Teatro

Grupo Quatroloscinco - Teatro do Comum estreia Humor, um drama cômico sobre o rigoroso curso da vida

Espetáculo da trupe mineira está em cartaz na Funarte

Por: Isabela Grossi - Atualizado em

Guto Muniz
(Foto: Redação VejaBH)

Assis Benevenuto, Rejane Faria e Marcos Coletta (à frente): em cartaz até domingo (23)

Amadeo, o personagem principal de Humor, o quarto (e mais bem-humorado) espetáculo do grupo Quatroloscinco - Teatro do Comum, sofre de uma grave doença degenerativa que seca os líquidos de seu corpo, fazendo com que, aos poucos, ele se transforme em um vegetal. As pessoas que o rodeiam tentam animá-lo a todo custo, ansiosos por uma reação. A partir da fábula, os atores Assis Benevenuto, Italo Laureano, Marcos Coletta e Rejane Faria tratam da nossa relação com o corpo que envelhece e morre. O drama cômico revela o amadurecimento da trupe, segura num teatro contemporâneo que tem menos a ver com a estética do gênero e mais com a lógica temporal (65min). 12 anos. Estreou em 14/3/2014.

Funarte (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Quinta a sábado, 20h30; domingo, 19h. R$ 16,00. A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo. Cc: M e V. Cd: M e V. Até domingo (23).

Teatro: programação para os dias 15 a 21 de março

› ESTREIAS

Bem-Vindo, Estranho

Na primeira montagem adaptada da obra da dramaturga britânica Angela Clerckin, Regina Duarte vive Jaki e Mariana Loureiro, Elaine, sua filha. As duas vivem num claustrofóbico apartamento em Londres. A chegada de Joseph (papel de Kiko Bertholini) acende a chama do suspense policial. O espetáculo marca a estreia do diretor de cinema e TV Murilo Pasta na direção teatral (80min). 14 anos.

Cine Theatro Brasil Vallourec - Grande Teatro (1 000 lugares). Rua dos Carijós, 258, Centro, ☎ 3201-5211. → Sexta (21), 21h, sábado (22), 20h, e domingo (23), 19h. R$ 80,00 (plateia I), R$ 70,00 (mezanino) e R$ 50,00 (plateia II). Bilheteria: 11h/21h (seg. a sáb.); 10h/19h (dom. e feriados). IC.

É o que Temos pra Hoje

Em seu segundo stand-up (o primeiro foi Tudo É Tudo e Nada É Nada), Marcelo Serrado usa exemplos do dia a dia para pintar a imagem de um homem obcecado pela internet. O espetáculo tem a participação especial do humorista Gigante Léo, que, ao lado de Serrado, faz uma ce­na-brinde improvisada no fim da peça (50min). 14 anos.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1360. → Sábado (22) e domingo (23), 20h. R$ 80,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (dom.).Cc: todos. Cd: todos. IR.

Enfim, Nós

Bruno Mazzeo e Cláudio Torres Gonzaga assinam a comédia romântica protagonizada por Ricardo Tozzi e Maria Clara Gueiros. Na pele de Zeca e Fernanda, eles estão prestes a passar o primeiro Dia dos Namorados juntos desde que decidiram dividir o mesmo teto. A noite tem tudo para ser romântica, mas um acidente os obriga a passar a madrugada trancados no banheiro. No enclausuramento, todos os sentimentos vêm à tona e as tentativas de fuga quase levam os dois à loucura (70min).14 anos.

Teatro Sesiminas (660 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. → Sábado (22), 21h, e domingo (23), 19h. R$ 80,00. Bilheteria: 13h/19h todos os dias. IR.

Misticismo

+ Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo critica a fé ardorosa em Misticismo

Palácio das Artes - Grande Teatro (1 705 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Sábado (22), 21h, e domingo (23), 18h. R$ 90,00 (plateia I), R$ 80,00 (plateia II) e R$ 70,00 (plateia superior). Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h no domingo. Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

Sombras - Toda Vaca Tem Nome Próprio

O drama do diretor argentino Hector Oliboni marca a estreia da Cia Dupla de Teatro, formada pelas mineiras Raquel Dutra e Raquel Lauar. Duas irmãs e o ex-marido de uma delas (vivido pelo ator convidado Rodrigo Mangah) acertam as contas do passado, numa propriedade rural no interior de Buenos Aires, último patrimônio deixado pela família das garotas. A direção é de Marcelo do Vale (50min). 14 anos.

Palácio das Artes - Sala Juvenal Dias (176 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Sexta e sábado, 21h; domingo, 19h. R$ 24,00. Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h no domingo. Cc: M e V. Cd: M e V. IC. Até 30 de março. Estreia prometida para sexta (21).

› REESTREIA

✪✪✪ Desculpa Qualquer Coisa

A apresentação é comandada por Bruno Berg, João Basílio, Bruno Costoli e Thiago Carmona. Com temas provocativos, mas pouco ofensivos e escrachados, os humoristas envolvem a plateia numa onda de aplausos e gargalhadas. Para incrementar o formato stand-up, o quarteto simula uma mesa-redonda bem-humorada, em que são discutidas as principais notícias da semana (80min). 14 anos. Estreou em 5/9/2011.

Choperia Santa Tereza. Rua Mármore, 365, Santa Tereza, ☎ 3245-6567. Terça (18), 21h. R$ 15,00 e R$ 50,00 (a mesa para quatro pessoas).

› EM CARTAZ

No Soy un Maricón

Quatro pocket-shows contam a história chiclê de quatro travestis que passam do anonimato à fama, e da fama à decadência. O espetáculo-festa acontece no Café do Centoequatro, que funcionará normalmente durante a apresentação (240min). 18 anos.

CentoeQuatro. Praça Ruy Barbosa, 104, Centro, ☎ 3222-6457. Sexta (21), 20h. R$ 20,00. A bilheteria abre uma hora antes.

Irmãos de Sangue

Com dramaturgia, direção, coreografia e cenário de André Curti e Artur Ribeiro, o nono trabalho da premiada Cia. Dos à Deux celebra seus quinze anos de trajetória. Junto com os atores Cécile Givernet e Matías Chebel, a dupla de brasileiros conta a história de uma mãe e seus três filhos. O drama ampara-se em uma atmosfera onírica, na qual os personagens atravessam diversas épocas (85min). 14 anos. Estreou em 14/3/2014.

Centro Cultural Banco do Brasil (270 lugares). Praça da Liberdade, 450, Funcionários, ☎ 3431-9400. → Sexta, 20h; sábado e domingo, 19h. R$ 10,00. Bilheteria: 9h às 21h (qua. a seg.). Até 6 de abril.

Alessandra Haro
(Foto: Redação VejaBH)
Intercâmbio criativo

Entre os dias 20 e 30 de março, o Grupo Espanca! promove o ACTO 3: Encontro de Teatro, com apresentações da Companhia Brasileira de Teatro (foto), de Curitiba, do Grupo XIX de Teatro, de São Paulo, e do Grupo Magiluth, de Recife. Clique aqui e confira a programação completa.

Isso É para Dor

Depois de estrear Sobre Dinossauros, Galinhas e Dragões Parte II de III e Elisabeth Está Atrasada..., com direção e dramaturgia coletivas, a Primeira Campainha põe nas mãos de Byron O'Neill sua mais recente montagem. Enquanto o mundo desmorona, Benjamim Amapola, Shyrley Ballantine's, mais conhecida como Mary, e Vonda Yeva Pavlova decidem começar o ensaio sem Margareth, que dorme há mais de uma semana, causando inveja. Farto de deboche - e do absurdo de Samuel Beckett e Eugène Ionesco -, o drama tem como fio condutor O Diário de Anne Frank, escrito pela garota judia durante a II Guerra Mundial (60min). 10 anos. Estreou em 7/3/2014.

Palácio das Artes - Teatro João Ceschiatti (148 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Neste sábado (15), 21h, e domingo (16), 19h. R$ 10,00. Cc: M e V. Cd: M e V. Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h no domingo. IC.

Lampião e Lancelote

Dirigida por Debora Dubois, a adaptação da obra homônima de Fernando Vilela conecta as histórias de dois personagens excêntricos, ultrapassando as barreiras de tempo e espaço. No musical, o soberano cavaleiro da Távola Redonda desafia Virgulino Ferreira, o líder do bando de cangaceiros mais célebre do Nordeste brasileiro. Nas linguagens do cordel e da novela de cavalaria, a disputa é de quem faz o melhor repente. O elenco é conduzido por Cassio Scapin, que faz as vezes de narrador. Zeca Baleiro é quem se encarrega da trilha sonora e da direção musical (70min). 12 anos. Estreou em 14/3/2014.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1360. → Neste sábado (15), 21h, e domingo (16), 19h. R$ 60,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (dom.). Cc: todos. Cd: todos. IR.

O que o Mordomo Viu

Depois de arrancarem gargalhadas nos papéis de Caco Antibes e Magda, protagonistas do seriado Sai de Baixo, que foi ao ar de 1996 a 2002, na Rede Globo, Miguel Falabella e Marisa Orth se reencontram na comédia escrita pelo inglês Joe Orton em 1967. A história gira em torno do psiquiatra Arnaldo (Falabella), que é flagrado por sua mulher (vivida por Marisa) enquanto "examina" a atraente secretária (Alessandra Verney) durante uma entrevista de emprego (90min). 14 anos. Estreou em 14/3/2014.

Sesc Palladium - Grande Teatro (1 321 lugares). Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, ☎ 3270-8100. → Neste sábado (15), 21h30, e domingo (16), 19h. R$ 130,00 (plateia I), R$ 100,00 (plateia II) e R$ 50,00 (plateia III). Bilheteria: 9h/21h (ter. a dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

Pas de Deux para 2 Mulheres

Inspirado em três obras da escritora inglesa Virginia Woolf, Mrs. Dalloway, Orlando e Flush: Memórias de um Cão, o drama expõe relatos de personagens marcados pelo fracasso, pela impotência, pelo impulso de transformação (90min). 16 anos. Estreou em 13/3/2014.

Funarte (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Quinta a domingo, 20h. R$ 10,00. A bilheteria abre uma hora antes. Cc: M e V. Cd: M e V. Até domingo (23).

DANÇA

Rasante

Inspirada no universo do escritor Franz Kafka, a montagem dirigida por Sérgio Penna reúne no palco os bailarinos Bernardo Gondim, Gabriela Christófaro, Lourenço Marques e Grace Passô, atriz, diretora e dramaturga ex-Grupo Espanca! (60min). 12 anos.

Palácio das Artes - Teatro João Ceschiatti (148 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Quinta a sábado, 21h; domingo, 19h. R$ 20,00. Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h no domingo. Cc: M e V. Cd: M e V. IC. Até 13 de abril. Estreia prometida para quinta (20).

Rui Moreira Cia de Danças

Faça Algum Barulho apresenta o duo com o bailarino que dá nome ao grupo e Rodrigo Bboy. De um lado, um palhaço da Folia de Reis, mascarado e vestido com roupas coloridas, segura nas mãos o tradicional bastão de madeira. De outro, um adepto do break. Do diálogo entre as gerações, surge uma rica batalha amparada nas diferenças culturais. Direção de Rui Moreira (40min). Livre.

Meia Ponta - Espaço Cultural Ambiente (80 lugares). Rua Grão Pará, 185, Santa Efigênia, ☎ 3241-2020. Neste sábado (15), 20h, e domingo (16), 19h. R$ 5,00. A bilheteria abre uma hora antes.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE