Teatro

No drama 'Essa Peça não Tem Preço', atores realmente poem o figurino à venda

Peça da Cia dos Alfitos será na segunda (2), no Mercado das Borboletas

Por: Isabella Grossi - Atualizado em

Leopoldo Rezende
(Foto: Redação VejaBH)

A atriz Idylla Silmarovi: o figurino pode ser comprado pelo público

Palco das mais badaladas festas da cidade desde que foi inaugurado, em 2010, o Mercado das Borboletas diversifica e abre as portas para o espetáculo Essa Peça Não Tem Preço, da Cia dos Aflitos. Em um bazar/espetáculo, quatro atores vendem roupas doadas e tudo o que há em cena, contando histórias das peças e dando a elas uma função social. No drama, cuja discussão central é a violência contra si mesmo, do suicídio às pequenas doses de autoflagelo emocional, o público realmente pode comprar o figurino utilizado pelos intérpretes e as demais vestimentas expostas. A direção é de Lenine Martins (60min). Livre. Estreou em 3/11/12.

Mercado das Borboletas (80 lugares). Rua Olegário Maciel, 742, Centro, ☎ 8876-4476. 20h. R$ 10,00. Até dia 13. Reestreia prometida para segunda (2).

Teatro e dança: programação para os dias 31 de agosto a 05 de setembro

ESTREIAS

Uma Noite na Lua

Estrelado por Marco Nanini em 1998, o monólogo do pernambucano João Falcão estreia na capital com Gregório Duvivier, um dos mais badalados atores da nova geração. Conhecido pelo trabalho no humorístico Porta dos Fundos, o comediante interpreta um homem em profundo questionamento sobre as relações humanas. Precisa provar a ele, a sua mulher, Berenice (que o abandonou), e a uma lista quase interminável de pessoas que tem talento para criar um texto teatral em uma só noite. Namorado da atriz Clarice Falcão (que também faz parte do Porta dos Fundos), Duvivier é genro do autor e diretor do espetáculo (70min). 12 anos.

Teatro Sesiminas (660 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. → Neste sábado (31), 21h, e domingo (1º), 19h. R$ 70,00. Bilheteria: 13h/19h todos os dias. IR.

Personalidades

Em seu primeiro espetáculo-solo, o imitador Filipe Pontes sobe ao palco para homenagear nesta comédia figuras famosas da TV brasileira, como Luciano Huck e Marília Gabriela. Atualmente no papel de Plim Plínio, no humorístico Zorra Total, da TV Globo, o comediante é dirigido por Alexandre Régis, que também conduziu Nós na Fita, com Leandro Hassum e Marcius Melhem (60min). 12 anos.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1360. → Sexta (6), 21h30, e sábado (7), 20h. R$ 64,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (dom.). Cc: todos. Cd: todos. IR.

15 Minutos de Fama com Dólar na Calcinha

A comédia de Edna Dias tira um sarro da corrupção usando como referência fatos marcantes da política brasileira. A direção é de Patricia Thomaz (80min). 14 anos.

Teatro da Maçonaria (282 lugares). Avenida Brasil, 478, Santa Efigênia, ☎ 9655-9119. Sexta, sábado e domingo, 20h. R$ 30,00. A bilheteria abre uma hora antes. Até 13 de outubro. Estreia prometida para sexta (6).

EM CARTAZ

Amor de Salto Alto

Depois de receber o Prêmio Usiminas Sinparc 2013 de melhor ator coadjuvante pela interpretação de Veludo, no drama Navalha na Carne, o mineiro Guilherme Colina retorna aos palcos. Desta vez, ele dirige Bernard Bravo e Verônica Tannure, a Sandra, que faz as vezes de porta-voz da mulher atual, com todos os seus medos, desejos, anseios, vontades e frustrações. Enquanto critica a ditadura da beleza, a personagem da comédia romântica revela aos homens, de forma leve e bem-humorada, os mais íntimos segredos do universo feminino (75min). 12 anos. Estreou em 24/8/2013.

Teatro da Maçonaria (282 lugares). Avenida Brasil, 478, Santa Efigênia, ☎ 3213-4959. Terça (3), quarta (4) e quinta (5), 21h. R$ 30,00. A bilheteria abre uma hora antes.

Atrás dos Olhos das Meninas Sérias

Com o intuito de vingar a separação conjugal, Ana sequestra o ex-marido e o tortura física e verbalmente, expondo lembranças, segredos e experiências amorosas. Com seis anos de cartaz, a montagem é a mais antiga da Cia. Pierrot Lunar em repertório. A inspiração veio do premiado romance Falar, de Edmundo de Novaes Gomes. Neise Neves e Léo Quintão, fundadores da trupe, protagonizam o drama sob a direção de Juarez Guimarães Dias (70min). 16 anos. Estreou em 23/8/2013.

Espaço Aberto Pierrot Lunar (80 lugares). Rua Ipiranga, 137, Floresta, ☎ 2514-0440. Neste sábado (31), 21h, e domingo (1°), 19h. R$ 20,00. A bilheteria abre uma hora antes.

✪✪✪ Do Claustro

Mariana Lobato e Lorena Jamarino vivem duas freiras que se envolvem em uma trama de sedução e poder no Convento de Santa Clara do Desterro, na Bahia. O drama de Ruy Jobim Neto se passa em 1692, mas tem todos os elementos para ser considerado atual: a crítica à liberdade clandestina, a culpa dilacerante que precede a loucura, o amor, o sexo, a violência e o medo. Tudo isso amarrado por uma moral católica que, apesar de pouco firme, ainda hoje impera. Direção de Fernando Couto e Caio Cézar (60min). 16 anos. Estreou em 3/5/2012.

Teatro Sesi Holcim (115 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. → Neste sábado (31), 21h, e domingo (1°), 19h. R$ 40,00. Bilheteria: todos os dias, das 13h às 19h, e no dia do espetáculo até a hora da apresentação.

Do Tamanho do Mundo

Depois de três anos dedicando-se integralmente ao cinema e à televisão, o ator Mateus Solano, que vive dias gloriosos na pele de Félix, o vilão de Amor à Vida, novela da Rede Globo, decidiu voltar aos palcos com este drama. A peça escolhida marca a estreia de Paula Braun, sua mulher, como autora. Sob a direção de Jefferson Miranda, o brasiliense interpreta Arnaldo, um homem que acorda sem saber mais caminhar. O surto é apenas o pano de fundo para uma reflexão sobre o recomeço. Junto com Presenter (Alcemar Vieira), Marta (Karine Teles) e Lila (Isabel Cavalcanti), o personagem reage a uma dolorosa dúvida: ele é o autor da sua história ou um repetidor dos padrões impostos pela sociedade (80min). Livre. Estreou em 30/8/2013.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1360. → Neste sábado (31), 18h e 20h, e domingo (1º), 20h. R$ 70,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (dom.). Cc: todos. Cd: todos. IR.

ESPECIAL

13º Festival Mundial de Circo

Companhias do Brasil, da França, da Finlândia, do Peru, do Chile e da Espanha invadem a cidade com apresentações, residência, palestra e com a Mostra Ibero-Americana de Circo.

Até domingo (8), na Funarte MG e no Galpão Cine Horto, ☎ 3225-7521. Clique aqui e confira a programação completa.

DANÇA

Cia. de Dança Deborah Colker

+ Marco para as artes cênicas do Brasil, espetáculo 'Velox' volta a ser encenado no Sesc Palladium

(60min). Livre.

Grande Teatro - Sesc Palladium (1 321 lugares). Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, ☎ 3279-1500. → Sábado (7), 21h, e domingo (8), 18h. R$ 60,00 (setores 1 e 2) e R$ 40,00 (setor 3). Bilheteria: 9h/21h (ter. a dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

Grupo Corpo

+ Grupo Corpo, uma das principais companhias de dança do mundo, confirma trajetória de sucesso e superação dos irmãos Pederneiras

Inspirado no mito grego de Dâmocles (que tem sobre a cabeça uma espada suspensa por um tênue fio de crina de cavalo), o novo espetáculo da companhia, Triz, está todo "por um fio". Não só na coreografia, mas no cenário, nos figurinos e até na trilha sonora, criada por Lenine utilizando somente instrumentos de corda (80min). Livre.

Grande Teatro do Palácio das Artes (1 705 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Neste sábado (31) e terça (3), 20h30, e domingo (1º), 19h. R$ 80,00. Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

Improvisos

Na terceira apresentação do projeto, o pianista Marcos Souza convida o contrabaixista Yan Vasconcellos e o grupo Giramundo para improvisar em cima do som (50min). Livre.

Teatro Oi Futuro Klauss Vianna (329 lugares). Avenida Afonso Pena, 4001, Mangabeiras, ☎ 3223-6756. Terça (3), 20h. R$ 15,00. Bilheteria: 15h às 21h (ter. a sáb.); 13h às19h (dom.). Cd: todos. Cc: todos.

Pilobolus Dance Theatre

+ Com toque de humor, espetáculo 'Shadowland' explora o jogo de sombras no Palácio das Artes

(75min). 12 anos.

Grande Teatro - Palácio das Artes (1 705 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Sábado (7), 21h, e domingo (8), 19h. R$ 120,00 (plateia I), R$ 100,00 (plateia II), R$ 50,00 (filas A e E) e R$ 20,00 (filas F e J). Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h (dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE