Teatro

Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo critica a fé ardorosa em Misticismo

Espetáculo da trupe de Brasilía será apresentado em duas datas no Palácio das Artes

Por: Isabella Grossi - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

Jovane Nunes, Adriano Siri e Victor Leal: crítica às diversas manifestações religiosas

Carregado da mesma inspiração religiosa que fez de Hermanoteu na Terra de Godá um dos maiores sucessos da Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo, o teatro de esquetes estreia na capital com uma afiada crítica à fé ardorosa. A peça transita entre seitas e crenças, criaturas fantásticas e fenômenos paranormais, arrancando risadas com um guru indiano, uma sessão espírita, um pastor evangélico e um encontro de padres. Na ocasião, os sacerdotes debatem temas como pedofilia, a proliferação das igrejas evangélicas e rituais de umbanda. Tudo com muito bom humor, é claro. A trupe de Brasília, que neste ano completa dezenove primaveras, faz curtíssima temporada no Palácio das Artes, com apresentações no sábado (22) e no domingo (23).

Palácio das Artes - Grande Teatro (1 705 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Sábado (22), 21h, e domingo (23), 18h. R$ 90,00 (plateia I), R$ 80,00 (plateia II) e R$ 70,00 (plateia superior). Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE