Teatro

Em Nome do Jogo, adaptação da obra de Anthony Shaffer, estreia em BH

Peça com Marcos Caruso esta em cartaz no Teatro Alterosa

Por: Isabella Grossi - Atualizado em

Guga Melgar
(Foto: Redação VejaBH)

O marido e o amante: Marcos Caruso (no reflexo do espelho) e Erom Cordeiro protagonizam oitenta minutos de suspense

Autor e intérprete da comédia Trair e Coçar... É Só Começar, um dos maiores sucessos de bilheteria dos palcos brasileiros, Marcos Caruso estreia na capital o drama policial Em Nome do Jogo, uma adaptação da obra escrita pelo inglês Anthony Shaffer em 1970, com direção de Gustavo Paso e Fernando Philbert. No espetáculo, o ator dá vida a Andrew Wyke, um romancista bem-sucedido que adora jogos e teatro. Ele descobre que sua mulher, Marguerite, o trai com o cabeleireiro italiano Milo Tindolini, vivido por Erom Cordeiro (na primeira montagem da peça, o personagem era interpretado por Emilio de Mello). Durante uma viagem da esposa, Wyke convida o amante dela para ir a sua casa e lhe propõe um jogo que envolve o roubo das joias do casal. O encontro acaba tomando proporções inesperadas, desencadeando uma trama recheada de reviravoltas. Sleuth, nome original da peça, ganhou duas versões cinematográficas: em 1972, com Laurence Olivier e Michael Caine, e em 2007, com roteiro de Harold Pinter, direção de Kenneth Branagh e, no elenco, Jude Law e Michael Caine.

Em Nome do Jogo (80min). 14 anos. Teatro Alterosa (320 lugares). Avenida Assis Chateaubriand, 499, Floresta, ☎ 3237-6611. → Sexta (8) e sábado (9), 21h; domingo (10), 19h. R$ 50,00. Bilheteria: terça a domingo, de 12h às 19h30, e no dia do espetáculo até a hora da apresentação.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE