Restaurantes

No reino da feijoada

Casa no bairro Ouro Preto oferece cinco versões do prato

Por: Augusto Franco - Atualizado em

COMIDA ✪✪✪✫✫ | AMBIENTE ✪✪✪✫✫ | ATENDIMENTO ✪✪✪✫✫

Odin
(Foto: Redação VejaBH)

Acostumado a cozinhar feijoadas para familiares e amigos nos fins de semana, o casal Eduardo e Juliana Chaves encontrou no hobby seu novo negócio. O ex-bancário e sua mulher, nutricionista e gastrônoma formada pela Universidade de Caxias do Sul (RS), resolveram abrir uma casa especializada no prato. Nasceu assim o simpático FeiJUada, localizado em um centro comercial na Avenida Fleming, no bairro Ouro Preto. Cozinha e balcão ficam de frente para uma pequena área com piso de paralelepípedos e coberta com telhas coloniais e madeira de demolição. É lá que são servidas, de quinta a domingo, as cinco opções de feijoada da casa, além de tira-gostos, quase todos derivados do carro-chefe.

No dia da visita, pasteizinhos de feijoada (R$ 13,90, com dez unidades), com massa sequinha e recheio gostoso, feitos de feijão e carnes de porco desfiadas, chegaram à mesa em poucos minutos. As porções de feijoada individuais ou "baby" dão bem para duas pessoas. A nobre, com costelinha, paio, linguiça e bacon (R$ 32,90), veio acompanhada de arroz, farofa de bacon, laranja e couve. Na vegetariana (R$ 27,90), o feijão preto é enriquecido com cogumelos-de-paris, shiitake e shimeji, além de carne e salsicha de soja, pimentão, cebola e queijo provolone. A melhor surpresa, no entanto, foi a modalidade com frutos do mar (R$ 42,90), em que postas de peixe, anéis de lula, polvo e camarões chegaram em meio ao feijão-branco, todos em seus devidos pontos de cozimento. Para encerrar, o sorvete de goiabada preparado na casa (R$ 9,10 a bola) é uma boa pedida.

Serviço: saiba mais sobre o FeiJUada

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE