Shows

Programação de shows e concertos para o período entre 18 a 24 de outubro

- Atualizado em

Beatles 4ever

Os fãs não podem perder a chance de ver esse grupo cover que relembra a trajetória do quarteto de Liverpool. De volta à capital, a banda fundada em 1976, em São Paulo, passa pela fase revolucionária, pela psicodélica e também pelo estágio final dos Beatles, quando eles estavam prestes a se separar. Cada álbum apresentado ganha um figurino diferente. Livre.

Teatro Sesiminas (660 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. → Sexta (24), 21h. R$ 100,00. Bilheteria: 13h/19h todos os dias. IR.

Brascubazz

Ritmos latinos como danzón, son, chá-cháchá e guajira unem-se a gêneros brasileiros como choro, baião, afoxé e maracatu na formação artística desta banda. No show Brascubazz: La Noche Cubana, os tempos áureos da Havana Velha são retratados com música instrumental e cantada. Livre.

Museu de Arte da Pampulha (400 lugares). Avenida Otacílio Negrão de Lima, 16585, Pampulha, ☎ 3277-7996. Neste domingo (19), 11h. R$ 20,00.

Casca Oca

Depois do sucesso da primeira edição, o projeto volta com tudo. Desta vez, quem aparece no sítio, situado às margens de um rio, é o Trio Amaranto. As irmãs Lúcia, Flávia e Marina Ferraz cantam o seu mais recente álbum, Quarto Azul. Enquanto apreciam a música, os sortudos espectadores têm acesso a uma bela cachoeira particular. Para completar, há feira de produtos orgânicos e degustação de cervejas artesanais. Livre.

Vila Santeiro, Rio Acima (a 34 quilômetros de Belo Horizonte), ☎ 9894-7172. Neste sábado (18), a partir das 13h. R$ 50,00 (com direito a almoço) e R$ 80,00 (com traslado e almoço).

Chama Chuva

Belo Horizonte tem participação importante na carreira da banda de forró - a cidade foi uma das primeiras em que ela fez sucesso. O grupo nasceu em Dunas de Itaúnas (ES), conhecida como a capital do forró pé de serra. São dessa fase inicial músicas que ficaram famosas, como Sãmarina, Cativeiro Coração e Esse Bicho Mata. O grupo escolheu Beagá para gravar DVD em comemoração aos quinze anos de carreira. 18 anos.

Caribbean Disco Club. Rua das Acácias, 549, Vale do Sereno, Nova Lima, ☎ 4103-7447. Neste domingo (19), 18h30. R$ 20,00 a R$ 25,00.

Elomar

A trajetória do violonista é caprichada: são mais de 300 músicas gravadas em quinze discos. Além do repertório cancioneiro, ele cria obras para instrumentos sinfônicos, música de câmera, operística e de concerto. O artista tem um importante trabalho de valorização da ópera do Brasil - ele mesmo já compôs algumas peças. A apresentação baseia-se no livro Elomar: Cancioneiro, que compreende 49 partituras. 8 anos.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1360. → Neste sábado (18), 20h. R$ 70,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (dom.). Cc: todos. Cd: todos. IR.

Elvis Tribute Live On Stage

Com réplicas oficiais dos trajes, joias, violão e microfone utilizados por Elvis nos anos 70, Mark Rio encarna o rei do rock ao lado de sua Elvis Tribute Band, que reproduz, com fidelidade, clássicos como My Way e Always On My Mind. Livre.

Teatro Sesiminas (660 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. → Sábado (25), 21h. R$ 120,00. Bilheteria: 13h/19h todos os dias. IR.

Maíra Labanca

A cantora mineira reuniu onze músicas em seu primeiro disco, que tem direção musical de PJ, integrante do Jota Quest, em parceria com Cris Simões. O músico também assina os baixos do CD, uma mistura de pop, folk e indie. Livre.

Grande Teatro - Cine Theatro Brasil Vallourec (1 000 lugares). Rua dos Carijós, 258, Centro, ☎ 3201-5211. Quinta (23), 20h. R$ 10,00. Bilheteria: 11h/21h (seg. a sáb.); 10h/19h (dom. e feriados).

Marcos Braccini

Em seu primeiro disco, Noturno, o músico transita entre variados estilos, passando pela MPB e pelo rock. Ao seu lado, tocam Rafael Martini (piano e violão), Frederico Heliodoro (baixos), Felipe Continentino (bateria) e Alexandre Andrés (flautas e violão). Livre.

Sala Júlio Mackenzie - Sesc Palladium (76 lugares). Avenida Augusto de Lima, 420, Centro, ☎ 3270-8100. → Quinta (23), 20h. R$ 10,00 ou 1 quilo de alimento não perecível. Bilheteria: terça a domingo, das 9h às 21h. Cc: M e V. Cd: M e V.

Maurinho e os Mauditos com Rodrigo Campos

O quarteto belo-horizontino se junta ao baixista do Barão Vermelho para misturar o bom e velho rock'n'roll às releituras pessoais de canções da MPB. 18 anos.

Jack Rock Bar (420 lugares). Avenida do Contorno, 5623, Funcionários, ☎ 3227-4510. Quinta (23), 21h. R$ 20,00.

Mimo

Depois de passar por Ouro Preto e Olinda, um dos mais importantes festivais de música instrumental aterrissa, pela primeira vez, em Tiradentes. O mosaico musical formado pelas atrações é bastante expressivo e engloba da música clássica ao jazz, sem se esquecer da world music, das sonoridades africanas e do que mais ressoar de forma impactante e criativa mundo afora. Neste sábado (18), o pianista João Donato apresenta o projeto Donato Elétrico, com membros do grupo Bixiga 70. A programação conta ainda com performances da organista e cravista Elisa Freixo, do Duo Milewski (formado pelo violinista polonês Jerzy Milewsky e pela pianista brasileira Aleida Schweitzer), do violeiro Chico Lobo, tocando com o clarinetista Paulo Sérgio Santos e com o violoncelista Márcio Malard, e do Trio Puelli, dedicado ao repertório contemporâneo de música clássica. Uma mostra de cinema também faz parte do evento. Livre.

Vários endereços em Tiradentes, a 190 quilômetros de Belo Horizonte. Neste sábado (18) e domingo (19). Veja a programação completa.

Riot at the Ship

Tido em alta conta em pubs e casas de shows cariocas, o grupo se atém às tradicionais músicas irlandesas, interpretadas, porém, com um quê de rock. O setlist é dividido entre clássicos nacionais e internacionais do punk rock e do hardcore, revisitados em arranjos e instrumentos folk. Livre.

Funarte (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Neste domingo (19), 19h. R$ 10,00. Os ingressos serão vendidos uma hora antes da apresentação.

Roger Hodgson

Parque das Mangabeiras. Avenida José do Patrocínio Pontes, 580, Mangabeiras, ☎ 4003-1212. Sábado (25), 19h. R$ 200,00 a R$ 300,00. Ingressos à venda no Ingresso Rápido do Shopping 5ª Avenida ou pelo site www.ingressorapido.com.br.

Trivial

Os mineiros Augusto Cordeiro (violão e guitarra), Pedro Gomes (baixo) e Paulo Fróis (bateria) em instantes vão do jazz à MPB num repertório que, como o nome da banda sugere, é repleto de canções simples, embora bem trabalhadas. Livre.

Sala Júlio Mackenzie - Sesc Palladium (76 lugares). Avenida Augusto de Lima, 420, Centro, ☎ 3270-8100. → Quarta (22), 20h. R$ 20,00. Bilheteria: terça a domingo, das 9h às 21h. Cc: M e V. Cd: M e V.

Wanessa

Quatro meses depois de dar à luz seu segundo filho, a cantora chega com tudo em sua nova turnê, DNA Reloaded Tour. O show é marcado por hits como Fallin For You e Sticky Dough, e por canções novas, a exemplo de Turn It Up e Beast. 18 anos.

Gis Club. Avenida Barbacena, 33, Barro Preto, ☎ 3295-2693. Sexta (24), 23h. R$ 100,00 a R$ 150,00.

CONCERTOS

Concertos de Primavera OAP

Nascido em 1987, em Nápolis, na Itália, o pianista Lorenzo Pone passa pelo Brasil com um programa que inclui Beethoven, Mozart e Chopin, entre outros compositores. Livre.

Conservatório UFMG (220 pessoas). Avenida Afonso Pena, 1534, Centro, ☎ 3409-8300. Sexta (24), 19h30. Grátis.

Laboratório de Regência

Criado com o objetivo de oferecer a jovens regentes a oportunidade de comandar a própria orquestra, o projeto da Orquestra Filarmônica, dirigida por Fabio Mechetti, reúne, nesta sexta edição, os maestros Yuri Azevedo, Márcio Steuernagel, Lucas Paiva e Fabio Loutfi. O quarteto faz duas apresentações na capital, sem deixar de fora obras de John Adams, Stravinsky, Debussy e Kodály. Livre.

Grande Teatro - Sesc Palladium (1 321 lugares). Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, ☎ 3270-8100. → Sábado (25), 20h, e domingo (26), 11h. O primeiro concerto é grátis e o segundo custa R$ 5,00.

Rigoletto

O italiano Giuseppe Verdi divide com o alemão Richard Wagner o posto de compositor mais importante da história da ópera. Rigoletto, que foi censurado e só pôde estrear em 1851, após ajustes, será representado no palco do Palácio das Artes em seis récitas. A trama demonstra como o poder, desde sempre, corrompe. Nada mais atual. Rigolleto é um bufão de ironia mordaz representado pelo italiano Devid Cecconi e pelo brasileiro Rodolfo Giugliani, ambos barítonos. O Duque de Mântua, seu soberano, vive de escapadas amorosas. Gilda, a ingênua filha do bobo da corte, é vivida pelas sopranos brasileiras Gabriella Pace e Lina Mendes. Desdobramentos dessa relação e interesses escusos garantem ao enredo um destino trágico, contextualizado pela interpretação de dezesseis solistas em cena, além da direção musical e regência de Marcelo Ramos (150min, com intervalos). 10 anos.

Grande Teatro - Palácio das Artes (1 705 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Neste sábado (18), 20h, e domingo (19), 19h, terça (21), 20h, sábado (25), 20h, domingo (26), 19h, e quarta (29), 20h. R$ 50,00 a R$ 90,00. Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom.). Cc: M e V. Cd: M, V e IC.

Segunda Musical

A homenagem aos 310 anos de nascimento do compositor barroco português Carlos Seixas é comandada pelo pianista e cravista Antonio Carlos de Magalhães e pela Orquestra Sinfônica da Polícia Militar. Livre.

Teatro da Assembleia (145 lugares). Rua Rodrigues Caldas, 30, Santo Agostinho, ☎ 2108-7827. Segunda (20), 20h. R$ 1,00.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE