Teatro

Grupo Armatrux reestreia a tragicomédia musical Thácht

Criada em parceria com Eid Ribeiro, espetáculo no CCBB está de volta na quarta (21)

Por: Isabella Grossi - Atualizado em

Bruno Magalhães/Nitro
(Foto: Redação VejaBH)

Os irmãos Rogério e Cristiano Araújo: Rafa e Rufo

Cinco anos após arrematarem duas belas parcerias — primeiro com o infantil De Banda pra Lua (2007) e depois com No Pirex (2009) —, o Grupo de Teatro Armatrux, criado em 1991, e o diretor Eid Ribeiro levaram a cabo a ideia de encerrar a trilogia. Foi aí que surgiu Thácht, um dos destaques da programação do VAC 2015. A exemplo do segundo espetáculo, a tragicomédia musical bebe na fonte do cinema mudo, embora retome o texto, para contar a fantasiosa história de dois velhos artistas de variedades, Rafa e Rufo. A diferença agora é que a trupe executa, ao vivo, peças para piano e violino. Além dos irmãos Rogério e Cristiano Araújo, a peça é encenada por Eduardo Machado, que vive a transformista Siboney. Peça-chave no delírio da dupla, a personagem é responsável por boa parte das risadas arrancadas da plateia (70min). 12 anos. Estreou em 14/8/2014.

Centro Cultural Banco do Brasil (270 lugares)

Praça da Liberdade, 450, Funcionários, ☎ 3431-9400. → Segunda, quarta, quinta e sexta, 20h; sábado e domingo, 19h. R$ 10,00. Bilheteria: 9h às 21h (qua. a seg.). Até dia 26. Reestreia prometida para quarta (21).

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE