Especiais

Parque Serra do Curral é boa opção para quem quer se aventurar em trilhas ou apenas descansar em meio à natureza

Espaço conta com dez mirantes, que oferecem uma bela vista de diversos pontos de Belo Horizonte

- Atualizado em

Celso Santa Rosa
(Foto: Redação VejaBH)

Paredão da serra: referência para aventureiros

Eleita pelos belo-horizontinos como o símbolo da cidade, a Serra do Curral faz parte da história do Estado: durante a colonização de Minas Gerais, seus cumes eram referência de localização para os viajantes que cruzavam a região. Para conservar esse patrimônio, foi criado o Parque Serra do Curral. A área abriga trilhas e praças de convívio, onde o público pode caminhar e descansar. Além disso, há dez mirantes dos quais se avistam diversos pontos da capital, como a Lagoa da Pampulha e o Parque Municipal. Uma dica é levar o próprio lanche, pois a reserva não dispõe de locais de venda de bebidas e alimentos.

Portaria 1 do Parque Serra do Curral. Avenida José do Patrocínio Pontes, 1951 (Praça Estado de Israel), Mangabeiras, ☎ 3277-8100/8120. Terça a domingo, 8h às 17h. A inscrição para a trilha deve ser feita por telefone. Grátis. www.parqueserradocurral.com.br.

Especiais: programação para os dias 01 a 07 de fevereiro

Percursos da Memória no Memorial Minas Gerais Vale

Ao longo deste mês, o museu oferece uma série de visitas temáticas que convidam o público a explorar curiosidades da cultura e do passado de Minas Gerais. A programação começa às 11h, e os passeios - que duram uma hora cada um - seguem durante a tarde.

Memorial Minas Gerais Vale. Praça da Liberdade, s/nº, Funcionários (esquina com a Rua Gonçalves Dias), ☎ 3343-7317. Neste sábado (1º): Africanidades e Memória - Palmares: 11h; Cartografia e Memória: 13h; Literatura e Memória - Literatura como Missão: 15h; Arte - Tempo, Espaço: 16h. Sábado (8): O Discurso da Imagem: 11h; Africanidades e Memória - Visões da África: 13h; Arte - Limites Imprecisos: 15h; Literatura e Memória - Bordado: 16h. Grátis. Até dia 22. www.memorialvale.com.br.

Quarta Cultural na Estação Central

Desde 2001, o projeto leva eventos culturais a usuários do transporte público da capital. Nesta edição, o rapper Tula Black apresenta suas improvisações e letras poéticas no centro da cidade.

Estação Central. Praça Rui Barbosa (Praça da Estação), s/nº, Centro, ☎ 3250-3925. Quarta (5), 18h.Grátis para usuários do metrô.

Verão Arte Contemporânea - VAC 2014

O evento chega à oitava edição carregando nas tintas para pintar a cidade como destino turístico durante as férias de verão. À programação tradicional, que abrange teatro, dança, música, artes visuais, cinema, literatura, moda, gastronomia e arquitetura, foi incorporada a fotografia. No total, são 57 atrações, distribuídas por 31 espaços culturais. Boa parte delas com preços populares e algumas grátis. Neste ano, a ideia é promover a valorização da memória afetiva.

Diversos locais da cidade. Até dia 16.Confira a programação completa em www.vejabh.com.

› PASSEIOS

Serra da Moeda

O lugar é um famoso destino para quem deseja admirar a paisagem mineira. Os 1 500 metros de altitude não apenas permitem uma bela vista das montanhas, mas também conferem à região condições favoráveis para a prática de voo livre. Aqueles que preferem continuar com os pés no chão podem se aventurar por trilhas ecológicas.

Estrada da Serra, s/nº, Piedade do Paraopeba, Brumadinho (a 25 quilômetros de Belo Horizonte).

Vale Verde

No meio de uma reserva natural com 1 300 espécies de pássaros brasileiros e 30 000 tipos de planta, o parque tem atrações para toda a família. Os pequenos podem se divertir com o passeio de charrete e o pedalinho. Já os pais vão apreciar a visita ao Museu Cultural da Cachaça, onde é contada a história da tradicional bebida. Lá também é possível degustar exemplares do alambique.

Rua Ary Barbosa da Silva, 950, Vianópolis, Betim (a 42 quilômetros de Belo Horizonte), ☎ 3079-9171.Terça a domingo, das 9h às 17h30. R$ 20,00. www.valeverde.com.br

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE