Teatro

Dirigido por João Falcão, Ensina-me a Viver diverte e emociona a plateia

Peça em cartaz no Palácio das Artes apresenta equilíbrio perfeito no palco entre atores Arlindo Lopes e Glória Menezes

Por: Isabella Grossi - Atualizado em

Christiane Ceneviva/Divulgacao
(Foto: Redação VejaBH)

Arlindo Lopes e Glória Menezes: equilíbrio perfeito no palco

Desde a primeira vez em que assistiu ao filme Ensina-me a Viver (Harold and Maude), sucesso de Hal Ashby na década de 70, Glória Menezes foi atiçada pelo desejo de viver a personagem Maude, uma octogenária apaixonada pela vida. Na época, Glória chegou a questionar se, décadas depois, teria condições físicas e mentais para fazer o papel da atriz Ruth Gordon (1896-1985). Agora, ela teve a sua resposta. Ensina-me a Viver atraiu mais de 500 000 pessoas, em 600 apresentações ao longo de cinco anos de temporada. A ideia de remontar a comédia dramática foi do jovem e talentoso ator Arlindo Lopes, que dá vida a Harold. Obcecado pela morte, ele encontra em Maude o equilíbrio perfeito para a sua existência. A atuação do casal é primorosa. Juntos, eles são capazes de divertir e emocionar a plateia, em um espetáculo cuidadosamente dirigido pelo celebrado João Falcão. Outros sete atores ajudam a representar os treze personagens, que trazem de volta aos palcos da cidade uma bela história de amor à vida e à liberdade.

Ensina-me a Viver (110min). 12 anos. Estreou em 3/4/2009. Grande Teatro do Palácio das Artes (1 705 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Sábado, 18h e 21h; domingo, 19h. R$ 50,00 (balcão); R$ 60,00 (setor III); R$ 70,00 (setor I e II). Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb); 14h/20h no domingo. Cc: M e V. Cd: M e V. IC. Até domingo (12). Reestreia prometida para sábado (11).

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE