Veja BH recomenda

O melhor da semana: 24 de fevereiro

- Atualizado em

TEATRO

Abstinência: a Engraçada Greve da Indecência

Desde que se mudou para São Paulo, em 2004, o dramaturgo mineiro Carl Schumacher não parou mais de rodar, deixando o público mineiro órfão de seus espetáculos - a exemplo de Amor de Vampira e A Cama das Amélias. Pelo menos até agora. Inspirada em Lisístrata, de Aristófanes, sua nova comédia fica em cartaz até março no Ideal Café Teatro de Santa Tereza. Encarada como uma carnavalização da Grécia antiga, sem compromissos históricos ou realistas, nas palavras de Schumacher, a peça mostra em cena mulheres gregas em abstinência de sexo. O objetivo é pôr um fim à guerra do Peloponeso, que recai sobre os guerreiros de Atenas, Esparta, Beócia e Corinto (90min). 16 anos. Estreou em 27/11/2014.

Ideal Café Teatro de Santa Tereza. Rua Estrela do Sul, 126, Santa Tereza, ☎ 2555-5057. Terça a sábado, 20h, e domingo, 19h. Até 15 de março.

✪✪ Homem É Tudo Igual, Não Vale 1 Real

O ator mineiro Guilherme Oliveira faz graça com o eterno embate entre homens e mulheres em seu primeiro monólogo. Na pele de Carlos Eduardo, um palestrante divertido e bem-humorado, ele mistura conceitos e preconceitos para entreter a plateia. Com texto de Carla Duque e direção de Fernando Veríssimo, a peça não faz o tipo politicamente correto. Pelo contrário. A ideia é brincar com conselhos controversos, mostrando que, apesar de estar amparado em uma nova "consciência", o senso comum continua encharcado de visões conservadoras sobre os gêneros. O bê-á-bá dos relacionamentos arcaicos provoca mais gargalhadas entre os casais, que acabam ficando na mira do protagonista (70min). 12 anos. Estreou em 12/11/2013.

Teatro Shopping Estação BH (450 lugares). Avenida Cristiano Machado, 11833, Shopping Estação BH, 3º piso, ☎ 3118-9902. Terça, 20h. R$ 15,00 (Sinparc). Até 3 de março.

EXPOSIÇÃO

Do Objeto para o Mundo - Coleção Inhotim

Pela primeira vez, o instituto exibe parte de seu acervo fora da sede em Brumadinho. A mostra pretende investigar a formação do campo da arte contemporânea a partir da coleção de Inhotim, que reúne obras produzidas desde os anos 50 até os dias de hoje. Serão expostos cerca de cinquenta trabalhos de ícones do cenário nacional, como Hélio Oiticica, Lygia Clark, Lygia Pape, Cildo Meireles e Ernesto Neto, além de jovens expoentes.

Palácio das Artes. Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3263-7400 . Centro de Arte Contemporânea e Fotografia. Avenida Afonso Pena, 737, Centro, ☎ 3236-7400. Terça a sábado, 9h30 às 21h; domingo, 16h às 21h. Grátis. Até 8 de março de 2015.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE