. Lamentavelmente, o belo auditório do museu não foi utilizado pela mostra.

Museu de Arte da Pampulha. Avenida Otacílio Negrão de Lima,16585, Pampulha, ☎ 3789-1600.Terça a domingo, 9h às 19h.Grátis. Até este domingo (9).

› EM CARTAZ

✪✪✪ Acervo da galeria Celma Albuquerque

A galeria segue com a mostra de Flávia Bertinato no mezanino e com uma exposição de seu acervo no 1º piso. Entre os nomes estão os baladalos Nuno Ramos, Alan Fontes, Maria Lynch, Rochelle Costi e Marco Paulo Rolla.

Celma Albuquerque Galeria de Arte. Rua Antônio de Albuquerque, 885, Lourdes, ☎ 3227-6494. Segunda a sexta, 9h às 19h; sábado, 9h30 às 13h. Grátis. Até dia 22.

✪✪✪ Flávia Bertinato

Entre 2008 e 2010, a artista mineira fotografou, em São Paulo, cerca de 100 pessoas que parecem adormecidas. Só parecem mesmo, já que, apesar de muitas estarem na própria cama e de olhos fechados, têm consciência de que se trata da construção meticulosa de uma cena. Os convidados são amigos próximos de Flávia, artistas, ex-namorados e até - nas palavras da fotógrafa - companheiros de balcão de padaria. As locações das imagens variam entre as residências dos personagens, parques públicos, galerias de arte e a casa da artista.

Celma Albuquerque Galeria de Arte -Mezanino. Rua Antônio de Albuquerque, 885, Lourdes, ☎ 3227-6494. Segunda a sexta, 9h às 19h; sábado, 9h30 às 13h. Grátis. Até dia 22.

O Jardim de Adelícia - Adelícia Amorim e Outros Contemporâneos

A homenageada da mostra é uma das mestras do bordado mineiro, Adelícia Amorim. Além das primorosas peças de sua autoria, serão exibidas obras de cinco jovens artistas também conhecidos pelo trabalho manual.

Sesc Palladium - Galeria de Arte GTO. Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, ☎ 3214-5350. → Terça a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 30 de março.

✪✪✪ Lorenzato Amadeo - Celebração do Cotidiano

Filho de imigrantes italianos, Amadeo Lorenzato (1900-1995) nasceu na região do Barreiro e, antes de completar 10 anos, já trabalhava como pintor de paredes - ofício que exerceu até a maturidade. Em 1956, uma queda o impediu de seguir no ramo da construção civil e o incentivou a "pintar o que desse na telha", como ele costumava dizer. Suas telas, que retratavam singelas paisagens urbanas e personagens comuns, caíram no gosto de galeristas e de colegas ilustres, como Amilcar de Castro, nos anos 60. A mostra conta com pinturas, esculturas e objetos de seu ateliê que hoje pertencem ao acervo do colecionador Antônio Carlos Figueiredo.

Centro de Arte Popular Cemig. Rua Gonçalves Dias, 1608, Funcionários, ☎ 3222-3231. → Terça, quarta e sexta, 10h às 19h; quinta, 12h às 21h; sábado e domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 9 de março.

✪✪✪ Manuel Carvalho

Ele faz parte da boa safra de artistas visuais que têm ganhado notoriedade na cidade (e fora dela), como os talentosos Rodrigo Mogiz, Augusto Fonseca, Leonora Weissmann e Daniel Bilac. Como seus colegas, é um pintor que retrata a figura humana com sensibilidade e muitas cores. Na mostra Da Pintura são apresentadas as séries Anacolutos, Empate e algumas pinturas inéditas criadas para esta exposição. Em Anacolutos, ele se apropriou de fotografias de anônimos do início do século XX e as reproduziu em preto e branco e, por cima, fez interferências em cor. Uma espécie de caos planejado emana da série Empate, que traz composições cheias de personagens, padronagens, elementos abstratos, camadas espessas e finas de tinta.

Galeria de Arte do BDMG Cultural. Rua Bernardo Guimarães, 1600, Lourdes, ☎ 3219-8691. Todos os dias, 10h às 18h. Grátis. Até dia 23.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE