Dança

FID 2012: programação completa

- Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

CRIBLES LIVE - Emmanuelle Huynh / Centre National de Danse Contemporaine - Angers (França). Sob nossos pés e entre nossos braços, a história é escrita no presente, oscilando entre júbilo e medo. O espetáculo pergunta sobre o sentido de comunidade hoje e para isso utiliza a figura da roda, forma ritual e também milenar. Nela aparecem as singularidades de seus indivíduos e da relação de uns com os outros onde emerge algo maior que a soma de suas partes: a comunidade. "Persephassa" de Iannis Xenakis, peça musical para seis percussionistas, se destaca no repertório do século XX pelo entendimento de que o som constrói espaço (que nunca está pronto) e que também é corpo. A música é apresentada ao vivo pelo Grupo de Percussão da UFMG. Direção de Fernando Rocha (50min). Livre. Grande Teatro do Sesc Palladium (1 321 lugares). Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, ☎ 3214-5355. Domingo (4), 20h. R$ 4,00. Bilheteria: 9h/21h (ter. a dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

DE NÓS DOIS. SÓ. - Quik Cia de Dança (Nova Lima). Em um relacionamento onde se compartilha há vinte e cinco anos arte e vida, Leticia Carneiro e Rodrigo Quik trazem neste trabalho afetos, desafetos, fragilidades, tensões, simbioses, permanências e solidão. Novos olhares, entendimentos e possibilidades são construídos numa dramaturgia da relação. A montagem se dá no campo da improvisação em dança e joga com as circunstancialidades num percurso de dissoluções, ressonâncias e descontinuidades inerentes ao acontecer do homem (75min). 16 anos. Teatro Marília (185 lugares). Avenida Alfredo Balena, 586, Centro, ☎ 3277- 6319. Segunda (29), 20h; terça (30), 21h. R$ 4,00. Quik Espaço Cultural (114 lugares). Rua Vancouver, 344, Jardim Canadá, Nova Lima, ☎ 3581-3503. Quinta (1°) e sexta (2), 21h. R$ 4,00. Bilheteria: 9h/12h e 13h/18h (seg. a sex.).

ESPAÇO PARA DANÇA - Cris Oliveira (BH). A proposta é que a dança aconteça em espaços públicos como praças, shoppings e rodoviárias e que os transeuntes sejam coautores da obra. Eles são convidados a escolher um figurino, uma música e propor ao performer uma ideia, um contexto para o improviso de dança (40min). Livre. Praça da Matriz em frente ao Teatro Municipal de Nova Lima. Praça Bernardino de Lima, 97, Centro. Sexta (26), 21h. Grátis.

THE FAULT LINES - Philipp Gehmacher, Vladimir Miller, Meg Stuart / Damaged Goods (Bélgica) & Mumbling Fish (Áustria). Meg Stuart e Philipp Gehmacher começam sua segunda colaboração com um intenso confrontamento como uma luta controlada entre os dois. Eles se manipulam, se cuidam também. Fascinados sobre a vulnerabilidade de um e do outro buscam suas "fault lines" e os limites de seus corpos. Aos poucos, eles são integrados ao mundo das imagens do videoartista Vladimir Miller. Seus filmes, retrabalham, filtram, exageram e, edita o live video até que os acontecimentos e a projeção do video visivelmente divergem. O que começa como intensa interação física move-se quase sem ser percebido a uma fascinante instalação de vídeo (50min). 12 anos. Espaço Cultural Ambiente (70 lugares). Rua Grão Pará, 185, Santa Efigênia, ☎ 3241-2020. Quinta (1°) e sexta (2), 19h e 22h. R$ 4,00.

THE HOT ONE HUNDRED CHOREOGRAPHERS - Cristian Duarte (SP). Criado em colaboração com Rodrigo Andreolli, o ponto de partida para a criação do espetáculo foi o trabalho do artista escocês Peter Davies, que listou em uma tela multicolorida cem artistas/obras de sua preferência intitulada de The Hot One Hundred. Cristian Duarte transportou este procedimento de Davies para o seu ambiente coreográfico e "devorou" vários ícones da dança, coreógrafos e peças que o instigam. A "hot lista" pode ser conferida no site: www.lote24hs.net/hot100 (50min). Livre. Funarte MG (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Sábado (3) e domingo (4), 19h. R$ 4,00. A bilheteria abre uma hora antes. Cc: M e V. Cd: M e V.

KODAK - Neto Machado (PR/BA). Em cena, setenta caixas de arquivo coloridas, abertas, amassadas estão sempre sendo rearranjadas como peças de lego. Surgem centros urbanos, filmes de catástrofe, um número musical, vídeo games, desenho animado e em quadrinhos, séries de heróis japoneses e tantas outras referências à cultura pop. Dança que usa a técnica de animação (stop motion) ao contrário. Em vez de criar a ilusão de movimento transformando os quadros fotográficos em imagem dinâmica, os movimentos são feitos em quadros descontínuos (55min). Livre. Espaço Cultural Ambiente (70 lugares). Rua Grão Pará, 185, Santa Efigênia, ☎ 3241-2020. Neste sábado (27) e domingo (28), 16h. R$ 4,00.

MÚA - Emmanuelle Huynh / Centre National de Danse Contemporaine - Angers (França). Pensar o mundo diferente, encontrar soluções para problemas que aparentemente não existem, surgir possibilidades nunca antes sonhadas podem se realizar um dia e mudar a percepção. A montagem é isso… exercício sensorial explícito, potente em expandir nossos corpos e mundos (25min). 16 anos. Funarte MG (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Terça (30) e quarta (31), 20h. R$ 4,00. A bilheteria abre uma hora antes. Cc: M e V. Cd: M e V.

PIRACEMA - Lia Rodrigues Cia de Danças (RJ). Partindo de solos criados pelos onze bailarinos da Lia Rodrigues Companhia de Danças, o espetáculo se constitui da fricção dos distintos percursos individuais e das singularidades que convivem no tempo e no espaço (60min). 12 anos. Teatro Oi Futuro Klauss Vianna (329 lugares). Avenida Afonso Pena, 4001, Mangabeiras, ☎ 3223-6756. Neste sábado (27), 21h. R$ 4,00. Bilheteria: 15h às 21h (ter. a sábado); 13h às 19h (domingo). Cd: todos. Cc: todos.

QUADRONEGRO - Companhia Suspensa (BH). Entendendo a arte como um campo aberto a leituras e diferenças; jogar com a estabilidade de nossos corpos, oferecer pulso aos objetos, suspender o chão, e habitar o avesso do habitual. Sobre o ar - os pés - levantar todo um jogo infinito de limites, vertigens, estranhezas, deslocamentos e encontros. Direção de Eid Ribeiro (50min). 12 anos. Teatro Marília (185 lugares). Avenida Alfredo Balena, 586, Centro, ☎ 3277- 6319. Sexta (2) e sábado (3), 21h; domingo (4), 17h. R$ 4,00. A bilheteria abre duas horas antes do espetáculo.

SOLO(S) - Izabel Stewart e Tana Guimarães (BH). O espetáculo aborda duas instâncias da palavra solo: uma relativa ao espaço, como substantivo solo=chão, e outra que trata da situação desacompanhada, como adjetivo solo=solitário. O trabalho partiu da investigação de tipos de terreno, geografias e modos de ocupação, provocando a elaboração de uma cartografia cênica e de seus possíveis habitantes (40min). Livre. Funarte MG (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Neste sábado (27) e domingo (28), 19h. R$ 4,00. A bilheteria abre uma hora antes. Cc: M e V. Cd: M e V.

SWINGNIFICADO - Entretantas Conexão em Dança (PR). A montagem emerge como tentativa de discutir e produzir, de maneira implicada com o público, o significado em dança contemporânea: o que a dança pode significar/comunicar, como é seu modo particular de significar/comunicar, de que maneira esse modo se dá. Entendimentos sobre o significar que, na montagem, se desdobra na preocupação em entender as possíveis relações estabelecidas entre obra e público, as possíveis leituras do público que experiência o processo de construção da obra, e as reais conexões e resultados como dramaturgia em dança a partir e com essas leituras (45min). Livre. Funarte MG (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Sexta (2), 20h; domingo (4), 18h. R$ 4,00. A bilheteria abre uma hora antes. Cc: M e V. Cd: M e V. Teatro Municipal Manoel Franzen de Lima (795 lugares). Praça Bernardino de Lima, s/nº, Centro, Nova Lima, ☎ 3542-5949. Sábado (3), 21h. R$ 4,00.

TÊTES À TÊTES - Maria Clara Villa Lobos / XL Productions (Bélgica/Brasil). A peça é como uma imersão em um desenho animado, um convite para seguirmos as aventuras e desventuras de um personagem, com uma cabeça enorme, indo de seu nascimento à sua vida adulta. Através da interação desse personagem com desenhos animados projetados no palco são construídas diversas cenas. De forma muito visual e colorida, a peça nos leva do espaço cósmico ao confinamento de um útero aquecido e, então, a espaços imaginários onde tudo é possível. Direção de Bernard Delcourt e Pierre Delcourt (45min). 3 anos. Teatro Oi Futuro Klauss Vianna (329 lugares). Avenida Afonso Pena, 4001, Mangabeiras, ☎ 3223-6756. Sábado (3) e domingo (4), 16h. R$ 4,00. Bilheteria: 15h às 21h (ter. a sábado); 13h às 19h (domingo). Cd: todos. Cc: todos.

VIOLET - Meg Stuart / Damaged Goods (EUA/Bélgica). Com música eletrônica e percussão ao vivo, cinco dançarinos revelam uma paisagem energética onde suas ações são fenômenos emergentes, imperceptíveis, mas sempre ativos. Violet é um mergulho em um turbilhão, um redemoinho de padrões energéticos e esculturas cinéticas plenas de detalhes. Direção de Oliver Houttekiet (80min). 12 anos. Teatro Oi Futuro Klauss Vianna (329 lugares). Avenida Afonso Pena, 4001, Mangabeiras, ☎ 3223-6756. Quarta (31), 21h. R$ 4,00. Bilheteria: 15h às 21h (ter. a sábado); 13h às 19h (domingo). Cd: todos. Cc: todos.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE