Shows

Zeca Pagodinho apresenta o disco Vida da Minha Vida no Chevrolet Hall

Apresentação do sambista em BH é uma das últimas da atual turnê

Por: Rafael Rocha - Atualizado em

Adriana Lins/Henrique Pontual/Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

Zeca Pagodinho: sambas sobre relacionamentos em desarranjo

É comum vê-lo desleixado, de bermudão, camisa larga e empunhando um copo de cerveja. No entanto, trata-se de um sambista sofisticado e de primeiro time. Zeca Pagodinho interpreta clássicos do gênero, feitos por ele e por seus fiéis parceiros de sempre. A coleção de músicas que falam de amor, desencontros e solidão, entre outros temas, justificou a produção do disco Vida da Minha Vida, o 22º da bem-sucedida carreira do artista. Lançado em 2010, o trabalho alcançou a marca de mais de 100 000 cópias vendidas. Foi apresentado por aqui no ano passado e retorna na sexta (19) ao palco do Chevrolet Hall. Desarranjos em relacionamentos e seus possíveis desdobramentos inspiraram quinze faixas, entre inéditas e regravações. Há um tom dramático em canções como Um Real de Amor, de Fagner e Brandão. O tormento da paixão irrealizada é o mote de outras, como a que dá nome ao disco. Pela Casa Inteira, Desacerto, Hoje Sei que Te Amo e Poxa (sucesso de Gilson de Souza dos anos 70) continuam no embalo da fossa. Apesar disso, ouvi-las não é nada baixo-astral. O contraponto fica por conta de O Garanhão e O Puxa-Saco, enquanto Orgulho do Vovô presta homenagem a seu netinho e Quem Passa Vai Parar celebra o Rio de Janeiro. Sucessos de antes não ficam de fora, como Judia de Mim, Maneiras, Coração em Desalinho, Verdade, Deixa a Vida Me Levar e Samba pras Moças. Com direção artística de Sérgio Cabral, direção musical de Paulão 7 Cordas e cenário de Susana Lacevitz, o show é um dos últimos da turnê atual, já que o pagodeiro se encontra em fase de pré-produção de novo disco, que vai celebrar seus trinta anos de carreira.

Zeca Pagodinho. 16 anos. Chevrolet Hall (5 500 lugares). Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi, ☎ 3209-8989. Sexta (19), 22h. R$ 60,00 (arquibancada) a R$ 560,00 (mesa para quatro pessoas). Bilheteria: 12h/20h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom. e feriados). Cc: todos. Cd: M e V. TF. www.chevrolethallbh.com.br.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE