Exposições

Laís Myrrha exibe trabalhos inéditos no Sesc Palladium

Desenhos, vídeos e instalações da artista belo-horizontina investigam a noção de tempo

Por: Raíssa Pena - Atualizado em

Leonardo Dutra
(Foto: Redação VejaBH)

Captura de tela do vídeo Not Yet: obras inéditas a partir de sexta (31)

A galeria de arte do Sesc Palladium vai fechar com chave de ouro a grade de exposições do ano. A partir de sexta (31), a mineira Laís Myrrha apresenta a mostra Entre - Tempos. Radicada em São Paulo, a artista causou alvoroço por lá em junho com uma instalação que recriava as ruínas do Pavilhão de Exposições da Gameleira, projetado por Oscar Niemeyer e que desabou em 1971, matando 177 pessoas, em um dos maiores desastres da construção civil brasileira. Dessa vez, ela materializa um tema menos polêmico, mas não menos complexo. A noção de tempo é investigada em quatro obras: Compensação dos Erros (desenho e vídeo), Reconstituição (impressões), Not Yet (vídeo) e Teoria das Bordas (instalação). Em Compensação de Erros, por exemplo, Laís revela a tentativa de fazer um desenho de observação a partir dos números de um relógio digital. A velocidade com que o tempo passa, no entanto, faz com que ela esteja constantemente apagando e refazendo os traços, restando por fim, um "borrão de passado".

Sesc Palladium - Galeria de Arte GTO. Avenida Augusto de Lima, 420, Centro, ☎ 3214-5350. → Terça a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 11 de janeiro de 2015. A partir de sexta (31).

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE