Entrevista

3 perguntas para Fatboy Slim

Por: Luis Cunha - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

Intercalando seu tempo entre pickups e arquibancadas, o DJ inglês se apresenta na cidade durante o BH Dance Festival, na quinta (19), com suas batidas que misturam house, funk e electro.

Você estará em turnê no Brasil durante a Copa do Mundo. Qual é a expectativa para essa temporada no país? Pretende assistir aos jogos?

Espero absorver a energia ao redor do torneio. Estou indo para cinco partidas com a minha equipe de iluminação, efeitos visuais e produção - os integrantes são bons amigos e fãs de futebol.

Em seu mais recente álbum, Bem Brasil, você se apropria de vozes importantes da MPB, como Jorge Ben Jor e Elis Regina. De que modo lida com o peso desses nomes?

Como eu estava remixando, foi fácil escolher uma lista de canções favoritas. Tudo o que precisava era de permissão para usá-las. Eu queria apresentar aos europeus e americanos artistas que eles talvez não conhecessem. Eu nunca tinha ouvido falar de Elis Regina até minha viagem ao Brasil.

Nos últimos dez anos, você visitou o país diversas vezes e se apresentou na edição de 2012 do BH Dance Festival. Como é estar de volta e quais são as suas impressões sobre a capital mineira?

Continuo voltando porque o público é amigável, caloroso e parece se envolver com o que toco. Belo Horizonte é uma cidade muito bonita e vibrante, com boa comida e pessoas festeiras. Mal posso esperar, especialmente porque vocês vão sediar o jogo da Inglaterra. Estou com os dedos cruzados!

› BH Dance Festival. Mirante Olhos d'Água.

Rua Gabriela de Melo, 0, Olhos d'Água, ☎ 2127-4404. Quinta (19), a partir das 12h.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE