Veja BH recomenda

O melhor da semana: 21 de outubro

- Atualizado em

Eduardo Martino/Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

Caetano Veloso em Tropicália, de Marcelo Machado: o documentário relembra detalhes do emblemático movimento

Domingo, 21 de outubro ✪✪✪ TROPICÁLIA, de Marcelo Machado (Brasil, 2011). Riqueza de material de arquivo inédito, pesquisa apurada e depoimentos esclarecedores fazem a diferença neste documentário. Um dos movimentos culturais mais festejados da história brasileira, o tropicalismo durou pouco. Entre 1967 e 1968, Caetano Veloso e Gilberto Gil, dois dos maiores expoentes, lançaram canções de vanguarda que, diferentemente de outras músicas da época, criticavam o período militar de uma forma mais anárquica e pop. O auge se deu no disco Tropicália ou Panis et Circensis. Além de Gil e Caetano, o LP reuniu Gal Costa, Tom Zé, Os Mutantes, Nara Leão, a poesia de Torquato Neto e Capinam e os arranjos de Rogério Duprat. O movimento se estendeu ao cinema novo de Glauber Rocha e ao teatro de José Celso Martinez Corrêa. De forma envolvente e criativa, o documentarista Marcelo Machado (sócio nos anos 80 de Fernando Meirelles na produtora Olhar Eletrônico) relembra passo a passo o surgimento do tropicalismo: dos festivais da Record ao exílio de Caetano e Gil, em Londres, por meio de imagens tiradas do baú. Trata-se, portanto, de um amplo e rico painel musical e visual, levado sem preguiça nem presunção (82min). 12 anos. Estreou em 12/10/2012. Belas Artes 1.

+ Confira o horário das salas de cinema

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE