Teatro

Parceiros de longa data, Gil Amâncio e Carlos Rocha voltam a trabalhar juntos na direção de O Urro

Em cartaz até 8 de março na Funarte, o espetáculo mistura H.Q., animação, vídeo, música e teatro

Por: Isabella Grossi - Atualizado em

Gil Amancio
(Foto: Redação VejaBH)

André Senna: novos quadros desde a estreia, em agosto passado

Mais de trinta anos depois do início de uma parceria que durou uma década, na Cia. Sonho e Drama, Gil Amâncio e Carlos Rocha, o Carlão, se reencontram na direção do espetáculo O Urro, que volta ao cartaz na quinta (19), na Funarte. A montagem, protagonizada por André Senna, conecta o texto, a música, a HQ, a animação, o vídeo e o teatro a fim de compartilhar uma reflexão sobre os valores culturais, políticos e comportamentais da sociedade contemporânea. Levada aos palcos pela primeira vez em agosto do ano passado, a peça foi reformulada para conter novas cenas e elementos propostos pelos diretores. O texto, de Carlão, integra a trilogia Fábulas Urbanas, que traz, ainda, O Desaparecimento de Dylan e O Lixão, ambos inacabados (50min). 12 anos. Estreou em 15/8/2014.

Funarte (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. → Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 10,00 (Sinparc). Até 8 de março. Reestreia prometida para quinta (19).

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE