Veja BH recomenda

O melhor da semana: 08 de janeiro

- Atualizado em

Considerada uma das grandes damas do teatro paulistano, a atriz e diretora Myriam Muniz (1931-2004) é homenageada no monólogo cômico dramático levado aos palcos por Cassio Scapin. Usando apenas uma calça e uma camiseta preta, um xale e um cigarro - sem peruca nem maquiagem -, o ator, que assina seu primeiro texto (em parceria com o xará Cássio Junqueira), evoca passagens da vida pessoal e profissional da estrela. A referência foi a biografia Giramundo — O Percurso de uma Atriz, escrita por Maria Thereza Vargas, além de um DVD com uma entrevista concedida por Myriam em 1999. Sob a direção de Elias Andreato, Scapin venceu os prêmios APCA e Qualidade Brasil e ainda está indicado ao Shell, que sai em março (60min). 16 anos. Centro Cultural Banco do Brasil (270 lugares). Praça da Liberdade, 450, Funcionários, ☎ 3431-9400. Quarta a sexta, 20h; sábado, 18h e 20h, e domingo, 19h. R$ 10,00. Bilheteria: 9h às 21h (qua. a seg.). Até dia 19. Estreia prometida para quarta (8).

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE