Comer & Beber 2011/2012

Mandala: Bom e barato

- Atualizado em

Mandala: Bom e barato
(Foto: Redação VejaBH)

Foi a leitura do livro Sugar Blues: O Gosto Amargo do Açúcar o que motivou Daniel Spach a investir num estabelecimento voltado para a cozinha natural. Preocupado com os efeitos de alguns alimentos sobre o corpo humano, entre eles o açúcar, ele elaborou receitas com grãos, legumes, verduras, frango e peixes preparados no vapor. De uma fazenda particular instalada na Serra da Moeda, Spach traz laticínios, folhas e ervas empregados na cozinha. O cardápio é renovado diariamente, mas algumas sugestões estão sempre presentes. Uma delas, o mandala soja chega com arroz integral, gersal, feijão-carioquinha, proteína de soja ao molho de tomate, salada e batata crocante (R$ 14,90). Feita com massa integral, a lasanha verde vem incrementada com creme de ervas, molho de tomate e mussarela (R$ 16,90). Na divisão de peixes, há o salmão grelhado e servido com molho de alcaparras, maracujá ou damasco, acompanhado de arroz integral, purê de maçã e salada (R$ 25,90). Um diferencial simpático é o caldo oferecido gratuitamente antes das refeições, em três versões: feijão, batata-baroa ou legumes. O capítulo de sobremesas tem torta integral de banana (R$ 4,80) e gelatina de algas com creme de ricota e frutas (R$ 3,90). Sucos naturais, como o de limão, agrião e mel (R$ 4,20), escoltam os pratos.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE