Shows e roteiro

Ex-líder do Pavement, Stephen Malkmus se apresenta em Belo Horizonte

Graças ao site Queremos!, músico se apresenta no Granfinos com sua atual banda, The Jicks

Por: Isabella Grossi - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

Jake Morris, Mike Clark, Joanna Bolme e Stephen Malkmus: show no domingo (28), no Granfinos

Stephen Malkmus caiu nas graças do público como o líder de uma das bandas de rock alternativo mais influentes da década de 90. À frente do Pavement, ele emplacou sucessos como Shady Lane, Spit on a Stranger, Here, Cut Your Hair e Stereo, e até hoje influencia boa parte das bandas do cenário indie. De volta à capital, o músico se apresenta com seu atual grupo, The Jicks, formado no começo dos anos 2000 e composto de Mike Clark, Joanna Bolme e Jake Morris. Considerado o mais disposto a dialogar com o som do Pavement, o quinto e último álbum do quarteto, Mirror Traffic (2011), produzido por Beck, lista quinze novas músicas. Entre elas, Tigers, No One Is (As I Are Be), Forever 28 e a curiosa Senator, cuja letra inapropriada para menores de 18 anos ganha vida num clipe protagonizado pelo ator Jack Black. O show no Granfinos, marcado para domingo (28), só foi possível graças à mobilização do site de crowdfunding Queremos!, que incentivou 150 entusiasmados fãs a comprar os ingressos reembolsáveis. 18 anos.

Granfinos (800 pessoas). Avenida Brasil, 326, Santa Efigênia, ☎ 3241-1482. Domingo (28), 20h. R$ 140,00. Cd: M e V. www.granfinos.com.br.

Shows: programação de shows para os dias 20 a 26 de abril

Bambix

Depois de um bom tempo sem pisar em solo belo-horizontino, a banda holandesa de hardcore retorna à capital para o show da turnê de seu mais recente álbum, Storytailor, lançado em 2012. Formado em 1988 pela vocalista e guitarrista Wick Bambix, que hoje toca acompanhada pelos músicos Don Cardeneo (baixo) e Patrick "Sjappie" Schappert (bateria), o grupo já coleciona oito discos no repertório. Além das famosinhas Monozygotic, Brand New Religion, Conquer It All, Julie e Leaking Fuel, o set list traz as novas Hell and Back, Headstrong, Curfew's Gone, Johan e Corners of the World, entre outras canções. Abrem o show as bandas Pense e Cordoba. 18 anos.

Casa Cultural Matriz. Rua Guajajaras, 1353, Terminal Turístico JK, Lourdes, ☎ 3212-6122. Sábado (27), 21h. R$ 30,00 a R$ 40,00. www.matrizbh.com.br.

Beatriz Rodarte

Influenciada diretamente pelo Clube da Esquina, em especial por Milton Nascimento, a artista mineira sobe ao palco para apresentar o seu novo trabalho, Natural. O disco reflete um maior envolvimento com suas raízes mineiras e inclui releituras modernas do cancioneiro das montanhas. Com sua voz encorpada e o estilo soft rock, ela canta uma nova versão da música Para Lennon e McCartney, de Márcio Borges, Lô Borges e Fernando Brant, e de Nuvem Cigana, de Lô Borges e Ronaldo Bastos. Livre.

Funarte MG (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Sexta (26), 20h. Grátis. A bilheteria abre uma hora antes.

Bona Fortuna

Bona fortuna significa boa sorte em Latim. E sorte, pelo visto, é o que não falta à banda surgida há três anos na cidade histórica de Mariana. Num estúdio em sua própria casa, o baixista Filipe Oliveira compôs e produziu uma série de músicas que logo foram aprovadas pelos parceiros André Araújo, Davi Queiroz e Lucas Oliveira. Em princípio, o disco homônimo foi disponibilizado apenas aos amigos, mas acabou chamando a atenção do produtor Pedro Ferreira, que incentivou o lançamento oficial do álbum, em 2012. Repetindo o sucesso, Reviver, de março deste ano, já caiu nas graças do público. O folk ainda serve de base para as composições, que também recebem influência de outros estilos. No repertório, canções como Parece que Perdi a Fé, O que Você Vê, A Solidão, Por uma Felicidade e Recado, composta em parceria com o paulista Phillip Long. Livre.

Teatro Júlio Mackenzie - Sesc Palladium (76 lugares). Avenida Augusto de Lima, 420, Centro, ☎ 3214-5350. → Neste sábado (20), 20h. R$ 10,00. Bilheteria: terça a domingo, das 9h às 21h. Cc: M e V. Cd: M e V.

Bonde do Rolê e Banda Uó

Em 2006, uma trinca de gatas maquiadas e de salto alto começou a fazer pequenos shows em boates belo-horizontinas. Eram as Killer Shoes, que provocaram barulho e chamaram atenção pela atitude ousada. Pouco tempo depois o grupo acabou. Uma das belas era Laura Taylor, que hoje integra outro trio, o desbocado Bonde do Rolê, junto de Rodrigo Gorky e Pedro D'Eyrot. No sábado (27), eles retornam aos palcos ao lado da Banda Uó, formada por Davi Sabbag, Mateus Carrilho e Candy Mel e conhecida pelas versões bregas e bem-humoradas de sucessos pop. As apresentações embalam a noite da festa @bsurda Yolo. 18 anos.

Mercado das Borboletas (1 200 pessoas). Avenida Olegário Maciel, 742, Centro, ☎ 3245-7411. Sábado (27), 23h. R$ 35,00. Cc: todos. Cd: todos (só para a compra de bebidas).

Caetano Veloso

+ Caetano Veloso apresenta as canções de Abraçaço no Palácio das Artes

Livre. Grande Teatro - Palácio das Artes (1 705 pessoas). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Sábado (27), 21h, e domingo (28), 19h. R$ 180,00 a R$ 240,00. Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

Eduardo Costa

Única apresentação do show Pecado de Amor, que tem produção musical de César Augusto. O cantor sertanejo afirma que suas influências vêm de nomes como Trio Parada Dura, Tião Carreiro e Pardinho, João Paulo e Daniel, Leandro e Leonardo. É o décimo álbum do artista, em mais de duas décadas de carreira, com 3 milhões de discos vendidos. 16 anos.

Chevrolet Hall (5 500 lugares). Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi, ☎ 3209-8989. Neste sábado (20), 22h. Ingressos esgotados. Bilheteria: 12h/20h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom. e feriados). Cc: todos. Cd: M e V. TF. www.chevrolethallbh.com.br.

Festival de Choro e Samba

Depois de passar por Paraty, no Rio de Janeiro, e pela cidade mineira de Itaúna, o evento chega à capital para divulgar a origem e a essência dos ritmos, disseminados por grandes expoentes da música brasileira, a exemplo dos eternos Chiquinha Gonzaga e Noel Rosa. Durante nove dias, as apresentações tomam conta de teatros, bares, praças, livrarias e outros espaços da cidade. No Dia Nacional do Choro, comemorado na terça (23), aniversário de Pixinguinha, quem se apresenta no Sesc Palladium é o conjunto belo-horizontino Clube do Choro, com participação especial de Waldir Silva no cavaquinho, Paulinho Pedra Azul no vocal e Zé da Velha no trombone. Livre.

Deste sábado (20) a domingo (28), em diversos locais e horários. Grátis. Os ingressos serão trocados por 1 quilo de alimento não perecível. Veja a programação completa em www.facebook.com/festivalchoroesamba.

Gilvan de Oliveira

Pixuim, o disco que comemora os vinte anos de carreira do violonista Gilvan de Oliveira, completados em 2011, pode ser ouvido na quinta (25), no Conservatório UFMG. Com um repertório que vai do popular ao erudito, o músico toca canções próprias, entre elas Renascimento e Em Terra de Cego Quem Tem Cinema É Doido, e composições de Villa-Lobos, Luiz Gonzaga, Milton Nascimento, Gilberto Gil, Dominguinhos e até dos Beatles. Livre.

Conservatório UFMG (220 pessoas). Avenida Afonso Pena, 1534, Centro, ☎ 3409-8300 / 3409-8300. Quinta (25), 20h. Grátis. Os ingressos devem ser retirados uma hora antes da apresentação.

Lorena Chaves

A cantora e compositora mineira de 26 anos lança o seu primeiro CD, com doze faixas que transitam entre o folk e o MPB. O disco homônimo só tem músicas próprias, influenciadas por bandas como Los Hermanos. Além de passar mensagens de amor e de esperança, o álbum também é recheado de críticas sobre o cotidiano e o comportamento humano. Exemplo disso são as canções Memórias de um Narciso e O Admirado Lamentável Cidadão. Apesar da pouca idade, a artista já reúne alguns momentos de prestígio. Em 2008, ela conquistou o sexto lugar no programa Ídolos, da Rede Record. Livre.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1027. → Quinta (25), 21h. R$ 50,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h no domingo.

Lulu Santos

Com sua mistura de ritmos que costuma agradar a gregos e troianos, o músico carioca foi o escolhido para animar a festa do Festival de Cultura do DCE da PUC-Minas. No repertório de sua nova turnê, Toca Lulu, clássicos como Toda Forma de Amor, Adivinha o Quê?, Último Romântico e Tudo Azul. Quem abre o show é o grupo Alta Fidelidade, com seus hits de samba, na sequência da Best Place, vencedora do concurso de bandas da PUC. A programação também prevê o som de DJs convidados. 18 anos.

Mix Garden (3 000 pessoas). Rua Projetada, 65, Jardim Canadá, ☎ 3281-5791. Sexta (26), 22h. R$ 110,00 a R$ 130,00 (mulher) e R$ 130,00 a R$ 150,00 (homem). Open Bar com espumante, vodka, cerveja, citrus, refrigerante e água. Ingressos à venda no DCE da PUC Coração Eucarístico, nas lojas Chilli Beans do BH Shopping, Pátio Savassi, DiamondMall, Boulevard, Minas Shopping e Shopping Cidade ou pelo site www.centraldoseventos.com.br.

Maíra Labanca

Na primeira edição do projeto Labanca & Friends no NaMata Café, que deve acontecer uma quinta-feira por mês, a cantora mineira recebe Cris Simões e Pjota, o baixista da banda Jota Quest, que são também os produtores do seu primeiro CD, que deve ser lançado em breve com influências do pop, indie e jazz. Os shows servirão como um ensaio aberto das faixas escolhidas para o álbum. 18 anos.

NaMata Café. Rua Marília de Dirceu, 56, Lourdes, ☎ 3654-1733. Quinta (25), 22h. R$ 30,00 (mulher) e R$ 40,00 (homem). Ingressos à venda na Central dos Eventos (Rua Fernandes Tourinho 470, Loja 12, Savassi) ou pelo site www.centraldoseventos.com.br.

Matanza

Depois de tirar merecidas férias em fevereiro, a banda de rock pauleira retorna com força total na turnê do novo álbum, Thunder Dope. Comandados pelo vocalista Jimmy London e pelo guitarrista Donida, os músicos agitam o público com Goredoom Jamboree, Matanza em Idaho, Mulher Diabo, She Is Evil But She Is Mine e Country Hardcore Funeral, entre outros sucessos antigos. 16 anos.

Music Hall (1 500 lugares). Avenida do Contorno, 3239, Santa Efigênia, ☎ 3461-4000. Neste sábado (20), 22h. R$ 60,00. Ingressos à venda na loja 53HC (Rua Rio de Janeiro, 630, Loja 53, ☎ 3271-7237).

Nando Reis e Os Infernais

O ex-titã se apresenta em Tiradentes na véspera do feriado da Inconfidência Mineira com seu repertório recheado de sucessos. Além dos clássicos All Star, O Segundo Sol e Relicário, o músico interpreta canções do CD Sei, lançado no ano passado. Entre elas, Pré Sal, Sei, Pra Quem Não Vem e O que Eu Só Vejo em Você. 18 anos.

Pátio Libertas. Avenida Governador Israel Pinheiro, 72, Tiradentes, ☎ (32) 9966-2819. Neste sábado (20), 23h. R$ 60,00 (pista open bar) e R$ 160,00 (área vip com open bar e open food). Os ingressos estão à venda no site www.libertastiradentes.com.br.

Três Estações Caymmi

As vozes do Grupo Amaranto, a poesia de Fernando Brant, recitada pelo próprio autor, e a música instrumental composta e interpretada por Geraldo Vianna transportam a plateia para o universo do baiano Dorival Caymmi, que compôs, entre outras pérolas, Saudade da Bahia, Samba da Minha Terra, Doralice, Maracangalha e Rosa Morena. Livre.

Teatro Júlio Mackenzie - Sesc Palladium (76 lugares). Avenida Augusto de Lima, 420, Centro, ☎ 3214-5350. → Sábado (27) e domingo (28), 20h. R$ 15,00. Bilheteria: terça a domingo, das 9h às 21h. Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

Ultraje a Rigor

Deboche e ironia têm tudo a ver com contestação. Essa foi a lição que, nos anos 80, o grupo mostrou ao Brasil. Letras bem-humoradas e inteligentes são a marca da banda, como mostram as canções Pelado, Nós Vamos Invadir Sua Praia, Eu Gosto É de Mulher e A Festa, sucessos explosivos naquela década. Uma das cabeças pensantes é o vocalista Roger Moreira. Ele se alfabetizou sozinho com apenas três anos e assina as principais músicas da trupe. Também tem fama de encrenqueiro: já se envolveu em confusões por aí, como em 2011, quando brigou no palco do festival SWU com membros da equipe do cantor Peter Gabriel. 18 anos.

Granfinos (800 pessoas). Avenida Brasil, 326, Santa Efigênia, ☎ 3241-1482. Neste sábado (20), 0h. R$ 80,00 a R$ 120,00. Cd: M e V. www.granfinos.com.br.

› O som de cá

Festival Mistura Minas reúne artistas mineiros e de outros estados nos meses de abril e maio

A julgar pela programação, a primeira edição do Mistura Minas tem tudo para engrandecer, ainda mais, os expoentes da música mineira. Concentrado no Teatro Bradesco, o projeto reúne, no mesmo palco, Aline Calixto e Marina Machado (26 de abril), que, apesar de amigas, nunca se apresentaram juntas, Thiago Delegado e Roberto Menescal (30 de abril), Cobra Coral e Amaranto (14 de maio) e Affonsinho e Celso Fonseca (21 de maio). A ideia é que os shows aconteçam também no segundo semestre deste ano. Os próximos convidados, no entanto, são um mistério. Livre.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1027. → Sexta (26), 20h. R$ 30,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (dom.).

› O que não falta é batuque

Os cariocas do Monobloco voltam à capital com um repertório eclético esquentado pelas batidas da percussão

Figurinha repetida nos palcos belo-horizontinos, o Monobloco outra vez faz a alegria do público com uma apresentação marcada para sábado (27), no Chevrolet Hall. É difícil não se empolgar com a mistura do grupo carioca, que num instante toca as tradicionais marchinhas de Carnaval para no outro transitar pelo xote de Alceu Valença e pelo forró de Luiz Gonzaga. Puxada pelos cantores Pedro Luís — ex-Pedro Luís e a Parede —, Fábio Allman, Renato Biguli, Alexandre Momo e Pedro Quental, a banda é famosa por encerrar o Carnaval num desfile oficial no centro do Rio de Janeiro. Nesste ano, a festa levou mais de 500 000 pessoas às ruas e contou com uma participação especialíssima dos nova-iorquinos do Blue Man Group, além de Lenine e Roberta Sá. 18 anos.

Chevrolet Hall (5 500 lugares). Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi, ☎ 3209-8989. Sábado (27), 23h30. R$ 60,00. Bilheteria: 12h/20h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom. e feriados). Cc: todos. Cd: M e V. TF.

CONCERTOS

Concertos no Parque

Abrindo a temporada 2013 da série, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais sobe ao palco para homenagear o herói da Inconfidência Mineira, Tiradentes, com um repertório integralmente nacional. Sob a regência de Marcos Arakaki, os músicos executam o Hino Nacional, de Francisco Manuel da Silva, a abertura da ópera O Guarani, de Carlos Gomes, e Bachianas Brasileiras nº4, de Villa-Lobos. Livre.

Praça da Liberdade, s/n°, Savassi. Neste domingo (21), 11h. Grátis.

Manhãs Musicais

Figurinha repetida em festivais do Brasil e do exterior, o pianista belo-horizontino Ederson Urias toca Mozart, Villa-Lobos, Rachmaninoff e Prokofieff. Livre.

Sala Sergio Magnani - Fundação de Educação Artística (200 lugares). Rua Gonçalves Dias, 320, Funcionários, ☎ 3279-8157 / 1403. Neste domingo (21), 11h. R$ 20,00. Bilheteria: 10h/20h (sex.); 10h/12h (sáb.); a partir das 10h (dom.).

Segunda Musical

Os irmãos Elias, Eliseu, Alexandre, William e Gláucia Barros, do grupo Família Barros, interpretam Bernhard Henrik Crusell e Felix Mendelssohn com a participação especial de outros quatro músicos. Livre.

Teatro da Assembleia (145 lugares). Rua Rodrigues Caldas, 30, Santo Agostinho, ☎ 2108-7826. Segunda (22), 20h. Grátis.

› A estrela do piano

Fenômeno do YouTube, Valentina Lisitsa se apresenta na terça (23) no Teatro Bradesco

Nascida em Kiev, na Ucrânia, e naturalizada americana, a pianista Valentina Lisitsa é uma das intérpretes de música erudita mais populares do YouTube, com mais de 30 milhões de acessos. Sua performance é descrita como deslumbrante pela crítica. Em Belo Horizonte, ela vai apresentar um programa que inclui peças de Rachmaninoff e Beethoven, além de Bach e Mozart. Livre.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1027. → Terça (23), 20h. R$ 50,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (domingo).

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE