Shows

Almir Sater apresenta uma retrospectiva da sua carreira de mais de 30 anos em BH

Apresentação do violeiro será no Cine Theatro Brasil Vallourec na sexta (4)

Por: João Renato Faria - Atualizado em

Namour
(Foto: Redação VejaBH)

Almir Sater: cancioneiro que resgata a viola caipira

Não há muito problema em que o último disco de inéditas de Almir Sater tenha sido 7 Sinais, de 2006. Sempre vale a pena assistir ao violeiro de Mato Grosso do Sul, que traduz sonoramente as paisagens e costumes de um interior rural do país. Um dos responsáveis pelo resgate da viola caipira na música brasileira, ele não deverá fechar seu repertório em nenhum dos dez discos já lançados. Com um cancioneiro vasto, Sater fará uma espécie de retrospectiva, mostrando faixas de todas as suas fases. Não deverão ficar de fora canções como Cavaleiro da Lua, Chalana, Tocando em Frente e Um Violeiro Toca. Quem já comprou o ingresso deve ficar atento: uma segunda data, que seria na quinta (3), foi cancelada pela produção. 14 anos.

Grande Teatro - Cine Teatro Brasil Vallourec (1 000 lugares). Rua dos Carijós, 258, Centro, ☎ 3201-5211. Sexta (4), 21h. R$ 150,00 a R$ 180,00. Bilheteria: 11h às 21h (seg. a sáb.); 10h às 19h (domingo). Cd: todos. Cc: todos. IC. www.vmcentrodecultura.com.br.

Shows: programação para os dias 29 de março a 04 de abril

Amaranto e Tabajara Belo

O trio vocal formado pelas irmãs Flávia, Lúcia e Marina Ferraz se une ao violonista Tabajara Belo para homenagear o compositor Vinicius de Moraes. Juntos, eles interpretam pérolas das diversas fases do Poetinha, que ganham arranjos delicados e intimistas. Livre.

Teatro de Câmara - Cine Teatro Brasil Vallourec (200 lugares). Rua dos Carijós, 258, Centro, ☎ 3201-5211. Quinta (3) e sexta (4), 20h30. R$ 30,00. Bilheteria: 11h às 21h (seg. a sáb.); 10h às 19h (domingo). Cd: todos. Cc: todos. IC. www.vmcentrodecultura.com.br.

Arena Pop

O festival aposta em uma mistura de estilos. Vai do sertanejo da badalada dupla Munhoz e Mariano ao funk de Mc Koringa. O grupo que mistura samba e rock Sambô, o coletivo de batucada Monobloco e as atrações locais Thiago Di Melo e Tom Nascimento completam a escalação.16 anos.

Campus Estoril - Uni-BH. Rua Líbero Leone, 259, Buritis, ☎ 3281-2737. Neste sábado (29), a partir de 15h. R$ 50,00 a R$ 130,00. Ingresso à venda nas lojas Boundless.

Bernardo Fabris Quinteto

O grupo comandado pelo saxofonista Bernardo Fabris lança o disco Pelos Caminhos de Minas. As canções instrumentais que passeiam por estilos como jazz, samba e rock são inspiradas nas paisagens montanhosas do estado. O show faz parte do projeto Domingo no Museu. Livre.

Museu de Arte da Pampulha. Avenida Otacílo Negrão de Lima, 16585, Pampulha, ☎ 3277-7996. Domingo (6), 11h. R$ 20,00.

Casa de Caymmi

Os cantores Thelmo Lins e Wagner Cosse se debruçaram sobre a obra de Dorival Caymmi, cujo centenário está sendo comemorado com toda a pompa este ano. Do vasto cancioneiro do compositor baiano, eles pinçaram as canções que tratam sobre a presença da mulher, como Marina, A Preta do Acarajé e O que É que a Baiana Tem?. Livre.

Teatro Santo Agostinho (368 lugares). Rua Aimorés, 2679, Santo Agostinho, ☎ 2125-6810. Sábado (5), 21h e domingo (6), 19h. R$ 30,00. www.sympla.com.br

Coladera

O trio formado pelos violonistas e cantores João Pires e Vitor Santana e o percussionista Marcos Suzano investiga os ritmos de países lusófonos, em especial a coladera, que dá nome ao disco do grupo e é típica de Cabo Verde. Surpreenderá quem imagina um som muito diferente. As faixas registradas pelos músicos têm uma sonoridade curiosamente familiar ao samba, a ponto de deixar bem claro quais são as raízes africanas do estilo carioca. Livre.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1360. → Quinta (3), 21h. R$ 30,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (dom.). www.teatrobradescobh.com.br.

Duo Siqueira Lima

Formada pela uruguaia Cecília Siqueira e pelo mineiro Fernando Lima, a dupla investe em arranjos caprichados para um repertório popular, com músicas como Tico Tico no Fubá e Fuga para o Nordeste, de Dominguinhos. A apresentação faz parte do projeto Movimenta Violão. Livre.

Centro Cultural Banco do Brasil (270 lugares). Praça da Liberdade, 450, Funcionários, ☎ 3431-9400. Segunda (31), 20h. R$ 10,00.

Elba Ramalho e Geraldo Azevedo

Parceiros de longa data, os cantores dividirão a apresentação em três partes. Primeiro, o compositor pernambucano sobe ao palco para mostrar as canções amealhadas nos mais de quarenta anos de carreira, como Arraial dos Tucanos e Caravana. Na sequência, Elba Ramalho se une a ele e os dois mostram músicas como Canção da Despedida. Depois, ele sai de cena e deixa Elba no palco. Acompanhada do trio Anjo Caldas (percussão), Marcos Arcanjo (guitarra e violão) e Mestrinho (acordeom), ela canta sucessos da carreira como Aconchego e Chão de Giz. 16 anos.

Chevrolet Hall (5 500 lugares). Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi, ☎ 4003-5588. Sexta (4), 22h. R$ 70,00 a R$ 550,00. Bilheteria: 12h/20h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom. e feriados). Cc: todos. Cd: M e V. TF. www.chevrolethallbh.com.br.

Fabiana Cozza

Homenagear Clara Nunes é o objetivo do disco Canto Sagrado, de 2013, que terá show de lançamento por aqui. Na voz potente de Fabiana Cozza, as canções que ficaram famosas com a interpretação da diva mineira ganham substância e densidade, principalmente as que contam com temática de umbanda, como A Deusa dos Orixás e Guerreira. Livre.

Grande Teatro - Cine Teatro Brasil Vallourec (1 000 lugares). Rua dos Carijós, 258, Centro, ☎ 3201-5211. Domingo (6), 19h. R$ 30,00. Bilheteria: 11h às 21h (seg. a sáb.); 10h às 19h (domingo). Cd: todos. Cc: todos. IC. www.vmcentrodecultura.com.br.

Leila Pinheiro

No espetáculo Eu Canto Samba, a cantora repassa canções do estilo carioca de diversas épocas e compositores, como Jorge Aragão e Paulinho da Viola, além de faixas que ficaram famosas na voz das divas do estilo, como Alcione e Clara Nunes. A cantora Aline Calixto e o violonista Thiago Delegado fazem participações especiais. Livre.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1360. → Neste sábado (29), 21h. R$ 80,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (dom.). www.teatrobradescobh.com.br.

Lô Borges

Fechar um ciclo. É esse o objetivo do disco 2003-2013, que reúne as canções de Lô Borges produzidas ao longo da última década. E não faltou material, já que ele lançou quatro álbuns de inéditas no período: Um Dia e Meio (2003), Bhanda (2006), Harmonia (2009) e Horizonte Vertical (2011). Na apresentação, além de mostrar pérolas da sua nova safra, como Quem Sabe Isso Quer Dizer Amor, O Seu Olhar e Onde a Gente Está, o cantor lança um songbook com as transcrições de acordes e melodias de mais de cinquenta canções da sua vasta obra. Livre.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1360. → Sexta (4), 21h. R$ 60,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (dom.). www.teatrobradescobh.com.br.

Nando Reis

+ Nando Reis revive noite de gravação de DVD com show em BH

14 anos.

Chevrolet Hall (5 500 lugares). Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi, ☎ 4003-5588. Sábado (5), 22h. R$ 80,00 a R$ 120,00. Bilheteria: 12h/20h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom. e feriados). Cc: todos. Cd: M e V. TF. www.chevrolethallbh.com.br.

Ratos de Porão

A apresentação é uma das poucas que o grupo do vocalista João Gordo fará pelo país para comemorar os trinta anos do disco Crucificados pelo Sistema, um marco na história do punk rock nacional e que será executado na íntegra. Ajuda a dar ares de show histórico a presença da formação que gravou o álbum. Além do avantajado cantor, completarão o grupo no palco o guitarrista Mingau e o baixista Jabá. Atualmente guitarrista do grupo, Jão volta para a bateria. 18 anos.

Studio Bar (400 lugares). Rua Guajajaras, 842, Centro, ☎ 3047-1020. Domingo (6), 20h. R$ 30,00 a R$ 60,00, mais 1 quilo de alimento não perecível. www.ticketbrasil.com.br.

CONCERTOS

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

Esta apresentação da série Allegro abrange três períodos da música sinfônica. Representando o barroco, o Quarto Concerto de Brandemburgo, de Johann Sebastian Bach. A Sinfonia Nº 88, de Haydn, cita o período clássico, enquanto a Sinfonia Nº 4, de Dvorák, retrata a era romântica. Participam da apresentação os músicos Cássia Lima (flauta), Renata Xavier (flauta) e Anthony Flint (violino), todos integrantes da filarmônica mineira. A regência é do maestro Fabio Mechetti. 8 anos.

Grande Teatro - Palácio das Artes (1 705 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Quinta (3), 20h30. R$ 36,00 a R$ 70,00. Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC. www.filarmonica.art.br.

Prata da Casa

Os músicos Ravi Shankar e Myrian Aubin apresentam um duo de oboé e piano e contam com a participação da fagotista Catherine Carignan. Juntos, interpretam as peças Adagio e Allegro Op. 70 para Oboé e Piano, de Schumann, Variações Sobre Carneirinho Carneirão para Oboé e Piano, de Osvaldo Lacerda, Sonata Op. 166 para Oboé e Piano, de Saint-Saëns, Sonata para Oboé e Piano, de Francis Poulenc, e Trio Op. 43 para Piano, Oboé e Fagote, do mesmo compositor. Livre.

Conservatório UFMG. Avenida Afonso Pena, 1534, Centro, ☎ 3409-8300. Segunda (31), 19h30. Grátis.

Segunda Musical

Nascido em Santos e professor da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais durante vinte anos, o pianista Eduardo Hazan interpreta peças dos compositores Bach, Mozart e Beethoven. Livre.

Teatro da Assembleia (145 lugares). Rua Rodrigues Caldas, 30, Santo Agostinho, ☎ 2108-7827. Segunda (31), 20h. R$ 1,00. A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo.

Cotações | Péssimo ← | Fraco ✪ | Regular ✪✪ | Bom ✪✪✪ | Muito bom ✪✪✪✪ | Excelente ✪✪✪✪✪

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE