Shows

Nana Caymmi e Paula Santoro interpretam no Sesc Palladium canções que ficaram famosas nas vozes de Dolores Duran e Maysa

Metade do show é dedicada ao repertório instrumental, parte que fica a cargo da saxofonista Maria Bragança e do contrabaixista Dudu Lima

Por: Rafael Rocha - Atualizado em

Ana Valadares - Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

A mineira Paula Santoro e Nana Caymmi: cantando um passado marcante

Quem costuma ver novela já deve ter ouvido várias vezes a voz inconfundível de Nana Caymmi nas trilhas dos folhetins da Rede Globo. Quem frequenta teatros e casas de show conhece a fama da cantora, que tem uma interpretação dramática e forte. Há ainda quem prefira ressaltar pormenores de sua personalidade, tida como avessa a frivolidades, reservada e, por vezes, até irritadiça. O que mais importa, na verdade, é sua inarredável insistência em cantar sempre da melhor forma, e isso ela faz como poucos. Neste show, que integra a série Compositores.BR, ela interpreta temas de Dolores Duran, a diva da dor de cotovelo, que, além de cantar, compunha lindamente. Outra pedrada vem na sequência, com Paula Santoro cantando repertório de Maysa, a cantora que não tinha medo de ser intensa e apaixonada. A marca deste projeto é dedicar metade do show ao repertório instrumental, parte que fica a cargo da saxofonista Maria Bragança e do contrabaixista Dudu Lima, que tocam as canções de ambas as cantoras, falecidas precocemente. Livre.

Grande Teatro do Sesc Palladium (1 321 lugares). Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, ☎ 3279-1500. → Terça (20), 20h. R$ 20,00 a R$ 40,00 + 1 quilo de alimento a ser doado ao Programa Mesa Brasil. Bilheteria: 9h/21h (ter. a dom.). Cc: M e V. Cd: M e V.

Shows: programação de shows para os dias 17 a 23 de agosto

Alexandre Andrés

Filho de Artur Andrés Ribeiro, do Grupo Uakti, Alexandre começou a compor em 2005, aos 15 anos. Agora, o flautista e violonista se apresenta em um show de gravação de DVD do seu segundo disco, Macaxeira Fields. O mineiro de Belo Horizonte se reúne com outros artistas para exibir seu trabalho, que homenageia a cultura popular mineira. Livre.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1360. → Sexta (23), 21h. R$ 10,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (dom.). Cc: todos. Cd: todos. IR. www.teatrobradescobh.com.br.

Aqui Jazz

O cantor, compositor e instrumentista Sérgio Pererê chega ao palco acompanhado do grupo Take Five. Juntos, eles interpretam temas de Milton Nascimento e Ray Charles. Livre.

Praça da Liberdade, s/nº, Funcionários. Neste domingo (18), 11h. Grátis.

Dóris Monteiro

A trilha sonora dos anos 70 teve a voz dessa cantora em alta estima. Com Dóris, o samba pop foi sendo formatado, e assim ela gravou versões repletas de sambalanço, como Coqueiro Verde, de Erasmo Carlos, e De Noite na Cama, de Caetano Veloso. Também investiu em boleros doloridos e em temas da bossa nova com grandes assinaturas, como as de Marcos Valle, Carlos Lyra, Tom Jobim e Roberto Menescal. Na década passada, sua obra acabou sendo redescoberta graças a relançamentos coordenados por Charles Gavin, produtor e baterista dos Titãs. A apresentação faz parte da série Salve Rainhas, que presta homenagem a figuras femininas que deixaram marcas indeléveis em nossa memória musical. A escritora Malluh Praxedes participa conduzindo um bate-papo sobre a história do grupo. Livre.

Funarte (139 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Sábado (24) e domingo (25), 19h. R$ 5,00.

Evelyn Glennie

Apesar da surdez que surgiu em sua pré-adolescência, a solista escocesa apresenta-se com músicos, orquestras e regentes de todo o mundo. Evelyn sobe ao palco descalça e sobrepõe os instrumentos no colo para captar as vibrações — engenhosidades que acabaram se tornando marca registrada. Livre.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1360. → Terça (20), 20h. R$ 50,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (dom.). Cc: todos. Cd: todos. IR. www.teatrobradescobh.com.br.

Festival Estadual Sesi Música

O evento que estimula músicos amadores do ramo industrial a dar as caras chega a sua finalíssima. Vinte e duas pessoas fazem parte dessa etapa, nas categorias composição inédita e interpretação. Livre.

Teatro Sesiminas (660 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. Sábado (24), 19h. Grátis.

Horizonte Blues Festival

O evento chega a sua quinta edição com shows de artistas de vastos timbres e acordes que se fundem ao ritmo do blues. Nesta semana, somente mulheres se apresentam na série Dias & O Blues. As cantoras Manu Andrade, Melissa Rocha, Tania Azze, Debby Moon e Paloma Santos sobem ao palco na sexta (23), enquanto Gaby Melo, Alcione Alves, Lublues, Hilmara Fernandes e Kicila Sá dominam o espaço no sábado (24). Livre.

Sala Juvenal Dias - Palácio das Artes (176 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Sexta (23) e sábado (24), 20h30. R$ 10,00. Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom.) Cc: M e V. Cd: M e V. www.fcs.mg.gov.br.

Jefferson Starship

Formado pelos integrantes da lendária banda Jefferson Airplane, o grupo tem como cartão de visita sua participação no histórico festival de Woodstock, em 1969. Nessa época, a banda virou ícone e também se apresentou no festival de Monterrey. A psicodelia sonora é promovida pelo guitarrista Paul Kantner e por seus colegas, os músicos David Freiberg (vocal, guitarra e teclado), Mark Slick Aguilar (guitarra), Donny Baldwin (bateria), Chris Smith (teclado) e Cathy Richardson (voz). 16 anos.

Grande Teatro - Palácio das Artes (1 705 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Neste domingo (18), 21h. R$ 120,00 a R$ 160,00. www.fcs.mg.gov.br.

Marcela Nunes

No espetáculo Flautas Brasileiras, a flautista e compositora interpreta importantes obras compostas para o instrumento no Brasil. O repertório é agraciado com canções que vão do erudito ao popular, assinadas por Villa-Lobos, Ary Ferreira, Joaquim Callado, Patápio Silva, Pixinguinha, Benedito Lacerda e Altamiro Carrilho, além de composições próprias. Livre.

Conservatório UFMG. Avenida Afonso Pena, 1534, Centro, ☎ 3409-8300. Segunda (19), 20h. R$ 15,00.

Mônica Salmaso e André Mehmari

Com sua possante voz, a cantora paulistana Mônica Salmaso divide as atenções da noite com as mãos do pianista fluminense André Mehmari. Juntos, os dois músicos exploram as possibilidades que o arranjo entre a voz e o piano permite. Camisa Amarela, de Ary Barroso, Milagre, de Dorival Caymmi, e O Futebol, de Chico Buarque, são três dos temas que ganham nova cara durante o espetáculo. Livre.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1360. → Sábado (24), 21h. R$ 70,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (dom.). Cc: todos. Cd: todos. IR. www.teatrobradescobh.com.br.

Moraes Moreira e Davi Moraes

+ Moraes Moreira, ex-Novos Baianos, se apresenta com o filho Davi Moraes no Palácio das Artes

16 anos.

Grande Teatro - Palácio das Artes (1 705 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Quinta (22), 21h. R$ 30,00. www.fcs.mg.gov.br.

Odilara

Doze faixas recheiam o disco Janela Pro Mundo, segundo álbum da banda, que tem o mérito de ter saído do conforto de interpretar sambas estouradíssimos e, nos últimos tempos, investe em repertório autoral de qualidade. Andréa Furtini (voz e gaita), Eurípedes Neto (violão e vocal), Gustavo Scarpa (baixo e vocal), Marcelo Bontempo (guitarra) e Paulo Espinha (bateria) integram o grupo. Livre.

Granfinos (800 pessoas). Avenida Brasil, 326, Santa Efigênia, ☎ 3241-1482. Sábado (24), 22h. R$ 30,00. Ingressos à venda pelo site www.sympla.com.br. Cd: M e V.

Péricles Garcia

O cantor e compositor se arremessou no cenário musical da cidade em 1993, quando ainda frequentava o colegial. Acompanhado por Affonsinho e pelo trompista da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, Gustavo Trindade, Péricles Garcia lança seu terceiro álbum, Outros Heróis. Durante a noite, o rapaz mistura baixo, violão, guitarra e bateria e leva seu despretensioso rock para o público. Livre.

Teatro Alterosa (320 lugares). Avenida Assis Chateaubriant, 499, Floresta, ☎ 3237-6611. Sexta (23), 21h. R$ 30,00. Bilheteria: 12h/19h30 (ter. a dom.).

Quarteto em Cy

Apadrinhadas pelo poetinha Vinicius de Moraes, as integrantes do grupo começaram a carreira em estúdio em 1963, quando interpretaram a trilha sonora do filme Sol Sobre a Lama, de Alex Viany. Gravaram vários discos na sequência e engataram uma carreira de sucesso, com sucessivos elogios da crítica devido às vozes privilegiadas das integrantes. A apresentação também integra a série Salve Rainhas e tem a escritora Malluh Praxedes como condutora de um bate-papo sobre a história do grupo. Livre.

Funarte (139 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Neste domingo (18), 19h. R$ 5,00.

Radiolara

O trio se conheceu ainda na adolescência, quando criou uma banda e não parou de tocar. Foi em 2009, porém, que o grupo recebeu o nome Radiolara. Formada por Felipe Xavier (voz e violão), Felipe Barros (voz, guitarra e violão) e Tito Campos (voz, guitarra e violão), a banda mineira lança seu primeiro disco, Vermelho. 18 anos.

Studio Bar. Rua Guajajaras, 842, Centro, ☎ 3047-1020. Neste sábado (17), 22h. R$ 20,00.

Sérgio Santos

Há 31 anos, o cantor, violonista e compositor iniciava sua carreira musical participando do espetáculo Missa dos Quilombos, de Milton Nascimento. Agora, Sérgio Santos interpreta canções autorais — já tocadas por nomes como Alcione, Leila Pinheiro e Fátima Guedes - e clássicos de músicos consagrados. Livre.

Café do Palácio das Artes. Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3222-5657. Quarta (21), 19h30. Grátis.

Tania Libertad

Nascida no Peru e mexicana de coração, a cantora tem vínculos familiares e artísticos com o Brasil. Já gravou com Djavan e Ivan Lins e cantou com Caetano Veloso, Chico Buarque, Gal Costa e Daniela Mercury. A ganhadora de um Grammy latino e embaixadora da Unesco para a Paz está em turnê pelo país para apresentar seu repertório de canções latino-americanas. 14 anos.

Grande Teatro do Sesc Palladium (1 321 lugares). Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, ☎ 3279-1500. → Domingo (25), 18h. R$ 10,00 + 1 quilo de alimento. Bilheteria: 9h/21h (ter. a dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. www.sescmg.com.br.

Túlio Araújo

Mineiro nascido em Passos, este percussionista, compositor e produtor dedica-se de forma comovente à pesquisa sobre o pandeiro. Tem apresentado performances respeitáveis e originais, que introduzem o instrumento na linguagem do jazz instrumental. Livre.

Floriano Livraria & Café. Avenida Cônsul Antônio Cadar, 147, São Bento, ☎ 2526-4180. Sexta (23), 20h. R$ 8,00.

Valsa Binária

Composta por Rodrigo Valente (bateria), Salomão Terra (baixo), Léo Maldonado (guitarra), Danilo Derick (teclado) e Leo Moraes (voz e guitarra), a banda participa do projeto Quartas Inéditas, espécie de programa de auditório realizado pela Rampa Incubadora de Bandas. O cantor, compositor e guitarrista Mario Ghanna vem de Joinville para participar desta edição e divulgar Xadez Urbano, seu disco de estreia. Livre.

Sala Juvenal Dias - Palácio das Artes (176 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Quarta (21), 20h30. R$ 20,00. Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. www.fcs.mg.gov.br.

Zeca Pagodinho

O sambista comemora três décadas de carreira e apresenta seu novo álbum, intitulado Zeca Pagodinho 30 Anos - Vida que Segue. O espetáculo tem canções que marcaram a trajetória do artista, iniciada nas rodas de samba do subúrbio do Rio de Janeiro. A versão de Camarão que Dorme a Onda Leva, já interpretada em companhia de Beth Carvalho, aparece no repertório. 16 anos.

Chevrolet Hall (5 500 lugares). Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi, ☎ 3209-8989. Sábado (24), 22h. R$ 100,00 a R$ 600,00. Bilheteria: 12h/20h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom. e feriados). Cc: todos. Cd: M e V. TF.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE